Devon: sem inovar, mas profissional

Resenha - Unreal - Devon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Criado no ano de 2008 em Campo Belo (MG), o Devon passou um bom tempo pela fase de execução de covers até decidir que era chegado o momento de encarar as composições próprias. Mesmo tendo como entrave eventuais mudanças em sua formação, os mineiros seguiram adiante e, sem nenhuma demo para testar a recepção de sua proposta, estão agora marcando sua estreia em disco com "Unreal", distribuído pela Voice Music.
"Cê tá de brincadeira, né?": quando grandes nomes vacilamJoão Gordo: Contando para Marília Gabriela o rolê com Kurt Cobain

Com "Unreal", o Devon proporciona um verdadeiro caldeirão de Heavy Metal repleto de melodias lapidadas que, mesmo tão conectado à escola oitentista, foram muitos os esforços no sentido de alcançar uma sonoridade calculadamente atualizada – e certamente o produtor Thiago Bianchi (Shaman) merece créditos neste sentido em função do áudio cristalino resultante de seu trabalho.

E os músicos trabalham com entusiasmo em cima de seus arranjos, fazendo com que o disco funcione em vários níveis. Muitas músicas são cativantes, com bastante espaço para os teclados e bons solos de guitarra – o de "The Sunset Rider" é ótimo! – espalhados ao longo da audição. E, mesmo que algumas (poucas) faixas sejam meio burocráticas, não dá para negar que o saldo final do repertório seja positivo, graças a canções como "Crash Of Reality", "Streets Ain't The Same" e, principalmente, a mais longa e variada "The Sentence".

E assim, sem inovar em absolutamente nada, mas seguindo com esmero e profissionalismo, o Devon debutou com um disco que possui grandes chances de ser bem recebido não somente pelo público que não abre mão do chamado Heavy Metal Melódico, mas também pelos devotos do saudoso NWOBHM e Power Metal. Se o leitor se encaixa neste perfil, fica a sugestão em conferir! E vale mencionar que atualmente a banda tem São Paulo como base, fazendo apresentações em terras paulistas e mineiras.

Contato:
http://www.devonunreal.com
http://www.myspace.com/devonmetal

Formação:
Alex Gardini - voz
Rafael Greco - guitarra
Breno Viana - guitarra
Rafael DM - baixo
Gabriel Trianni - bateria

Devon – Unreal
(2012 / Voice Music – nacional)

01. Crash Of Reality
02. Streets Ain't The Same
03. Turning
04. Call The Brothers
05. The Sunset Rider
06. Forgetting You
07. The Sentence
08. Running Out Of Luck
09. Face Myself
10. On The Road
11. Innocence Degrees

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Unreal - Devon

Devon: debutando com álbum sólidoDevon: Resenha de debut pelo site Warriors of the Metal

Todas as matérias e notícias sobre "Devon"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Devon"

Cê tá de brincadeira?
Quando grandes nomes vacilam

João Gordo
Contando para Marília Gabriela o rolê com Cobain

Rock
Alguns dos discos mais raros (e caros) do mundo

Zakk Wylde: nada truezão logo que entrou na banda de OzzyMegadeth: O recadinho provocante da vocalista do HuntressDave Mustaine: a emocionante carta de despedida ao amigo Nick MenzaIron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversasDazed & Confused: Um despretensioso filme alçado a status de cultYes: baixista Chris Squire morre aos 67 anos, de câncer

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online