Pink Floyd - Perguntas e Respostas

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Pink Floyd - Perguntas e Respostas

Traduzido por João Paulo Andrade

  | Comentários:

Esta coletânea das principais perguntas e respostas sobre o Pink Floyd foi montada tendo como principal fonte de referências o faq oficial Echoes e as discussões do newsgroup alt.music.pink-floyd.

Imagem

De onde vem o nome Pink Floyd?

Pink Floyd não foi o primeiro nome da banda. Antes foram conhecidos por Sigma 6, T-Set, Megadeaths, Abdabs e The Pink Floyd Sound. O nome Pink Floyd é a junção dos nomes de dois antigos músicos de Blues, Pink Anderson e Floyd Council (Dipper Boy), que influenciaram Syd Barret. Syd nomeou a banda com o nome de um dos discos da dupla, The Pink Floyd Sound, mais tarde abreviado para Pink Floyd.

Quais foram as formações do Pink Floyd?

Roger Waters, Rick Wright, Nick Mason, Syd Barrett, Bob Close

Roger Waters, Rick Wright, Nick Mason, Syd Barrett

Roger Waters, Rick Wright, Nick Mason, Dave Gilmour, Syd Barrett

Roger Waters, Rick Wright, Nick Mason, Dave Gilmour

Roger Waters, Nick Mason, Dave Gilmour

Nick Mason, Dave Gilmour

Nick Mason, Dave Gilmour, Rick Wright

Quais foram os álbuns lançados pelo Pink Floyd e pelos seus componentes?

Os álbuns a seguir foram lançamentos oficiais mundiais da banda.

The Piper at the Gates of Dawn (1967)
A Saucerful of Secrets (1968)
More (1969, trilha sonora)
Ummagumma (1969)
Atom Heart Mother (1970)
Meddle (1971)
Obscured by Clouds (1972)
Dark Side of the Moon (1973)
Wish You Were Here (1975)
Animals (1977)
The Wall (1979)
The Final Cut (1983)
A Momentary Lapse of Reason (1987)
Delicate Sound of Thunder (1988)
The Division Bell (1994)
Pulse (1995)

Principais lançamentos especiais ou comemorativos

A Nice Pair (1973, na realidade apenas os dois primeiros discos em um único álbum duplo)

A Collection of Great Dance Songs (1981, coletânea)

Shine On (1992, caixa especial com 9 cds)

Lançamentos solos dos componentes da banda

Syd Barrett: The Madcap Laughs (1970), Barrett (1970), Syd Barred (1974), The Peel Sessions (EP 1988), Octopus (coletânea 1992), Crazy Diamond (Box Set 1993)

Roger Waters: Music from The Body (1970), Pros and Cons of Hitchhiking (1984), When The Wind Blows (trilha sonora, 1986), Radio Kaos (1987), The Wall Live Berlin (1990), Amused to Death (1992)

David Gilmour: David Gilmour (1978), About Face (1984)

Richard Wright: Wet Dream (1978), Broken China (1997)

Nick Mason: Ficticious Sports (1981), Profiles (1985)

O que é o som quadrofônico anunciado em algumas gravações do Pink Floyd?

O sistema quadrofônico é um método de gravação e reprodução de som que usa quatro canais independentes ao invés de apenas um (sistema mono) ou dois (sistema estéreo). O sistema quadrofônico permite a reprodução de som realmente em três dimensões, não apenas com a percepção de lateralidade do estéreo mas também com percepção de profundidade. O Pink Floyd usou a gravação quadrofônica em três álbuns apenas: Atom Heart Mother, Dark Side of the Moon e Wish You Were Here.

Embora os discos possam ser tocados normalmente em um equipamento estéreo, para que se tenham o efeitos quadrofônicos especiais da gravação é necessário um equipamento especial, com dois amplificadores e quatro caixas de som independentes. Estes equipamentos não são mais fabricados assim como não são mais feitas gravações no sistema quadrofônico. As gravações em CD não podem ser quadrofônicas, apenas algumas versões originais em vinil dos discos acima possuem este efeito.

Não confunda o sistema quadrofônico com o sistema surround. No surround, apesar das quatro caixas, os canais de som são apenas dois.

Porque Syd Barrett Deixou a banda?

