Matérias Mais Lidas

imagemJames Hetfield e esposa Francesca se divorciam após 25 anos de união

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemAC/DC: Rick Rubin recorda a problemática produção de "Ballbreaker"

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemO comovente relato de Kiko sobre como foi gravar em meio ao câncer de Mustaine

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemOzzy comenta a brutal honestidade de Lemmy quando estava próximo da morte

imagemAmy Lee escolhe a melhor música do Evanescence para apresentar a banda

imagemRaul Seixas: o clássico que presta homenagem ao brega e foi feito com Paulo Coelho

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado


Dream Theater 2022

Serial Killers: As 10 melhores músicas sobre assassinos da vida real

Por Rafael Testa
Fonte: Loudwire e Wikipedia
Em 10/03/15

Muitas bandas compõem sobre criaturas fictícias que levariam a humanidade a destruição. Outras escrevem sobre as criaturas mais perigosas da humanidade: os serial killers. Confira um top 10 com as melhores músicas sobre assassinos reais.

10 - "Nothing to Gein" - Mudvayne

Serial Killer: Ed Gein. Acusado de matar duas pessoas e também pelo desaparecimento de outras cinco. Ficou conhecido por exumar os cadáveres de cemitérios locais para faze troféus. Quando sua casa foi revistada, foram encontrados: Crânios humanos empilhados sobre um dos cantos da cama; Pele transformada num abajur e usada para estofar assentos de cadeiras;Peitos usados como seguradores de copos; Crânios usados como tigelas de sopa; Um coração humano; Pele do rosto de Mary Hogan, proprietária da taberna local, encontrado numa bolsa de papel; Puxador de janela feito de lábios humanos; Cinto feito com mamilos humanos; Meias feitas de pele humana; Bainha de pele humana; Caixa com vulvas, que Ed confessou usar; Cabeças prontas para exposição ordenadas.

Trecho da letra: "Aprons of flesh corpse scalped hair with skin upon my face." (Aventais de carne humana e cabeça dilacerada, com pele sobre meu rosto.)

9 - "Dead Skin Mask" - Slayer

Serial Killer: Ed Gein

Trecho da letra: "The brush of dead-warm flesh pacifies the means / Incised members ornaments on my being." (A escova dos mortos, a carne fria pacifica os meios / Membros cortados, ornamentos de minha existência)

8 - "Jeffrey Dahmer" - Soulfly

Serial Killer: Jeffrey Dahmer. Dahmer assassinou 17 homens e garotos entre 1978 e 1991. Seus crimes eram particularmente hediondos, envolvendo estupro, necrofilia e canibalismo. Em sua casa, foram encontradas várias fotografias de vítimas assassinadas, despojos humanos (incluindo cabeças e pênis), vários cadáveres foram encontrados em vasilhas de ácido, várias cabeças foram encontradas no seu frigorífico, e um altar de velas e crânios humanos foi descoberto no seu armário. Dahmer foi acusado de praticar necrofilia, canibalismo e uma forma de trepanação, para criar "zumbis".

Trecho da letra: "They feed the need of his cannibal mind / Bloody murders he left behind." (Eles alimentam a necessidade de sua mente canibal / Assassinatos sangrentos que deixou para trás.)

7 - "The Ballad of Leonard & Charles" - Exodus

Serial Killer: Leonard Lake e Charles Ng. Os dois homens sequestravam mulheres e as usavam como escravas sexuais. Depois as assassinavam, juntamente com qualquer homem ou criança que se atravessasse no seu caminho. Lake e Ng sequestraram e mataram 25 pessoas. Eles também realizaram alguns vídeos, onde eles torturavam algumas das vítimas. No rancho de Lake foram encontrados 12 corpos enterrados em covas rasas na propriedade, bem como um bunker, um estoque de armas e um total de 45 quilos de fragmentos de ossos carbonizados. No quarto principal, foram encontrado pedaços ensanguentados de lingerie feminina. (Fonte: noitesinistra.blogspot.com.br)

Trecho da letra: "Bodies thrown down into a hole / Maggots consuming the flesh." (Corpos jogados para baixo em um buraco / Os vermes consomem a carne)

6 - "Ted, Just Admit It" - Jane's Addiction

Serial Killer: Ted Bundy. Segundo as autoridades, ao menos 35 jovens, na faixa de 19 anos de idade, foram mortas em seis estados norte-americanos. Há suspeitas de que já fosse um assassino desde os 15 anos de idade. As mulheres eram algemadas, torturadas, estupradas e mortas. Ele apreciava morder suas vítimas, mutilá-las e cometer necrofilia. Também costumava retornar ao local dos crimes para relembrar o sabor da experiência.

Trecho da letra: "Now sister’s not a virgin anymore / Her sex is violent." (Agora sua irmã não é mais virgem / O sexo dela é violento)

5 - "Countess Bathory" - Venom

Serial Killer: Coutness Elizabeth Bathory De Ecsed. Conhecida como "A condessa sangrenta" ou "A condessa Drácula". Foi encontrada uma agenda nos aposentos de Elizabeth, a qual continha os nomes de 650 vítimas, todas registradas com a sua própria letra. Na época, era comum o comportamento cruel de quem possuía poder com seus criados, mas a condessa passava dos limites, encontrava todas as desculpas para infligir castigos, deleitando-se na tortura e na morte de suas vítimas. Espetava alfinetes em vários pontos sensíveis do corpo das suas vítimas, como, por exemplo, sob as unhas ou nos mamilos. No inverno, executava suas vítimas fazendo-as se despir e andar pela neve, despejando água gelada nelas até morrerem congeladas. Quando se encontrava no castelo, o marido de Báthory juntava-se a ela nesse tipo de comportamento sádico e até lhe ensinou algumas modalidades de punição: o despimento de uma mulher e o cobrimento do corpo com mel, deixando-o à mercê de insetos, por exemplo.

Trecho da letra: "The Countess takes her midnight bath with blood that once gave life." (A condessa toma seu banho da meia-noite com o sangue que uma vez deu vida)

4 - "The Ripper" - Judas Priest

Serial Killer: Jack, o estripador. Ele nunca foi identificado. Suas vítimas eram mulheres que ganhavam a vida como prostitutas. Teorias sugerem que, para não provocar barulho, as vítimas eram primeiro estranguladas, o que talvez explique a falta de sangue nos locais dos crimes. A remoção de órgãos internos de três vítimas levou oficiais da época a acreditarem que o assassino possuía conhecimentos anatômicos ou cirúrgicos. Parte dos assassinatos envolveram atos extremamente pavorosos, como mutilação e evisceração. Rumores de que os crimes poderiam estar conectados intensificaram-se quando diversos órgãos de imprensa receberam uma série de cartas perturbadoras, uma delas com metade de um rim humano conservado. Onze assassinatos foram registrados em três anos e o assassino nunca foi encontrado.

Trecho da letra: "When you least expect me and you turn your back, I’ll attack." (Quando você menos esperar por mim e você virar as costas, eu atacarei)

3 - "Killer on the Loose" - Thin Lizzy

Serial Killer: Jack the Ripper

Trecho da letra: "But honey I’m confessing / I’m a mad sexual rapist." (Mas, querida, eu estou confessando / Eu sou um estuprador, tarado e louco.)

2 - "Psychopathy Red" - Slayer

Serial Killer: Andrie Chikatilo. Conhecido como Açougueiro de Rostov ou Estripador Vermelho. Se tornou notório por confessar o assassinato de 53 pessoas entre 1978 e 1990. Durante anos, Andrei Chikatilo matou e canibalizou dezenas de vítimas, em sua maioria crianças, que ele encontrava em estações de ônibus ou trens. Em seu julgamento, Chikatilo definiu-se como um "aborto da natureza", "uma besta louca", ao qual "só restava a condenação à pena de morte, o que seria até pouco para ele", nas palavras do próprio. Seu desejo foi atendido.

Trecho da letra: "Body count / Laying down mutilated / It's your time to die." (Contagem de corpos colocados no chão mutilados. É a sua vez de morrrer)


1 - "Bloodbath in Paradise" - Ozzy Osbourne

Serial Killer: Charles Manson. Desde os nove anos de idade frequenta reformatórios e cadeias dos Estados Unidos. Manson tinha um grande poder de persuasão, conseguiu seguidores, formou a "Família Manson" e a mandou matar brancos ricos em Los Angeles para que explodisse uma guerra racial. Embora seja responsável por nove assassinatos, o grupo ficou famoso pela morte da atriz Sharon Tate, de 26 anos, mulher do diretor de cinema Roman Polanski. Tate, que estava grávida de oito meses e meio, foi morta a facadas enquanto implorava pela vida de seu bebê. A atriz morreu junto com outras quatro pessoas em sua casa. Com uma toalha encharcada com o sangue da atriz, um de seus comparsas escreveu a palavra "pig" (porco, em inglês) na porta da casa. Na noite seguinte, Manson e outros seis adeptos da seita macabra atacaram a casa do empresário Leno LaBianca, matando-o junto com a mulher, Rosemary. 169 facadas e sete tiros. Mortes aleatórias e sem sentido. Manson pegou prisão perpétua e está preso até hoje.

Trecho da letra: "There’s blood on the walls when Charlie and the family make house calls." (Há sangue nas paredes e Charlie e a família fizeram ligações)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Serial Killers: As 10 melhores músicas sobre assassinos da vida real

Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana

A importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars


Sobre Rafael Testa

Nascido em Juiz de Fora, Minas Gerais, tem 23 anos, é estudante de sistemas de informação e torcedor fanático do Vasco da Gama e do Tupi Football Club. Se interessou por rock/metal depois do grande tio Roney mostrar-lhe o Iron Maiden. Tem o gosto musical muito variado, curte do thrash metal do Slayer ao metalcore do All That Remains. Acredita que existem bandas boas atualmente e faz questão de apresentá-las.

Mais matérias de Rafael Testa.