God Save The Queen: Uma bela homenagem à banda britânica em POA

Resenha - God Save The Queen (Auditório Araújo Vianna, Porto Alegre, 18/06/2016)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Karen Waleria
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

No último sábado, dia 18 de junho, a "God Save The Queen", ou como é conhecido na sua terra natal, "Dios Salve a la Reina", considerada o maior tributo ao QUEEN no mundo todo, retornou aos palcos gaúchos.

1341 acessosFreddie Mercury: em 1992, o show-tributo para combater a Aids5000 acessosDeath: "Chuck Schuldiner não era um cara simpático!"

O grupo argentino formado por Pablo Padín (voz, piano e violão), Francisco Calgaro (guitarra e teclados), Matías Albornoz (bateria) e Ezequiel Tibaldo (baixo), que já é habitué na capital, apresentou-se no Auditório Araújo Vianna para um número grande de fãs do QUEEN, fãs de boa música e obviamente fãs da própria banda tributo que contabiliza quase duas décadas de existência.

Houve diversos momentos durante o show em que me emocionei, em que cheguei às lagrimas, confesso. Acredito que isso tenha acontecido com mais pessoas presentes. Infelizmente não tive o privilégio de assistir o grande e único Freddie Mercury ao vivo; mas com certeza, até os sortudos que tiveram esse privilégio, assistindo os argentinos no palco se emocionam.

De onde a lenda "Farrokh Bulsara" encontra-se, deve aprovar, deve orgulhar-se da banda que homenageia seu legado de forma tão singular e com total maestria.

Não desprezando Adam Lambert, que tem acompanhado o QUEEN, e agrega muito às apresentações da banda britânica. Mas ver Padin no palco é único, e é o mais próximo de Mercury que alguém pode chegar. Pablo Padin agrega, além da semelhança física, uma semelhança vocal, trejeitos com Mercury assombrosas. Emocionante! Em certos momentos meio que incorpora o artista. Difícil alguém superar o músico, aliás toda a banda reproduz as técnicas da banda original com perfeição. A reprodução de cenário, trajes, iluminação e cenografia que o QUEEN utilizava nos anos oitenta tornam o espetáculo único.

As duas horas de duração da magnífica performance do quarteto, que já foi elogiado por Brian May, percorreu diversas fases da carreira do QUEEN, e também a fase solo de Freddie Mercury.

De cabeça lembro-me que foram interpretadas "A Kind of Magic", "We Will Rock You", "Another One Bites the Dust", "Under Pressure", "Who Wants to Live Forever", "Somebody to Love", "Love of My Life", "The Show Must Go On", "Bohemian Rhapsody", "Radio Ga Ga", "We Are the Champions", " Friends Will Be Friends", "I Want to Break Free" com direito à peruca, peitões... Aliás, um sortudo levou a peruca de brinde. O setlist apresentado deve ter deixado de fora algum hit, ou alguns hits, mas confesso que não senti falta de nenhum. Mas é impossível em duas horas resumir a carreira de uma das maiores bandas de rock do mundo, concordam?

O som, a acústica do Auditório Araújo Vianna estava ótimo e se ouvia com total perfeição todos os instrumentos, tocados com igual perfeição pelos exímios músicos que compõem a banda argentina. A acústica perfeita aliada à iluminação, ao cenário, figurinos fizeram da apresentação uma bela homenagem à banda britânica.

Para quem ainda não assistiu a "God Save The Queen", mais que recomendo.

Parabéns à Opus Produções pelo evento.
Agradecimentos à Agência Cigana pelo Credenciamento.

Fotos: Sônia Butelli

Veja mais fotos do show no link a seguir.
http://www.bit.ly/28JAzej


5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Rock e MetalRock e Metal
Dez canções clássicas que citam Jesus Cristo

1341 acessosFreddie Mercury: em 1992, o show-tributo para combater a Aids233 acessosQueen: em vídeo, 80 músicas tocadas em 15 minutos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Queen"

Metal para BebêsMetal para Bebês
Canções de ninar para filhos headbangers

Jesus CristoJesus Cristo
Algumas canções que levam o seu nome como tema

SketchSheSketchShe
Uma versão de "Bohemian Rhapsody" com humor e peitos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 27 de junho de 2016

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "God Save the Queen"0 acessosTodas as matérias sobre "Queen"

DeathDeath
"Chuck Schuldiner não era um cara simpático!"

DimebagDimebag
Rede de TV libera fotos inéditas da cena do crime

Ronnie James DioRonnie James Dio
Um dos mais notáveis do Heavy Metal

5000 acessosAC/DC: isso sim é uma bela estrada para o inferno5000 acessosRatos de Porão x Iron Maiden: resposta de Jão à entrevista de Bruce Dickinson5000 acessosMulheres: 10 músicas que ajudarão a conquistá-las5000 acessosGuns N' Roses: a verdadeira história de "Rocket Queen"4527 acessosPoder e excentricidade: Ferrari, a paixão de estrelas do rock5000 acessosAC/DC: Axl conta por que Angus vive correndo no palco

Sobre Karen Waleria

Blogueira gaúcha. Estudou letras. Ecleticidade musical é seu ponto forte; com uma tendência ao Rock e Metal. Já foi colaboradora em grandes sites de Rock e Heavy Metal, trabalha com divulgação de bandas e eventos. Responsável pelo blog www.karenwaleria.blogspot.com.br. Siga no Twitter @Rocksblog.

Mais informações sobre Karen Waleria

Mais matérias de Karen Waleria no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online