Syd Barrett foi fundador e o principal responsável pela definição do som do Pink Floyd. Talvez em virtude do excesso de drogas ou mesmo por algum tipo de predisposição Syd Barrett ficou louco e teve de ser dispensado da banda visto que não conseguia mais compor nem tocar. Mais tarde chegou a gravar alguns discos solo. Hoje vive isolado, morando apenas com a mãe e raramente é visto. Os direitos autorais decorrentes de seus discos com o Pink Floyd lhe permitem uma vida muito confortável. Gasta seu tempo se dedicando a pintura e a uma coleção de moedas.

Durante as gravações do disco Wish You Were Here (ironicamente um disco dedicado a ele) Syd Barrett apareceu no estúdio, gordo, maltrapilho e com a cabeça raspada. Ficou assistindo as gravações e só foi reconhecido pelos companheiros de banda horas depois.

Porque Richard Wright deixou a banda?

Seja por simples diferenças musicais ou por dependência de cocaína (existem as duas versões) segundo Waters Wright não se aplicava mais nas gravações e composições e foi posto de lado. A partir de The Wall Wright já não participava da banda e era pago apenas como um músico contratado. Ironicamente graças a isso ele foi o único a lucrar algo durante a turnê, visto que os shows custavam mais do que o arrecadado (principalmente em virtude do imenso muro que tinha que ser construido a cada show para ser demolido no final).

Richard Wricht participou ainda como músico de estúdio do disco Momentary Lapse of Reason e da turnê de Dark Side Of The Moon.

Mais tarde foi novamente incorporado ao Pink Floyd.

O balão em forma de porco da capa de Animals realmente existiu?

Sim. A capa de Animals trata-se de uma foto na realidade (ou uma montagem de duas fotos) e não de uma simples gravura. Durante as fotos o balão que devia estar amarrado por um cabo de aço se soltou e subiu a quilômetros de altura passando várias horas no ar. O vôo do porco foi bastante filmado e usado no vídeo de Pigs.

Mais tarde um balão semelhante era usado durante os shows da banda, ficando suspenso sobre a platéia. Devido a uma mudança brusca nas condições climáticas, uma vez o porco baixou muito e foi pego pelo rabo pela platéia enlouquecida. O rabo soltou, foi despedaçado e levado em pequenos pedaços como recordação do show pelos milhares de fãs presentes. Na turnê de Dark Side Of The Moon, um balão em forma de pirâmide também era suspenso sobre a platéia e teve destino semelhante (desta vez o balão inteiro).

Qual o conceito e a origem dos nomes dos discos?

Uma das marcas do chamado rock progressivo trata-se da profundidade das letras. Mais do que simples trabalhos musicais no rock progressivo era importante que o conteúdo fosse interessante. Em um álbum conceitual todas as letras abordam um mesmo assunto (um mesmo conceito). Costuma-se dizer que o primeiro álbum conceitual lançado foi Sgt Peppers dos Beatles, pois as músicas possuiam ligações entre si.

The Piper at The Gates of Dawn:

O título vem do sétimo capítulo do livro "The Wind in the Willos" de Kenneth Grahame. Este livro era um dos favoritos de Syd Barret.

Ummagumma:

Ummagumma é uma gíria para sexo, assim como rock and roll. Logo Ummagumma quer dizer apenas rock and roll.

Meddle:

O nome trata-se de um trocadilho com Meddal (medalha).

Dark Side Of The Moon:

Trata-se de um dos mais bem explorados temas. Todas as músicas versam sobre os males que afligem o homem moderno. O tempo escravizador (Time), o dinheiro (Money), solidão (Us and Then), entre outros.

Wish You Were Here:

O tema principal do disco é a ausência. Provavelmente trata sobre a ausência de Syd Barret, fundador da banda, que enlouqueceu e passou a se isolar do resto da banda e das pessoas.

Animals:

O fio condutor de todo o disco é uma versão da peça "A Revolução dos Bichos". O tema trata sobre os conflitos de classes e as desigualdades sociais. Os cachorros (Dogs), porcos (Pigs) e ovelhas (Sheeps) representam os capitalistas selvagens, os burocratas capitalistas e o povo dominado.

The Wall:

O tema do disco (e do filme) é solidão e isolamento. O muro é uma alegoria ao muro que as pessoas constroem em torno de si para preservar sua individualidade. A escola, a família e o governo são apontados como os responsáveis pela exarcebação do individualismo e do medo de se relacionar abertamente com as outras pessoas.

The Final Cut:

Todo o disco trata sobre os prejuízos da guerra e sobre o desperdício de vidas humanas feito pelos governantes. Visto que o pai de Roger Waters morreu em combate fica óbvio que este disco é bastante autobiográfico. Neste ponto da carreira do Pink Floyd Roger Waters havia tomado para si as rédeas da banda e este é praticamente um trabalho solo de Waters mais do que um disco da banda.

