Resenha - Strong Mind - Mad Dragzter

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Raphael Crespo
Enviar correções  |  Ver Acessos


Texto originalmente publicado no

JB Online e no Blog Reviews & Textos.

O thrash metal, quem diria, está mais vivo que nunca. Em pleno século 21, duas décadas depois do surgimento do estilo, bandas como Kreator, Anthrax, Destruction, Exodus e Testament, cada vez mais de volta às origens, lançam excelentes discos. o Brasil não fica atrás nesse 'revival'. Numa corrente que lidera ao lado de bandas como Andralls e Claustrofobia, o Mad Dragzter aparece como um dos maiores nomes do thrash metal nacional e, depois de cinco anos de luta, finalmente consegue lançar, de forma independente, seu primeiro álbum completo: Strong Mind.

A banda, surgida em 1998, mudou de nome algumas vezes, outras de formação e passou até mesmo por um período de inatividade, em 2000, mas voltou com tudo no ano seguinte. Estabilizados com Tiago Torres (guitarra e vocal), Gabriel Spazziani (guitarra), Armando Benedetti (baixo) e Evandro Júnior (bateria), gravaram o elogiado CD-demo New Times, numa espécie de aquecimento para a pancadaria que estava por vir. Em Strong Mind, o Mad Dragzter apresenta um thrash metal típico dos anos 80, com fortes influências de Anthrax, Slayer, Exodus e Metallica do período entre os álbuns Kill 'Em All e ...And Justice for all, mas com toques de heavy metal tradicional.

O guitarrista-solo Gabriel certamente já pode ser considerado um dos destaques da cena nacional e faz uma excelente dupla com Tiago, cuja voz lembra muito a de Nick Holmes, da banda britânica de doom metal Paradise Lost. Uma das grandes atrações do disco é o baterista Evandro Júnior, que usa e abusa, com muita habilidade, dos dois bumbos, mas que, "pelos velhos motivos de prioridade e afinidade musical", como afirmou o guitarrista/vocalista Tiago, deixou o grupo há poucos dias, dando lugar para Eric Claros, que terá de suar muito para manter o nível de seu antecessor.

Strong Mind é uma aula de agressividade, com uma produção de primeira, assinada por San Issobe, e gravado sem apoio de gravadoras, no Nimbus Studio, em São Paulo. A banda não deixa a peteca cair em nenhum momento do álbum, que tem como destaque as faixas Break Down, Lost, Strong Mind, New Times e Mad Dragzter. Os caras já estão merecendo um bom contrato com uma gravadora.


Outras resenhas de Strong Mind - Mad Dragzter

Mad Dragzter: Prove sua Mente Forte!Resenha - Strong Mind - Mad DragzterResenha - Strong Mind - Mad DragzterResenha - Strong Mind - Mad Dragzter




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Mad Dragzter"


Mad Dragzter: A coleção de CDs de thrash do guitarrista TiagoMad Dragzter
A coleção de CDs de thrash do guitarrista Tiago


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1981Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1981

Slipknot: Veja membros atuais sem máscaraSlipknot
Veja membros atuais sem máscara


Sobre Raphael Crespo

Raphael Crespo é jornalista, carioca, tem 25 anos, e sempre trabalhou na área esportiva, com passagens pelo jornal LANCE! e pelo LANCENET!. Atualmente, é editor de esportes do JB Online, mas seu gosto por heavy metal o levou a colaborar com a seção de musicalidade do site do Jornal do Brasil, com críticas de CDs e algumas matérias especiais, que também estão reunidas em seu blog (http://www.reviews.blogger.com.br). Sua preferência é pelo thrash metal oitentista, mas qualquer coisa em termos de som pesado é só levantar na área que ele mata no peito e chuta. Gosta também de outros tipos de som, como MPB, jazz e blues, mas só se atreve a escrever sobre o que conhece melhor: o metal.

Mais matérias de Raphael Crespo no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336