Shaman: Grande receptividade e apoio no show de Curitiba

Resenha - Shaman (Studio 1250, Curitiba, 16/02/2001)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Debora Ribeiro e Raissa Bayley Cooke
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Para abrir a noite foi chamada a banda gaúcha Burning In Hell. Apesar de ter sido formada em 95, era bastante desconhecida dos presentes que na primeira música estiveram um pouco apáticos. Porém, devido à grande presença de palco do vocalista Leandro Moreira, o público foi logo conquistado, vibrando e até cantando refrões. A execução de "Brothers Of Metal" aumentou a receptividade de todos.

Rodz Online: 25 Anos de Philips Monsters of Rock 1994 (vídeo)Ozzy Osbourne: "Eu detesto a expressão Heavy Metal!"

O som é um power metal com influências das bandas alemãs do estilo. Sem dúvida o maior destaque é para o vocalista que tem muita técnica, carisma e uma linha vocal melódica que impressionou a todos. A banda agradou em cheio aos presentes por ter uma proposta simples e verdadeira. Os covers do Iron Maiden, "The Wicker Man" e "The Evil That Men Do" levaram o público ao delírio e fizeram com que a simpatia pela banda só aumentasse. O Burning In Hell com certeza merece mais destaque na cena nacional, o que provavelmente será obtido no lançamento do CD a ser gravado em abril deste ano. Quem quiser conhecer um pouco mais sobre a banda pode acessar o Site Oficial.

O trio paranaense Steel Lord entra no palco e despeja o seu true metal na galera. Mostrando logo de cara a sua opinião em relação às bandas de metal melódico que, de acordo com eles, são bandas que tocam batuques e "lalalalas", acabou conquistando a antipatia de parte dos fãs do Angra que se sentiram ofendidos. Porém, diversos "true metallers" presentes apoiaram a atitude da banda. O som é bastante pesado bem no estilo do heavy metal tradicional: simples e marcante. Foi um show curto com destaque ao visual e atitudes a lá Manowar.

Depois de um intervalor de meia hora ouve-se a emocionante intro da música do Shaman: "Time Will Come" que deixou o público ainda mais ansioso pra finalmente poder ver no palco o tão esperado show da noite. Diante da expectativa de todos as luzes se acendem e, para surpresa geral, André Matos já estava a postos no teclado detonando nessa intro. Depois dele, entram: Hugo Mariutti, Ricardo Confessori e Luís Mariutti respectivamente.

O público estava um pouco parado por não conhecer a nova composição, mas ainda assim agitaram pois logo reconheceram a grande influência do Angra. O show segue com "Streets Of Tomorrow" e "Lisbon" que, ao iniciar, o público reconhece a música e canta em coro. André deixa o público cantar sozinho durante grande parte da música.

Após o gostinho da turnê do "Fireworks", André agradece ao público pela força e diz que depois de um ano difícil para eles, só mesmo os fãs para apoiá-los e também agradece por estarem "ao lado deles". Começa uma nova composição, "Here We Go", que também agrada bastante.

Em seguida, o espírito do Angra volta com "Crossing" e logo após a banda deixa o palco e começa o som de "Nothing To Say". André mais uma vez agradece a participação do público e anuncia a música que deu origem ao nome da banda, "The Shaman".

Mais uma composição do Shaman foi apresentada, "Be Free", com destaques ao instrumental em especial à bateria de Ricardo Confessori que ao final continua no palco para execução de seu solo.

Inicia-se "Carolina IV", para a alegria dos fãs que tiveram oportunidade de conferir a música com somente uma guitarra e os solos de Fábio Ribeiro ao teclado com algumas participações de Andre Matos. Ao fim de "Carolina IV", o público começa pedir impacientemente por "Painkiller". Lógico que é uma grande música de uma grande e respeitada banda, porém, faltou um pouco de bom senso do público pois músicos que tem uma banda como o Angra no seu passado mereciam ao menos que os presentes pedissem alguma música como Carry On (que ainda não havia sido tocada). André tenta contornar a situação, mas o público insiste forçando-o a voltar ao microfone para avisar que naquela noite não haveria "Painkiller". No entanto, ele tinha uma música que a maioria dos presentes nunca tinha tido a oportunidade de conferir ao vivo. Agradecendo a banda que aceitou tocar essa música com ele, que ele tanto tinha saudades já que não cantava desde 89. Foi quando a galera começou a gritar pelo Viper e inicia-se "Living For The Night" cantada apenas pelos antigos e mais fiéis fãs de Andre Matos presentes.