The Division Bell:

Falta de comunicação é o tema do álbum. O Division Bell (sino da divisão) trata-se de um instrumento presente na sede dos parlamentos ingleses que é tocado quando ocorre uma divisão de opiniões entre os parlamentares. Ou seja, é usado quando está ocorrendo falta de comunicação entre os presentes e indica o momento em que deve haver uma votação.

Quais os significados e origem dos nomes de algumas músicas?

Pow R. Toc H.:

Há controvérsias. Algumas das interpretações são "Power Toke", "Power Tokage", "Power Touch" e "Power Torch". Toc H é também uma espécie de seita, uma irmandade cristã que se espalha por todo o mundo e busca através do estudo a compreensão do significado da vida. Alguns dizem que a música teria alguma relação com isto.

Chapter 24:

A letra da música é uma adaptação livre do capítulo 24 do livro do I Ching.

Be Careful With that Axe Eugene:

O significado desta música é uma das mais frequentes perguntas. Quem é Eugene e porque ele deve tomar cuidado com o machado? Uma das respostas mais interessantes dizia que a música se referia a Jerry Garcia, lendário guitarrista do grupo Grateful Dead que havia perdido um dedo de sua mão direita em um acidente com um machado manuseado pelo seu irmão chamado Eugene. Mais tarde foi esclarecido que a perda do dedo de Garcia realmente fora devido a um machado mas que o nome de seu irmão não era Eugene e a música não tinha nenhuma relação com o fato. A música foi lançada como lado B do single "Point me at the Sky". Ambas as músicas tem relação entre si e talvez sejam baseadas em um livro infantil inglês chamado "Eugene and His Flying Machine".

When The Tigers Broke Free:

A música fala sobre a tomada de uma cidade italiana pelas forças britânicas durante a Segunda Guerra Mundial. O pai de Roger Waters morreu durante esta invasão. Esta música só consta do filme The Wall e não do disco.

O que dizem as vozes ao fundo de algumas músicas?

A seguir estão as transcrições (em alguns casos apenas aproximadas) do que dizem algumas das vozes ao fundo de diversas músicas.

Astronomy Domine:

São citados ao fundo nomes de uma série de corpos celestes. A voz distorcida aparentemente pertence a Peter Jenner, empresário da banda. No início da música é possível ouvir "Scorpio Libra Pluto Capricorn ... ten seconds to ignition ... all systems satisfied..." Ao final da música é possível ainda ouvir ao fundo a frase "...just completed orbital..."

Fearless:

A gritaria trata-se de uma torcida de futebol do time de liverpool. A torcida grita "You'll Never Walk Alone". Após o lançamento o time adotou a música como hino e o título foi mesmo colocado no portão de entrada do clube.

Seamus:

"Here is the real dog".

One of These Days:

A voz no meio da música trata-se de Nick Mason dizendo "One of these days I'm gonna cut you into little pieces."

Sheep:

"The lord is my sheperd, i shall not want
He makes me down to lie
Through pastures green he leadeth me the silent waters by.
With bright knives he releaseth my soul.
He maketh me to hang on hooks in high places.
He converteth me to lamb cutlets.
For lo, he hath great power, and great hunger.
When cometh the day we lowly ones,
Through quiet reflection, and great dedication,
Master the art of karate.
Lo, we shall rise up,
And then we'll make the buggers eyes water."

Wish You Were Here:

Você pode ouvir um rádio sendo sintonizado. O pequeno trecho clássico que toca trata-se da Quarta Sinfonia de Tchaikovsky. A voz do locutor diz "and you, Derek, this star nonsense, what do you think of it?"

Dark Side Of The Moon:

As vozes são de dezenas de pessoas comuns que foram recrutadas pela equipe de gravação do disco e foram gravadas respondendo perguntas comuns e conversando descontraidamente como se não soubessem que estavam sendo gravadas.

Speak To Me:

"I've been mad for fucking years, absolutely years, been over the edge for yonks, been working me buns off for bands..."

"I've always been mad, I know I've been mad, like the most of us...very hard to explain why you're mad, even if you're not mad..."

On The Run:

Uma mulher como anunciando vôos em um aeroporto diz "Live for today, gone tomorrow, that's me!"

Great Gig in The Sky:

Uma voz de mulher diz "I never said I was frightened of dying."

Us and Then:

"I haven't had a good thump in years, absolutely years"

"I don't know! I was really drunk at the time".

