Mortage: Som tradicional feito por quem entende do assunto

Resenha - War is Not Over - Mortage

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Ah, os tempos em que Mille Petrozza estava em sua melhor fase com a Kreator, no final dos anos 80/começo dos 90... época saudosa. Por outro lado, existem bandas daqui que fazem questão de manter a tradição de levar aquele thrash mais agressivo como o da banda alemã, em sua áurea época. E não, não estamos falando da excepcional Violator. Dessa vez, refiro-me a essa enorme surpresa chamada Mortage.
5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose conversa com fãs e abre o jogo!5000 acessosBeavis e Butthead: como eles seriam se fossem reais?

O trabalho foi lançado pela Kill Again Records (www.killagainrec.com), que só tem acertado a mão em seus investimentos. E muito legal constatar que não é só o death metal brasileiro, por exemplo, que está bem representado. Pois esse pessoal, oriundo de Campinas/SP, prova que o país tem uma força impressionante também no thrash metal.

O apocalipse começa com a porradaça “Storm of Fire” (confiram clipe no final), sendo que essa raiva atravessa o disco todo, com músicas relativamente longas, mas sem soarem enjoativas, muito pelo contrário. “The War is Not Over” é um vício!

Outra grande composição é “Violent Hatred”, também avassaladora. Aliás, vale dizer que a maior parte do play tem um pé fundo no acelerador. Mas a melhor mesmo é “Kill Human to Clean The World”, com uma estrutura muito bem criada, e bumbos duplos infernais no meio da canção. E a faixa-título, assim como “Victims of Faith”, contam até com blast beats! BRUTAIS!

Nessa violência emanada pela Mortage, os caras capricham nas guitarras. Putz, é um número imensurável de riffs excelentes. Sim, a parte mais criativa do grupo está depositada nas cordas, de longe o maior destaque do CD. Em alguns momentos, por exemplo, eles lembram o não menos brilhante Defleshed (ler resenha) nesse aspecto, talvez não no estilo de tocar, mas na competência em criar boas rifferamas.

O material gráfico é bem produzido, com uma capa bem legal, e uma estética bem bem trabalhada. A qualidade da gravação também é de qualidade muito boa, tornando o trabalho realmente empolgante.

Uma pena a Mortage ainda ser pouco conhecida no Brasil, já que o álbum pode ser considerado um dos melhores já lançados na história do thrash metal tupiniquim. É um som tradicional, mas feito por quem entende do assunto. Além do referido clipe de “Storm of Fire”, assistam também a “The War is Not Over” aí embaixo.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Mortage – The War is Not Over
Kill Again Records – 2011 - Brasil
http://www.myspace.com/mortage

Tracklist
1. Storm of Fire
2. Prisoners of Lies
3. Violent Hatred
4. Soldier Remains
5. Kill Human to Clean The World
6. The War is Not Over
7. Slave of Hypocrisy
8. Victims of Faith

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de War is Not Over - Mortage

438 acessosMortage: lado mais agressivo e extremo do Thrash Metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Mortage"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Mortage"

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl Rose responde sobre Chinese, Brian May, reunião, e mais

Beavis e ButtheadBeavis e Butthead
Como eles seriam se fossem reais?

AngraAngra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

5000 acessosMotorhead: Segundo Lemmy Kilmister, "Rap não é música"5000 acessosGuns N' Roses: os Jovens Pistoleiros, sexo, drogas e RnR5000 acessosRockstars: 18 roqueiros que já apareceram em filmes5000 acessosIron Maiden: 8 covers comentados e comparados com os originais5000 acessosBruno Sutter: compositores, pensem nas letras que vocês escrevem!5000 acessosIsto sim é ser fã: homem muda nome para "Led Zeppelin II"

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online