Manowar: A coerência no estilo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Don Roberto Muñoz, Fonte: HivenNews, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nos 80's os detratores do MANOWAR corriqueiramente acusavam o golpe na indumentária da banda. Foi na capa de "Into Glory Ride" que os músicos confirmaram proposição musical através do figurino. Mas poderiam os integrantes da banda vestir-se à lá DEVO, por exemplo?

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ora, os temas apontam invariavelmente para uma temática mui distante do comportamento que o homem aponta como "burguês". Porém, longe está também d'algo proletário. Ultrapassa a dicotomia "direita/ esquerda". O MANOWAR refere-se, nas letras, a questões mais antigas, logo, mais próximas dos fundamentos. Ambitos primitivos, homens guerreiros e espiritualizados, que viviam e respiravam um mundo simbólico

O trato vertical - a honra por meio da força espiritual da "Palavra", a necessidade dos fundamentos serem respeitados, inclusive nos funerais - e a conduta viril - no "domínio de si-mesmo" diante de tudo que centrifuga, que afasta-o de seu centro, no Amor fraterno ao "irmão de guerra", o respeito ao inimigo na campanha - são temas perenes porque alimentados pelo valor que dignifica a ação nobiliária.

E tais temas são apaixonantes porque pulsam na alma do ser humano, recôndito espaço, íntima parte do ser que almeja rotundamente por algo maior que toda essa vulgaridade pós-moderna que consome o ser 'ainda' humano neste século cibernético em que vivemos. Diria Joseph de Maistre que Deus faz os reis. Já Ortega y Gasset via no aristocrata do espírito um intelectual que ultrapassa a mesmice horizontal dos pragmatistas, racionalistas et caterva.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Alguém já viu alguma banda de heavy metal defender o estilo de ser burguês ou proletário? Eu nunca vi. Realmente, há no heavy metal uma virilidade sonoramente repercutida nunca ocorrida na história do Rock. E não trata-se da rapidez, do peso, ou do volume de som. Trata-se de uma Atitude que confirma a retidão da masculinidade na coerência de propósitos de mãos dadas com a Loyalty - funda-se desta maneira um império. "Hail to England" agradece tal virilidade. E a fama da lealdade do público de metal conhecida é por muitos.

Nem todas as simbologias aqui enunciadas são tratadas nas letras do MANOWAR, mas a idéia de uma virilidade exposta em atos não passa desapercebida por Joey DeMaio e turma. Nas rivalizações entre os fãs, o desconhecimento sobre algum determinado tema de uma banda pode acontecer, mas o preconceito do ignorante pedante em seu despeito a respeito do tema em pauta deve ser deixado de lado, não pode ser levado à sério. A vitória da unidade deve passar inevitavelmente pela coerência, afinal, são em momentos deste porte que a Cultura surge.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Poderia haver maior coerência? A Ordem de Malta é uma ordem católica que começou como uma Ordem Beneditina fundada no século XI na Terra Santa, durante as Cruzadas. Mas transformada rapidamente em ordem militar para melhor servir a seus protegidos. Atualmente, é uma organização humanitária soberana internacional. Sim, Joey de Maio é cavaleiro da Ordem de Malta. Na foto ele entrega um prêmio ao mérito para José Carreras, na Transilvânia. Como diriam os franceses, noblesse oblige.

Roberto Muñoz, escritor




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por escolha do autor os comentários foram desativados nesta nota.


Todas as matérias da seção OpiniõesTodas as matérias sobre "Manowar"


Robertinho de Recife: o próprio Sepultura veio do Metal ManiaRobertinho de Recife
"o próprio Sepultura veio do Metal Mania"

Manowar: dez fotos que não são agradáveis de se verManowar
Dez fotos que não são agradáveis de se ver


Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Gastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musicalGastão Moreira
A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical


Sobre Don Roberto Muñoz

Don Roberto Muñoz, escritor.
Rio-grandense farroupilha nascido em Porto Alegre.

Mais matérias de Don Roberto Muñoz no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280