Brain Damage:

"I can't think of anything to say except, ahahahahaha! I think it's marvellous!"

Eclipse:

"there is no dark side of the moon, really...as a matter of fact it's all dark."

In The Flesh?:

Ao final da música Roger grita "Bass! Roll on the sound effects! Action! Turn it, turn it all off! Turn it all oooofffff!"

Happiest Days of Our Lives:

"You! Yes, you! Stand still laddy!"

Another Brick in the Wall part 2:

"Wrong, do it again!"

"If you don't eat yer meat, you can't have any pudding.

"How can you have any pudding if you don't eat yer meat?"

"You! Yes, you behind the bikesheds, stand still laddy!"

Goodbye Blue Sky:

"Look mummy, there's an aeroplane up in the sky"

"The 11:15 from Newcastle is now approaching"

Young Lust:

"Hello..?"

"Yes, a call for Mrs Floyd for Mr Floyd. Will you accept the charges from the United States?"

"Oh, He hung up! That's your residence, right? I wonder why he hung up? Is there supposed to be someone else there besides your wife there to answer?"

"Hello?"

"This is united states calling, are we reaching..."

"See he keeps hanging up, and it's a man answering."

One Of My Turns:

"Oh my God! What a fabulous room! Are all these your guitars?"

"This place is bigger than our apartment!"

"Can I get a drink of water?"

"You want some, huh?"

"Oh wow, look at this tub? Do you wanna take bath?"

"What are watching?"

"Hello?"

"Are you feeling okay?..."

Hey You / Is There Anybody Out There?:

"Well, only got an hour of daylight left. Better get started"

"Isnt it unsafe to travel at night?"

"It'll be a lot less safe to stay here. You're father's gunna pick up our trail before long"

"Yeah right! ... Magaret, time to go! Maigret, thank you for everything"

"Goodbye Chenga"

"Goodbye miss ..."

"I'll be back"

Nobody Home:

"Alright, I'll take care of them part of the time, but there's somebody else that needs taking care of in Washington"

"Who's that?"

"Rose Pilchitt!"

"Rose Pilchitt? Who's that?"

"Shut Up!"

"36-24-36 does that answer your question?"

"I've got a little black book with me poems in!"

"Who's she?"

"She was in the 5th armoured division."

"Surprise, surprise, surprise..."

"Where the hell are you?"

"Over 47 german planes were destroyed with the loss of only 15 of our own aircraft"

"Where the hell are you Simon?"

In the Flesh:

"Lights! Roll the sound effects! Action!"

"Drop it! Drop it on 'em! Drop it on them!"

Run Like Hell:

"Pink Floyd, Pink Floyd"

"Hammer, Hammer"

"Hey, open up!"

Waiting for the Worms:

"We're... and going to convene outside Brixton Town Hall where we're going to be..."

"The Worms will convene outside Brixton Bus Station. We'll be moving along at about 12 o'clock down Stockwell Road... twelve minutes to three we'll be moving along Lambeth Road towards Vauxhall Bridge. Now when we get to the other side of Vauxhall Bridge we're in Westminster area. It's quite possible we may encounter some... by the way we go."

The Trial:

"Go on Judge! Shit on him!"

The Post War Dream:

"...announced plans to build a nuclear fallout shelter at Peterborough in Cambridgeshire..."

"...three high court judges have cleared the way..."

"...It was announced today, that the replacement for the Atlantic Conveyor the container ship lost in the Falklands conflict would be built in Japan, a spokesman for..."

"...moving in. They say the third world countries, like Bolivia, which produce the drug are suffering from rising violence..."

Your Possible pasts:

"Ranks! Fire!"

The Gunner Dream:

"A real one ..."

Paranoid Eyes:

"I'll tell you what, I'll give you three blacks, and play you for five..."

"Ta! You was unlucky there son"

"Time gentleman!"

Get Your Filthy Hands Off My Desert:

"Get your filthy hands off my desert!"

"What did he say?"

The Fletcher Memorial Home:

"Hello Maggie!"

"Who's the bald chap?"

"Goodbye!"

The Final Cut:

"Hello? Listen, I think I've got it. Okay, listen!"

Not Now John:

Pode-se ouvir ao fundo algumas vozes em italiano.

Two Suns In The Sunset:

"Oh no!"

"Daddy, Daddy!"

"...and now the weather. Tomorrow will be cloudy with scattered showers spreading from the east ... with an expected high of 4000 degrees celsius..."

