RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Summer Breeze

Resenha - Grave Digger (Via Rebouças, Curitiba, 03/10/2003)

Por Maurício He-Man
Postado em 03 de outubro de 2003

Fonte das fotos: http://www.afterhour.com.br

Sexta-feira, dia 03 de outubro, no Via Rebouças em Curitiba, aconteceu o show do GRAVE DIGGER. Via Rebouças é um lugar pequeno, mas, estava lotado. Quase todos os mil ingressos foram vendidos. Calcula-se que entre ingressos e convites 950 pessoas estavam no local.

Por volta de 22h30 entrou no palco a ótima STEEL WARRIOR, banda de True Metal de Santa Catarina. Fizeram um show sólido e com boa participação do público, que já os conhecia. Tocaram músicas de seus dois CDs. Soltando petardos como "Army Of The Time", "Your Majesty’s Return", "The First Warrior", "Power Metal", entre outras, e dois covers, "Rock You Like A Hurricane", do Scorpions e "Chains And Leather", do Running Wild. Pena que deu queda de energia no palco por duas vezes, atrapalhando um pouco a apresentação, mas a banda, com muito profissionalismo, conseguiu contornar e manteve o pique. Mesmo com esses probleminhas o STEEL WARRIOR teve uma ótima performance.

Quase meia noite, começa o play back de "The Ring" e adentra o palco The Reaper, em seguida Jens Becker, Manny Schimdt , Stefan Arnold e por fim Chris Boltendahl, e já saem detonando "Rheingold", seguida por "The Dark Of The Sun". A essa altura Chris já estava admirado com a participação do público, que cantava as músicas junto com a banda. Por certo ele não esperava que a galera daqui conhecesse tanto suas músicas. Foram várias e várias as vezes em que se notava sua expressão de espanto com a participação do povão.

E assim se seguiram "Son Of Evil", "Lionheart", "Circle Of Witches", "The Reaper", "Valhalla", "Ballad Of Mary", "Maidens Of War", "Scotland United", "Witch Hunter", "Excalibur", "Morgane Le Fay", "Knights Of The Cross" e "Rebellion", primeiro bis, "Twighlights Of The Gods" e "The Round Table", segundo bis, "The Grave Digger" e "Heavy Metal Breakdown".

A apresentação da banda foi perfeita em todos os sentidos. Para quem acha que no "Tunes Of Wacken", houve alguma mexida pós gravação nos vocais do Boltendahl, pode esquecer. O cara canta aquilo e um pouco mais. Jens Becker quase não se mexe no palco, mas, se mexer para quê? Ele segura a base de maneira soberba, um baixista como poucos no heavy metal. Manny Schmidt faz a sua parte com muita autoridade; claro que o Uwe Lulis tinha mais cara de Grave Digger, mas o Manny em momento algum deixou à desejar, com solos consistentes e sem nenhum senão. Stefan Arnold é um tremendo baterista, que com seus timing e feeling, dispensa qualquer técnica superior, pois é daqueles que tocam com a emoção e isso se transforma em energia pura para as músicas. HP Katzenburg, ou The Reaper, como preferirem, leva os teclados de maneira coesa e inteligente, pois, não se trata do estilo de teclado do chamado metal melódico, por exemplo, que cobre as músicas e por vezes se torna chato, prejudicando inclusive o peso das músicas. No caso dele o teclado entra segurando alguma base, complementando algumas músicas, e até mesmo dando clima viajante em outras; por vezes você nem se lembra que o GRAVE DIGGER utiliza teclados.

Enfim, foi um show memorável, que ficará por muito tempo na memória daqueles que lá estiveram. Outras coisas que ficarão na memória do fã mais atento foram as duas última frases: "CYA SOON" e "IN 2005 WE WILL RETURN BACK HERE. I PROMISE!". Foi um show simplesmente inesquecível e os fãs saíram ainda mais felizes com essa promessa, já que foi a primeira vez que aportaram por aqui e o Chris, que é quem manda em tudo no GRAVE DIGGER, lá só é feita a sua vontade, prometeu voltar.

[an error occurred while processing this directive]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Anos 90: 10 shows pouco comentados

Kai Hansen: escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha

Capas: as 10 mais bonitas lançadas em 2014 eleitas por blog


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal