Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu e os cinco grandes vocalistas que o mundo do Rock não dá valor

imagemA música do Metallica que James não queria apresentar aos outros integrantes

imagemFãs detonam produção do Knotfest após anúncio do Pantera

imagemO carinhoso jeito de Axl Rose se desculpar com sua equipe pelo seu jeito imprevisível

imagemA melhor música de heavy metal lançada a cada ano desde 1970, em lista do Loudwire

imagemAngra e Shaman, Edu Falaschi fala sobre a treta que havia entre as bandas

imagemDez músicas de outros estilos que ganharam ótimas versões rock/metal - Parte I

imagemAmy Lee surpreende ao escolher os melhores cantores (e cantoras) de todos os tempos

imagemOzzy Osbourne revela que Lemmy Kilmister era um leitor voraz

imagemFrank Zappa surpreende ao eleger seus dez álbuns favoritos

imagemA música do Raul Seixas com erro gramatical que parece um plágio mas é uma homenagem

imagemJô Soares comprou uma obra de arte do Rock por causa do Regis Tadeu

imagemFilme que conta a história de Dio será exibido nos cinemas em setembro

imagemPor que som do Angra não era novidade em 1993, segundo Alex Holzwarth

imagemLed Zeppelin: O motivo pelo qual Jimmy Page não gosta de "All My Love"


2022/08/18
Stamp

Resenha - Masterpieces 2 - Marcos De Ros

Por Maurício Gomes Angelo
Em 18/11/04

Nota: 10

Marcos De Ros é o caso clássico do talento que não é reconhecido como deveria. Guitarrista gaúcho de técnica estupenda e compositor de mão cheia, ele seguramente é um dos 10 melhores do país, embora não goze de tanto prestígio quanto alguns de seus companheiros.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Masterpieces 2" é a segunda parte de seus álbuns solo que visam homenagear compositores clássicos que serviram de inspiração para ele.

Quando você se depara com a interpretação de composições de gênios do porte de Shubert, Vivaldi, Mozart, Bach, Beethoven e Tchaikowisky pode logo imaginar que se trata de uma seleção oportunista que visa somente impressionar e ganhar mercado. Mas isso de forma alguma pode ser dito sobre De Ros. Para interpreta-las não é suficiente apenas simpatizar com a obra desses gênios, é preciso ter profunda intimidade, conhecimento e técnica para isso. Transportar música clássica para a guitarra não é das coisas mais fáceis de se fazer, e obter ótimos resultados imprimindo suas características próprias (e grande dose de peso) nisso torna-se tarefa para poucos. E o que Marcos De Ros deixa claro em "Masterpieces 2" é que ele é um desses poucos. Não só o seu desempenho é singular como o de toda sua banda de apoio consegue acompanhar á altura. Pegue por exemplo a "Symphony 5" de Beethoven, uma das composições clássicas mais famosas do mundo, o resultado que a tríade baixo, bateria e guitarra conseguem alcançar é fantástico, se diferenciando em muito até do que trabalho que outros guitarristas como Steve Vai fizeram em cima dela.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Para quem gosta e entende do riscado, a receita é infalível e irretocável. Música clássica de primeiríssimo nível interpretada de forma peculiar e magistral por um dos melhores guitarristas brasileiros em atividade. Preste atenção especial em "Dance Of The Sugar Plum Fairy", "William Tell", "Symphony 25", "Prelude" e "Habanera" – cantada em francês e presente em duas versões. Duas composições próprias de Marcos foram inseridas. E o resultado obtido em "Save My Soul" é uma amostra do prog metal de extrema qualidade que ele faz em sua banda Akashic. Amostra nada. "Save My Soul" é uma música completa e muito trabalhada, onde a guitarra apresenta riffs e solos inspiradíssimos e baixo e guitarra estão em níveis monstruosos de técnica e criatividade.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Tudo aqui beira a perfeição, desde a ordem das músicas (que contribui para a audição tranqüila de quase uma hora de material) até a produção cristalina e profissional. Destacando-se também a parceria entre Marcos e sua cidade (Caxias do Sul – RS), que financia projetos culturais de todo tipo dando oportunidade para o surgimento de trabalhos como esse, certamente um exemplo a ser seguido.

O título "Masterpieces" não poderia ser mais apropriado. É realmente uma obra prima de peso, técnica, feeling, produção e equilíbrio. Marcos De Ros confirma seu posto entre os melhores músicos brasileiros da atualidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formação:
Marcos De Ros (Guitarra/Vocal)
Fábio Alves (Baixo)
Gustavo Viegas (Baixo)
João Viegas (Bateria)
Maurício Meinert (Bateria)
Éder Bergozza (Teclado)

Track List:
01 – Greensleeves (Anônimo)
02 – L’Abeille (F. Shubert)
03 – Habanera (G. Bizet)
04 – Alla Rustica (A. Vivaldi)
05 – Minueto I (J.S. Bach)
06 – Minueto II (J.S. Bach)
07 – Save My Soul (Marcos De Ros)
08 – Symphony 5 (L.V. Beethoven)
09 – William Tell (G. Rossini)
10 – Prelude (J.S. Bach)
11 – Dance Of The Sugar Plum Fairy (P. Tchaikowisky)
12 – Lullaby (W.A. Mozart)
13 – Concerto In G (A. Vivaldi)
14 – Badinierie (J.S. Bach)
15 – Minueto (L. Bocherinni)
16 – Mussete (J.S. Bach)
17 – Habanera Acoustic (G. Bizet)
18 – Symphony 25 (W.A. Mozart)
19 – Fantasia (Marcos De Ros)

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Tempo Total: 59:10 min.

Site Oficial: www.deros.com.br

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

2022/07/09


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Marcos De Ros: guitarrista comenta o "fiasco" da Paula Fernandes

Marcos de Ros: Greta Van Fleet, essa "porcaria" é plágio do Led Zeppelin?

Marcos de Ros: será que ele curtiu o "Hardwired", do Metallica?

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.

Mais matérias de Maurício Gomes Angelo.