Learning to Fly:

Aparentemente a conversa ao fundo é real, entre um piloto iniciante em seu primeiro vôo solo e uma torre de controle aéreo. Visto Nick Mason ter realmente aprendido a voar e tirado um brevê alguns meses antes das gravações, provavelmente é dele a voz do piloto.

"Set the mixtures rich!"

"Propellers forward!"

"Flaps set 10 degrees!"

"Check!"

"Altimeter!"

"Strobes on!"

"Confirm your ID when you are ready for departure!"

"I want to hear this and I want to know how strong the wind is"

"...for take off, winds blowing at 10 knots!"

High Ropes:

"Hello? - Yeah! - Is that Charlie? - Yes. - Hello Charlie! Great!"

Keep Talking:

A voz metálica trata-se da voz sintetizada do físico Stephen Hawking. Hawking é uma das maiores autoridades em física moderna e em virtude de uma paralisia praticamente completa de seu corpo não pode falar, sendo obrigado a se comunicar através de uma voz sintetizada por computador. A paralisia é gerada por uma doença degenerativa incurável que afeta o sistema nervoso chamada síndrome de Lou Gehrig's.

Outros sons estranhos presentes em algumas músicas.

Ao final de Eclipse, em algumas versões da gravação, aumentando ao máximo o volume no final da música é possível ouvir uma melodia ao fundo. Uma hipótese absurda muito divulgada dizia tratar-se dos Beatles que estariam gravando no mesmo estúdio que o Pink Floyd em uma sala ao lado e teriam sido gravados sem que ninguém percebesse. A verdade é que aparentemente ninguém sabe de que música se trata e nem o motivo de ter sido deixada lá...

Em One Of These Days o teclado toca ao fundo o tema do seriado Dr Who.

Ao final de Wish You Were Here há um violino gravado em volume muito baixo, dificilmente pode ser percebido. O som de tosse na mesma música é de Roger Water e foi deixado lá de propósito.

No início de Empty Spaces você pode ouvir um som estranho ao fundo. Trata-se de uma mensagem gravada ao inverso. Quando tocada ao contrário surge a seguinte frase recitada por Roger Waters: "Congratulations. You have just discovered the secret message. Please send your answer to Old Pink, care of the Funny Farm, Chalfont". Logo após uma voz feminina interrompe "Roger, Carolyn's on the phone!" Para ouvir esta mensagem já devidamente invertida e filtrada visite a página de Arquivos de Som.

O som estranho em Cluster One tratam-se do som da acomodação de camadas de terra que geram os terremotos.

Curiosidades e significados das capas de alguns discos.

Ummagumma:

O último reflexo no espelho da capa é a capa do disco A Saucerful of Secrets.

Wish You Were Here:

Como já foi dito anteriormente o tema deste álbum é a ausência. A foto da capa, com o homem queimando, representa uma pessoa sendo consumida e deixando de existir. A foto da contracapa é a foto de uma pessoa que não existe mais (note que existe a penas a roupa, a pessoa não tem rosto, não tem mãos e não tem pés). Na foto do encarte, a pessoa que mergulha na água não faz a água respingar, logo não existe. Todas as fotos remetem a uma "falsa presença".

The Final Cut:

As pequenas faixas de tecido colorido tratam-se de condecorações de guerra. As distinções são quatro. A maior, branca com listras roxas inclinadas é ganha por atos de coragem e valor em combatentes aéreos. A dourada (com listras preta, vermelha e azul) bem como a verde (com listras preta e vermelha) são ganhas por tempo de serviço. A outra dourada (com listras vermelha, azul e preta) é ganha por serviços prestados na África. São todas medalhas da Segunda Guerra Mundial.

Delicate Sound Of Thunder:

A capa simboliza o encontro entre a luz e o som, os dois componentes da magia do Pink Floyd.

The Divison Bell:

As duas faces da capa formam uma face única.

A construção que aparece na capa é a catedral de Ely, em Cambridgeshire, Inglaterra. O observatório que aparece no encarte ficam em Cerro Tololo, no Chile. A praia que aparece no encarte fica na Inglaterra e se chama Durdle Door.

As linguagens do números no encarte são 2. Binário (os 3 circulos, aberto, fechado e aberto) 3. Espanhol 5. Inglês 7. Hindu 8. Italiano 11. Alemão 13. Japonês 15. Swahili 17. Chinês / Japonês 19. Francês 21. Hebreu 22. Cirílico.

O Enigma de Publius

O Enigma trata-se de um provável quebra-cabeças que teria sido montado pelo Pink Floyd nos últimos discos, havendo um possível prêmio para aquele que o descobrir. O Enigma mobiliza milhares de pessoas em todo o mundo.

O início de tudo foi a seguinte mensagem postada no newsgroup (um grupo de discussão) dos fãs do Pink Floyd na Internet.

My friends, You have heard the message Pink Floyd has delivered but have you listened? Perhaps I can be your guide, but I will not solve the enigma for you. All of you must open your minds and communicate with each other, as this is the only way the answers can be revealed. I may help you, but only if obstacles arise. Listen. Read. Think. Communicate. If I don't promise you the answers would you go. -Publius

Segue a tradução:

Meus amigos, vocês ouviram a mensagem do Pink Floyd, mas vocês a compreenderam? Eu posso ser seu guia, mas não vou resolver o Enigma para vocês. Todos vocês devem abrir suas mentes e comunicar-se com os outros, pois esta é a última maneira de revelar as respostas. Eu poderei ajudá-los mas apenas se surgirem obstáculos. Ouçam. Leiam. Pensem. Comuniquem-se. Se eu não prometer a vocês as respostas vocês irão. - Publius

Publius, codinome da pessoa que enviou esta (e depois muitas outras) mensagem, não pode ser descoberto, pois usa um acesso anônimo para postar as mensagens. A princípio a mensagem não gerou grande repercussão, mas aos poucos foram surgindo fatos que provavam haver um componente da banda ou ao menos um componente da equipe que auxilia a banda por trás do enigmático Publius.

Em uma das mensagens seguinte Publius informou que iria provar que era real no dia 18 de julho de 1995. Neste dia, em um show do Pink Floyd transmitido pelo sistema Pay Per View, em um imenso painel de luzes colocado à frente do palco surgiram as palavras "Enigma Publius". A partir daí o Enigma deixou de ser apenas assunto de alguns internautas fãs da banda e ganhou as páginas das maiores revistas e jornais de música do mundo.

Mais tarde as palavras Enigma e Publius surgiram em reedições dos álbuns da banda, confirmando que Publius realmente é alguem que possui acesso praticamente irrestrito ao material da banda. O Pink Floyd nega, porém, qualquer envolvimento e diz que tudo é apenas coincidência.

Sendo o tema do último álbum da banda a comunicação é natural que o Pink Floyd tenha resolvido envolver a internet nesta busca ao tesouro. Além do desafio inerente ao Enigma diz-se haver um prêmio secreto para quem descobrir a chave do problema. Um dos fatos mais curiosos gerados pela brincadeira foi uma gigantesca escavação movida por milhares de fãs da banda nas redondezas da usina mostrada na capa de The Division Bell.

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?

Matérias relacionadas à matéria acima

Guitarras e Baixos - Perguntas e Respostas
Raul Seixas - Perguntas e Respostas
Ramones - Perguntas e Respostas
Queen - Perguntas e Respostas
AC/DC - Perguntas e Respostas
Nirvana - Perguntas e Respostas
Metallica: Perguntas, respostas e curiosidades diversas
Megadeth - Perguntas e Respostas
Led Zeppelin: Perguntas e Respostas sobre a banda
Kiss - Perguntas e Respostas
Iron Maiden - Perguntas e Respostas
Guns N' Roses - Perguntas e Respostas
Doors - Perguntas e Respostas
Black Sabbath - Perguntas e Respostas
Beatles - Perguntas e Respostas
Rush: Perguntas e Respostas e curiosidades sobre a banda


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Curiosidades
Todas as matérias sobre "Pink Floyd"

Discos: Capas vistas no Google Street View
Parcerias Brilhantes: duplas que marcaram história
Homenagens: Canções inspiradas em músicos falecidos
Mais capas de álbuns: a história do rock no Google Street View
Rock e metal: o outro lado das capas de discos
Pink Floyd: Rolling Stone lança edição especial sobre a banda
Pink Floyd: entenda o "estilo Gilmour" de tocar guitarra
Mustaine: uma nota de Gilmour vale mais que muitos solos
Pink Floyd: banda ganhará exposição multi-sensorial
Vocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rock
Pink Floyd: DSOTM - o que escutar antes do fim do mundo?
Alan Parsons Project: Um álbum de audição agradabilíssima
Hunger: uma versão bem mais pesada de "Another Brick In The Wall"
Pink Floyd: um inusitado tributo a Syd Barrett
Pink Floyd: Shine On... a atmosfera Syd Barrett

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre João Paulo Andrade

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de João Paulo Andrade no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas