Resenha - Festa do Dia Mundial do Rock Brasil 2000 (Broadway, São Paulo, 14/07/2002)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carol Oliveira e Patrícia De Pierro
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Edu Falaschi - Angra
Edu Falaschi - Angra

A rádio Brasil 2000 comemorou antecipadamente o Dia Mundial do Rock e levou à casa noturna Broadway no dia 11 de julho as bandas Inocentes, Holy Tree e Angra.

884 acessosRafael Bittencourt: "Eu nunca fui tão feliz", making of #235000 acessosKiss: a mais longa e reveladora entrevista de Eric Singer

Quem abriu o show foi o ex-calouro do Raul Gil - agora contratado pela Warner – Russo. Sua performance impressionou a todos, pois o cara canta, toca violão, gaita e ainda faz a percussão, quase tudo ao mesmo tempo. No repertório clássicos de Janis Joplin, Creedence e Led Zeppelin.

Na sequência veio a galera do Holy Tree, para quem não conhece é a banda que acompanha o Supla. George (guitarra e vocal), Tito (baixo) e Zé (bateria) mostraram que são muito mais do que a banda de apoio do Supla e mandaram um punk rock de primeira com músicas próprias cheias de influências de Clash e Sex Pistols e alguns covers.

Depois de uma longa espera, subiu ao palco aquela que visivelmente era a banda mais aguardada da noite. O Angra fez um show curto e com equipamento da casa, o que prejudicou um pouco a qualidade do som. Abriram, como de costume, com “Nova Era” seguindo com “Metal Icarus” e “Rebirth”.

Clemente - Inocentes
Clemente - Inocentes

O show contou com a participação especial e um tanto inusitada, do guitarrista do Sepultura Andreas Kisser na música “The Number of the Beast”, cover do Iron Maiden. Durante a execução da mais pedida “Carry On” uma falha no equipamento interrompeu o som das guitarras, deixando Kiko e Rafael na mão e os fãs sem ouvir o final da música. Para salvar a banda do constrangimento, Aquiles emendou um solo de bateria com um trecho de “Painkiller”. Fecharam o show com “Angels Cry” e com uma homenagem à seleção pentacampeã, tocando a versão heavy metal de “Pra frente Brasil”.

A apresentação do Inocentes começou por volta das três horas da manhã e a essa altura grande parte do público já tinha ido embora. Sorte de quem ficou, pois pôde conferir músicas como “Pânico em SP”, “Desequilibrio” e “Expresso Oriente” sendo executadas com muita energia por Clemente, Ronaldo, Anselmo e Nonô. Tocaram também o hit “Cala a Boca” do álbum Embalado à Vácuo, que foi cantado em coro pelo público, além dos covers “Verme” (Garotos Podres) e “São Paulo” (365).

Em seguida se apresentou a banda Merkinball (Pearl Jam cover) e para fechar a noite O Surto. Porém nem vamos comentar aqui o show dessa última banda, já que como quase todo o público - que preserva seus ouvidos - fomos embora antes do início da apresentação da mesma.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

884 acessosRafael Bittencourt: "Eu nunca fui tão feliz", making of #23306 acessosRedeTV!: Sonoridades entrevista a banda Angra nesta quinta-feira529 acessosAngra Fest: Fabio Lione e Pompeu convidam fãs para o festival3775 acessosNando Moura: a trolagem do Megadeth e o Top 5 do Kiko Loureiro3787 acessosAngra: "É o melhor baixista com quem eu já trabalhei, um MONSTRO!"5000 acessosKiko Loureiro: "minha resposta para o Nando Moura"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Conviver com Mustaine contribui pra sua carreira?

AngraAngra
Os músicos são menos radicais que os fãs

RhapsodyRhapsody
O Angra reabriu as portas do metal, diz Luca Turilli

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"0 acessosTodas as matérias sobre "Inocentes"0 acessosTodas as matérias sobre "Holly Tree"


KissKiss
A mais longa e reveladora entrevista de Eric Singer

Não é JesusNão é Jesus
Imagem de David Gilmour aparece no pescoço de Fernanda Souza

MotorheadMotorhead
Destaques do funeral de Lemmy Kilmister

5000 acessosMotorhead: Lemmy conta seu segredo com as mulheres5000 acessosBlack Sabbath: mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward5000 acessosMulheres e guitarras: as mais importantes segundo a Gibson5000 acessosCorey Taylor: "Rick Rubin é superestimado, supervalorizado"5000 acessosLoudwire: as melhores músicas de metal de 20122960 acessosHaddad: o prefeito pop toca guitarra e canta Beatles

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Carol Oliveira

Seu primeiro contato com o metal foi em 1993, quando, na época com 13 anos de idade, driblou a censura do Parque Antártica para assistir a apresentação do Metallica. Desde então gasta horas do seu dia e boa parte do seu salário vasculhando o que há de melhor entre os vários estilos musicais. Curte dos clássicos setentistas, passando pelo hard rock “farofa”, heavy metal e até mesmo indie e britpop. Formada em Radio e TV, já trabalhou em veículos como a Rádio Transamérica e o SBT, hoje é uma das sócias da MiG-18, a primeira agência de comunicação voltada pro mercado musical.

Mais matérias de Carol Oliveira no Whiplash.Net.

Sobre Patrícia De Pierro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Patrícia De Pierro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online