Motörhead: Morre, aos 61 anos de idade, Phil "Philthy Animal" Taylor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Daniel Faria, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O ex-baterista do MOTÖRHEAD Phil "Philthy Animal" Taylor morreu na quarta-feira, 11 de novembro aos 61 anos de idade.

Cachorros: As raças que melhor combinam com cada gêneroRegis Tadeu: o chororô insuportável do Red Hot Chili Peppers

O ex-MOTÖRHEAD "Fast" Eddie Clarke postou o seguinte tributo ao colega: "Meu caro amigo e irmão morreu ontem à noite. Ele esteve doente fazia um tempo mas isso não suaviza nem um pouco quando a hora realmente chega. Eu conheço Phil desde que ele tinha 21 anos de idade e ele era um puta personagem. Felizmente, fizemos música fantástica juntos e eu tenho muitas muitas memórias queridas dele de nosso tempo junto. Descanse em paz, Phil!"

Imagem

Taylor tocou no MOTÖRHEAD de 1975 a 1984 e outra vez de 1987 a 1992.

Em uma entrevista de 1983 para a revista Artist, Taylor contou sobre seu estilo de bateria no Motörhead: "Bem, uma vez que Lemmy começa a tocar, ele fica meio que solto na dele, de certa forma. É algo que vem naturalmente; mas quando Robbo (Brian Robertson, guitarrista) entrou na banda, começamos a trabalhar um pouco mais. Quando Eddie estava na banda, eu tocava mais com a guitarra do que com Lemmy, porque ele não é bem um baixista. Lemmy sempre toca tão rapidamente que sempre resumia-se a mim e ao guitarrista para manter a melodia e o ritmo. Lemmy só toca sem parar o tempo todo, então para os altos e baixos do repertório, as subidas e descidas, luz e sombra - seja lá como você chama isso - basicamente resume-se à Robbo e eu. Eu nunca tinha tocado muito antes, então é provavelmente muito mais difícil para Robbo do que para mim. Ele sempre tocou em bandas que tinham um baixista apropriado, por assim dizer."

Clarke e Taylor juntaram-se ao ex-colega Ian "Lemmy" Kilmister no palco dia 6 de novembro de 2014 na National Indoor Arena em Birmingham, Reino Unido antes de Clarke, Lemmy e o atual baterista do MOTÖRHEAD Mikkey Dee arrasar com uma ótima rendição do clássico deles "Ace of Spades".

Perguntado em uma entrevista de 2011 com a Guitar International se ele tinha alguma intenção de se reunir com Taylor e Clarke, Lemmy disse: "Não, porque esses dois caras que estão comigo agora ficaram comigo por mais tempo do que os dois originais. Eles tocaram 'Ace of Spades' mais vezes do que aqueles dois. Eles tocaram 'Overkill' mais vezes do que eles dois. Por quê eu deveria por Phil [Campbell] e Mikkey de lado para tocar com esses caras que provavelmente não as tocam tão bem quanto eles? Eles ficaram sem praticar. É ridículo pensar nisso. Então seria um show nostálgico. Eu sou todo a favor do agora e do futuro."

Sobre se ele ainda fala com Phil e Fast Eddie, Lemmy disse à Guitar International: "De vez em quando. Eu gosto de Phil, ele era meu melhor camarada. Eddie era meio que um amigo exceto que ele sempre estava reclamando sobre algo. Ficou tedioso. Da última vez que ele saiu, nós ficamos na nossa. Antes, algum de nós ia atrás dele para trazê-lo de volta. Foi uma pena, ele não deveria ter feito aquilo, nós tínhamos muitas coisas a nosso favor na época. Ele deveria ter persistido. Foi aquela coisa com Wendy O. Williams e eu não conseguia entender aquilo (referência: terem gravado 'Stand By Your Man', um cover de Tammy Wynette com Wendy O. Williams). Ele simplesmente desistiu porque Wendy não ficou imediatamente perfeita, ela precisava ensaiar mais umas vezes e ele saiu da banda por causa disso. Eu não conseguia acreditar. Eu acho que ele estava esperando que seria convencido a voltar. Phil entrou na sala e disse, 'Eddie saiu de novo'. Eu disse, 'de quem é a vez de ir falar com ele?' (risos). Eu disse, 'foda-se, eu não vou fazer aquilo.' E foi assim que ficou. Decisão errada da parte dele."

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Morte de Phil Animal Taylor

Motörhead: falece o lendário Phil "Animal" TaylorMotorhead: Slash comenta morte de Phil "Animal" TaylorLemmy Kilmister: "Estou me sentindo muito, muito triste! Na verdade, devastado!"Ozzy Osbourne: "Descanse em paz - e ele ainda me deve $500 por aquela vez em Vegas"Animal Taylor: Metallica, Mustaine, Portnoy e outros lamentam a morteTodas as matérias sobre "Morte de Phil Animal Taylor"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 12 de novembro de 2015
Post de 11 de novembro de 2016

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Morte de Phil Animal Taylor"Todas as matérias sobre "Motorhead"

Cachorros
As raças que melhor combinam com cada gênero

Regis Tadeu
O chororô insuportável do Red Hot Chili Peppers

Oops!
Dez erros eternizados em gravações

Na Mira do Regis: farsa do playback no "Superstar" é desmascaradaBruce Dickinson: "Venha para o backstage e eu cuidarei de você"Slayer: "Metal é o que gosto de ouvir. Metal é o que faço."Guitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rockVideo: Metallica, Slayer, Slipknot, Pantera e A7X sem distorção

Sobre Daniel Faria

Nascido em 1977, cresceu em um lar onde rock progressivo dominava as ondas do ar. Aos 12 anos, com a compra de "Paranoid" (Black Sabbath) tudo mudou e o metal gradualmente passou a ser o som predominante em casa. Estudou Computer Science / Applied Science pela Concordia University (Montreal, Québec, Canada) e hoje vive em um vilarejo rural em Simcoe County, centro-sul de Ontario, Canada.

Mais matérias de Daniel Faria no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online