Steve Jobs: "ele ouvia vinil em casa", diz Neil Young

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site do LoKaos Rock Show
Enviar Correções  

Por Ryan Nakashima, traduzido por Nacho Belgrande.

DANA POINT, Califórnia – o lendário roqueiro NEIL YOUNG levou sua campanha em prol do som digital de alta fidelidade pro palco de uma conferência sobre tecnologia nessa terça passada, dizendo que um gigante da indústria estava do lado dele: o finado Steve Jobs.

Young disse que o co-fundador da Apple era um fã tão grande de música que ele não usava seu iPod e seus arquivos digitais em casa. Ao invés disso, ele usava um formato físico que dizem ter som melhor.

"Steve Jobs foi um pioneiro a música digital. O legado dele é enorme", disse Young. "Mas quando ele ia pra casa, ele ouvia discos de vinil".

Young ainda disse no evento que ele falou com Jobs sobre criar um formato quer tem 20 vezes mais fidelidade do que a maioria dos atuais formatos digitais, incluindo o MP3.

Tal formato, ele afirma, teria 100 por cento dos dados da música, tal como ela é criada no estúdio, ao invés dos 5 por cento nos arquivos comprimidos como o AAC da Apple. Cada faixa seria enorme, e um novo aparelho para armazenamento e execução conseguiria manter apenas 30 discos de cada vez. