Sting: liberação da maconha e crítica ao combate às drogas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gabriel von Borell, Fonte: Bol
Enviar correções  |  Ver Acessos

Através de um artigo publicado esta semana em um blog da internet, o cantor STING defendeu a liberação da maconha e condenou as políticas de combate às drogas dentro dos Estados Unidos. A informação é do Bol.

Punk Rock: os 25 melhores discos segundo o site IGNExodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt

"A Guerra às Drogas fracassou - mas é pior do que isso. Ela está de fato prejudicando a sociedade", afirmou o vocalista do THE POLICE. "Os crimes violentos prosperam sob as sombras às quais o comércio de drogas foi relegado. As pessoas que genuinamente precisam de ajuda não a conseguem. Nem as pessoas que precisam de maconha medicinal para tratar doenças terríveis", continuou o cantor. Segundo ele, o governo americano está desperdiçando dinheiro: "Estamos gastando bilhões, enchendo nossas prisões com acusados não violentos e sacrificando nossas liberdades".

STING considera que "as liberdades civis foram atropeladas" e "a aplicação da lei foi militarizada" em consequência das políticas de combate às drogas. "E em troca disso tudo, a Guerra às Drogas não impediu que as pessoas usassem drogas ou que as drogas cruzassem fronteiras para serem vendidas nas ruas", completa. A solução, segundo o músico, seria "enfrentar riscos, sair da zona de conforto e explorar novas ideias" para enfrentar "o que tem sido a mais fracassada e injusta, mas ainda assim intocável questão na política: a Guerra às Drogas".

Quem não gostou nada das declarações de STING foi o grupo internacional Dare (Drug Abuse Resistance Education), que luta pela criminalização das drogas. "Não precisamos que pop stars cheguem e façam declarações irresponsáveis como essa", afirmou um porta-voz da organização. O Dare trabalha na conscientização dos jovens sobre os perigos das drogas e diz que o cantor "deveria se limitar a cantar e não se meter em assuntos sobre os quais ele não entende".



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Drogas e Álcool"Todas as matérias sobre "Police"


Korn: Se pudesse usar drogas de vez em quando, usaria!Korn
"Se pudesse usar drogas de vez em quando, usaria!"

Oasis: até 1998 eu devo ter gastado um milhão com drogasOasis
"até 1998 eu devo ter gastado um milhão com drogas"

Keith Richards: fogo na mansão Playboy em festa com drogasKeith Richards
Fogo na mansão Playboy em festa com drogas


Punk Rock: os 25 melhores discos segundo o site IGNPunk Rock
Os 25 melhores discos segundo o site IGN

Exodus: Rick Rubin é uma verdadeira fraude, diz Gary HoltExodus
"Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt

História do rock: Sexo bizarro, drogas, mortes e outros boatosHistória do rock
Sexo bizarro, drogas, mortes e outros boatos

A História Impopular dos Rolling StonesA História Impopular dos Rolling Stones

Metallica: a habilidade com as baquetas de James HetfieldMetallica
A habilidade com as baquetas de James Hetfield

Led Zeppelin: banda ainda reina entre os boots - conheça o Top 6Led Zeppelin
Banda ainda reina entre os boots - conheça o Top 6

Tom DeLonge: 37 milhões de dólares gastos em procura por AliensTom DeLonge
37 milhões de dólares gastos em procura por Aliens


Sobre Gabriel von Borell

Gabriel von Borell, nascido em 30/03/85, jornalista. Não vive sem música e também não se apega a rótulos musicais. Acredita que todo preconceito é burro, inclusive o musical. Escuta de tudo um pouco, considerando que um jornalista deve estar aberto pra conhecer e comentar sobre qualquer músico ou banda. Pode ser encontrado no Twitter em @gabrielborell.

Mais matérias de Gabriel von Borell no Whiplash.Net.