Sepultura no Rock in Rio 2017: "o melhor show dessa edição"!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Júnior Ramalho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Somente hoje (terça-feira - 26/09/2017), consegui recuperar as energias depois da maratona de shows do dia 24.

AC/DC: Perguntas e respostas e curiosidades diversasMichael Kiske: "O Iron Maiden vende a morte às pessoas!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sem querer desmerecer os demais artistas, estou aqui apenas para expressar em palavras meus sentimentos quanto ao show desta que é uma das maiores bandas de metal do mundo, SE-PUL-TURA.

Lembro que estava com mais dois amigos assistindo ao show do Capital Inicial no palco mundo, quando algo começou a incomodar-me, um dos meus colegas queria muito terminar de assistir o Capital, mas como estava no meio da galera, eu tinha noção que se esperasse até o final do show, perderia algumas músicas do espetáculo que estava pra acontecer no Palco Sunset.

Alguns minutos se passaram, quando um casal passou entre nós, indo em direção ao Sunset, quando um deles falou meio que soltou: "vamos, o show de metal vai começar". Isso quando ainda faltava umas 2 ou 3 músicas para o final da apresentação do Capital Inicial. Nesse momento meio que perdi a noção de tudo que acontecia, simplesmente fui acompanhando o vácuo que esse casal deixava ao passar pela multidão, só tinha uma coisa que passava na minha cabeça: "PRECISO CHEGAR A TEMPO NO SHOW DO SEPULTURA".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já próximo ao palco Sunset, já consegui ouvir a intro, então comecei a andar cada vez mais rápido, até que I am the Enemy estouro como uma bomba em minha cabeça, quando me dei conta já estava quase que dentro de uma Roda Mosh, a principal do evento.

O que vou falar pode ser louca, mas SEPULTURA não tem fãs, tem extensões/membros, a união o entrosamento do Sepultura no palco e nós fãs na pista é algo tão orgânico, que não parece haver as grades que separam ambos os lados.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quando paro pra pensar: "P.... Supla veio pro meio da galera, o que está acontecendo aqui?", mas não era só ele que estava curtindo aquilo, quando eu olhava para os lados, notava no semblante das pessoas que elas queriam mais daquilo, não era apenas mais uma banda tocando...era o SE-PUL-TURA.

Não tem como não citar, mas meu ombro (pra variar) saiu durante uma das músicas, tive que "colocado as pressas no lugar", dor? Talvez tenha sentido, mas o tráfego na roda mosh não podia parar, muito menos eu.
Foi próximo ao meio do show que algo estranho aconteceu, no meio da roda mosh uma cratera começou a abrir, o piso estava cedendo, e isso mesmo que você está lendo, quem esteve lá sabe que o público do Sepultura abriu um buraco naquele chão (provavelmente por uma falha em algum túnel de cabeamento ou tubulações, mas vamos manter a mística e acreditar que fomos nós [Headbanging]).

Tudo meio que deu certo, a parceria musical com músicos de outras áreas, funcionou, as músicas clássicas entraram corretamente em cada parte do show, as músicas novas são simplesmente fantástica ao vivo (Iceberg dance ficou linda).

Já estava conformado no final do show, que nenhuma apresentação daquela noite ou qualquer outra do evento, conseguiria(u) superá-la. Sepultura mostrou não somente para o Brasil, mas para o mundo que o Metal faz a diferença em festivais e seu público nem se fala.

Não precisou nem acabar o evento para a banda começar a ser elogiada, Flea, baixista do Red Hot Chili Peppers, não perdeu tempo e logo expressou todo seu carinho pela banda brasileira.

Algo que eu sempre falava para meus amigos: "Sepultura só precisa de 10 mil pessoas para fazer o melhor show da noite". Eles tiveram muito mais público que isso, mais garra e mais força de vontade, sendo coroados no final com uma antológica apresentação, que será lembrado como uma das melhores, e por que não a melhor, apresentação do Rock in Rio 2017.

Sei que muitos que estão lendo isso, compartilham do mesmo sentimento que o meu e provavelmente dividiram espaço nas Mosh com esse caipira do interior do Rio, com seu colete com os dizeres "Roots of Apocalypse" e uma balaclava caveira no rosto.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção OpiniõesTodas as matérias sobre "Rock In Rio"Todas as matérias sobre "Sepultura"


Sepultura: banda assiste ao tetra do Brasil em 1994Sepultura
Banda assiste ao tetra do Brasil em 1994

Lemmy Kilmister: o encontro inusitado com Max Cavalera em LondresLemmy Kilmister
O encontro inusitado com Max Cavalera em Londres


AC/DC: Perguntas e respostas e curiosidades diversasAC/DC
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Michael Kiske: O Iron Maiden vende a morte às pessoas!Michael Kiske
"O Iron Maiden vende a morte às pessoas!"


Sobre Júnior Ramalho

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280