O Shaman volta com a última música própria a ser tocada na noite: "Blind Shell" que também foi muito bem recebida e terminam a primeira parte do show com Wings Of Reality se despedindo de todos.

Após uns 5 minutos de grande insistência da galera, ouve-se a introdução de Carry On (Unfinished Allegro) com a volta da banda ao palco. Claro que a execução dessa música fez o público ir ao delírio que ficou completo com o cover de Iron Maiden, "Flight Of Icarus".

Sem sombra de dúvidas, o show do Shaman é uma grande volta para estes três músicos que estiveram envolvidos no ano passado em tantas fofocas, brigas e discussões. A guitarra de Hugo Mariutti não deixa nada a dever pra ninguém. Mostrou muita técnica, desenvoltura no palco e acabou sendo homenageado pelo público que gritou seu nome no momento de apresentação da banda.

A noite serviu para mostrar também que a receptividade e apoio que a banda tem é muito grande. Agora todos aguardam ansiosamente o disco que deve sair em breve e consolidar o lugar do Shaman na cena metal nacional.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Angra"Todas as matérias sobre "Shaman"Todas as matérias sobre "Burning In Hell"Todas as matérias sobre "Steel Lord"


Rodz Online: 25 Anos de Philips Monsters of Rock 1994 (vídeo)

Marcelo Barbosa: assista a Big Trouble, novo clipe solo do guitarrista do AngraMarcelo Barbosa
Assista a "Big Trouble", novo clipe solo do guitarrista do Angra

Luis Mariutti: os bastidores do reencontro com Edu Falaschi e Alex Holzwarth

Kiko Loureiro: trabalhando em novo disco soloKiko Loureiro
Trabalhando em novo disco solo

Rhapsody: Fabio Lione em entrevista exclusiva ao Brasil

Luis Mariutti: comentando a polêmica participação do Angra no Programa do JôLuis Mariutti
Comentando a polêmica participação do Angra no Programa do Jô

Rafael Bittencourt: novos planos do Angra e do Bittencourt ProjectRafael Bittencourt
Novos planos do Angra e do Bittencourt Project

Kiko Loureiro: História das Antigas #5 Macumba na CachoeiraKiko Loureiro
História das Antigas #5 Macumba na Cachoeira

Luis Mariutti: reagindo à participação do Angra no TV mulherLuis Mariutti
Reagindo à participação do Angra no TV mulher

Angra: tour encerrada com show sold out a banda se recolhe para compor novo álbumAngra
Tour encerrada com show sold out a banda se recolhe para compor novo álbum

Angra: Banda encerra a turnê Magic Mirror em SP neste domingoDallton Santos: Confira o novo single/videoclipe de "Aliens"

Luis Mariutti: Se eu sou o melhor eu não sei, mas os meus fãs sãoLuis Mariutti
"Se eu sou o melhor eu não sei, mas os meus fãs são"

Kiko Loureiro: Histórias das Antigas #4 Metal na AmazôniaKiko Loureiro
Histórias das Antigas #4 Metal na Amazônia

Esfera do Rock: Andre Matos se foi. E agora?

Kiko Loureiro: como ele vê ser chamado de melhor guitarrista por Dave MustaineKiko Loureiro
Como ele vê ser chamado de melhor guitarrista por Dave Mustaine

Shaman: a ruptura de um marco do Metal nacionalShaman
A ruptura de um marco do Metal nacional

Andre Matos: uma reunião com o Angra não seria algo sinceroAndre Matos
Uma reunião com o Angra não seria algo sincero


Ozzy Osbourne: Eu detesto a expressão Heavy Metal!Ozzy Osbourne
"Eu detesto a expressão Heavy Metal!"

Uncut Magazine: fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink FloydUncut Magazine
Fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd

Sounds Entertainment: as 100 melhores músicas do Heavy MetalSounds Entertainment
As 100 melhores músicas do Heavy Metal

Preconceito: dificuldades de ser roqueiro em cidade do interiorUruca: Os 9 mais azarados da história do RockJudas Priest: o motivo de terem abandonado o projeto Metal GodDonald Trump: Yoko Ono resume tudo em um único tweet

Sobre Debora Ribeiro e Raissa Bayley Cooke

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.