Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemO dia que Ivete Sangalo arrasou cantando Slayer com João Gordo na TV aberta

imagemA hilária crítica de Roberto Frejat contra fala cheia de "pretensão" do Bon Jovi

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemAndreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

imagemNoel Gallagher relembra o dia em que foi ao show de uma banda cover de Oasis

imagemAngra: Luis Mariutti conta sobre atritos entre Andre Matos e Rafael Bittencourt

imagemRobert Plant confessa de qual música o Led Zeppelin tirou "Gallows Pole"

imagemO hit do Blind Guardian inspirado em história que deixou banda de queixo caído

imagemO surpreendente disco que Tom Morello considera um dos melhores de todos os tempos

imagemPaul Stanley, do Kiss, fala sobre os shows da reunião do Pantera


Samael Hypocrisy
Stamp

Resenha - Strong Mind - Mad Dragzter

Por Raphael Crespo
Postado em 25 de março de 2004

Texto originalmente publicado no
JB Online e no Blog Reviews & Textos.

O thrash metal, quem diria, está mais vivo que nunca. Em pleno século 21, duas décadas depois do surgimento do estilo, bandas como Kreator, Anthrax, Destruction, Exodus e Testament, cada vez mais de volta às origens, lançam excelentes discos. o Brasil não fica atrás nesse 'revival'. Numa corrente que lidera ao lado de bandas como Andralls e Claustrofobia, o Mad Dragzter aparece como um dos maiores nomes do thrash metal nacional e, depois de cinco anos de luta, finalmente consegue lançar, de forma independente, seu primeiro álbum completo: Strong Mind.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A banda, surgida em 1998, mudou de nome algumas vezes, outras de formação e passou até mesmo por um período de inatividade, em 2000, mas voltou com tudo no ano seguinte. Estabilizados com Tiago Torres (guitarra e vocal), Gabriel Spazziani (guitarra), Armando Benedetti (baixo) e Evandro Júnior (bateria), gravaram o elogiado CD-demo New Times, numa espécie de aquecimento para a pancadaria que estava por vir. Em Strong Mind, o Mad Dragzter apresenta um thrash metal típico dos anos 80, com fortes influências de Anthrax, Slayer, Exodus e Metallica do período entre os álbuns Kill 'Em All e ...And Justice for all, mas com toques de heavy metal tradicional.

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |

O guitarrista-solo Gabriel certamente já pode ser considerado um dos destaques da cena nacional e faz uma excelente dupla com Tiago, cuja voz lembra muito a de Nick Holmes, da banda britânica de doom metal Paradise Lost. Uma das grandes atrações do disco é o baterista Evandro Júnior, que usa e abusa, com muita habilidade, dos dois bumbos, mas que, "pelos velhos motivos de prioridade e afinidade musical", como afirmou o guitarrista/vocalista Tiago, deixou o grupo há poucos dias, dando lugar para Eric Claros, que terá de suar muito para manter o nível de seu antecessor.

Strong Mind é uma aula de agressividade, com uma produção de primeira, assinada por San Issobe, e gravado sem apoio de gravadoras, no Nimbus Studio, em São Paulo. A banda não deixa a peteca cair em nenhum momento do álbum, que tem como destaque as faixas Break Down, Lost, Strong Mind, New Times e Mad Dragzter. Os caras já estão merecendo um bom contrato com uma gravadora.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Strong Mind - Mad Dragzter

Resenha - Strong Mind - Mad Dragzter

Resenha - Strong Mind - Mad Dragzter

Resenha - Strong Mind - Mad Dragzter

Resenha - Strong Mind - Mad Dragzter

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mad Dragzter: A coleção de CDs de thrash do guitarrista Tiago

Black Sabbath: Tony Iommi explica diferença entre Dio e Ozzy

Cranberries: A triste história da letra de "Zombie"


Sobre Raphael Crespo

Raphael Crespo é jornalista, carioca, tem 25 anos, e sempre trabalhou na área esportiva, com passagens pelo jornal LANCE! e pelo LANCENET!. Atualmente, é editor de esportes do JB Online, mas seu gosto por heavy metal o levou a colaborar com a seção de musicalidade do site do Jornal do Brasil, com críticas de CDs e algumas matérias especiais, que também estão reunidas em seu blog (http://www.reviews.blogger.com.br). Sua preferência é pelo thrash metal oitentista, mas qualquer coisa em termos de som pesado é só levantar na área que ele mata no peito e chuta. Gosta também de outros tipos de som, como MPB, jazz e blues, mas só se atreve a escrever sobre o que conhece melhor: o metal.

Mais matérias de Raphael Crespo.