Cruscifire: Recomendado para os fãs do Metal Extremo

Resenha - Chaos Season - Cruscifire

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Pierre Cortes
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
A banda CRUSCIFIRE, formada pelos irmãos Victor e Caio Angelotti, lança em 2005 sua primeira demo, cujo título é “Sick World”. Dois anos após lançam seu segundo trabalho: “A New Bloody Day”. Trata-se de outra demo. E é somente em 2010 que os meninos finalizam seu primeiro CD, o tão aguardado “Chaos Season”.
Heavy Metal: Loudwire elege 11 melhores álbuns dos 80sPapai Truezão: astros do Heavy Metal em fotos com seus filhos

Para quem ainda não os conhece, eles praticam um Death Metal que soa bastante brutal e agressivo. E a estreia não poderia ser de melhor resultado. O álbum é uma grande e grata surpresa. Em todos os sentidos. Quem assina a arte da capa é o designer Marcelo Vasco, juntamente com Victor Angelloti. Vasco já trabalhou para grandes nomes do Metal como BORKNAGAR, VADER e OBITUARY e aqui faz uma arte primorosa que é bela ao mesmo tempo que impactante.

A produção e gravação ficaram a cargo dos irmãos Angelotti e já aqui eles demonstram que mandam bem. E o que dizer do principal? O som. Pois bem, “Chaos Season” é uma porrada do início até o fim. Um prato mais do que cheio e que vai deixar os amantes mais fervorosos do estilo com a boca aberta e o queixo totalmente caído. Não há trégua. Ricardo Cari, o baterista deste álbum, é uma máquina demolidora e não deixa a peteca cair em nenhum momento. É veloz e muito preciso. Outro destaque fica a cargo das guitarras: riffs rápidos e solos bem feitos e interessantes. Já o vocal de Victor é extremo, intenso e cavernoso. E tudo isso reunido dá origem a um trabalho que é uma bela referência ao que existe de mais extremo no Death Metal nacional, sem nada dever aos nomes do exterior. E as músicas de maior impacto são: “Chaotic”, com riffs rápidos e solo interessante; “Squeals from Slaughterhouse”, a maior do álbum; “Sons of Disgrace”, que mesmo sendo tão extrema, nos possibilita ouvir a forte marcação do baixo de Victor logo no início, além de contar com riffs vigorosos.

A banda agora está com nova formação. No lugar de Ricardo Cari, entra Victor Nabuco e, para reforçar ainda mais este time, Murillo Romagnoli assume a segunda guitarra. E se com um único guitarrista o som do CRUSCIFIRE já era extremo, imaginamos que agora fique ainda mais intenso e violento. Se tivéssemos que resumir a energia de “Chaos Season” em apenas duas palavras, certamente elas seriam: BRUTALIDADE SONORA. Recomendado e fundamental para os fãs do Metal Extremo.

Faixas:

1. A Letter for my Enemy
2. Chaotic
3. The Chaos Season
4. Squeals from Slaughterhouse
5. A New Bloody Day
6. Smash Your Head
7. Sons of Disgrace
8. Finish Him
9. Valley of Suicidal
10. Untrue Illusion

Banda: Cruscifire
País de Origem: Brasil
Título do álbum: Chaos Season
Ano: 2010
Estilo: Death Metal
Gravadora: Independente

Line-up:

Victor Angelotti – Vocal, Baixo
Caio Angelotti – Guitarra

Sites:
http://www.myspace.com/cruscifire
http://www.facebook.com/cruscifire

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Chaos Season - Cruscifire

Cruscifire: Death Metal com algumas pitadas de ThrashCruscifire: Mantendo a relevância do Death Metal

Todas as matérias e notícias sobre "Cruscifire"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Cruscifire"

Heavy Metal
Loudwire elege 11 melhores álbuns dos 80s

Papai Truezão
Astros do Heavy Metal em fotos com seus filhos

Thin Lizzy
"Whiskey in the Jar" já era cantada há centenas de anos

Bon Jovi: freira italiana arrebenta em "Livin' On A Prayer"Capas: confira 10 das mais belas do Rock/Metal NacionalRaimundos: Uma indireta de Rodolfo a Digão e Canisso?Bruce Dickinson: foi difícil evitar as drogas durante toursAerosmith: "Comparações com os Stones costumavam nos chatear!"Vocalistas: as vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep

Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online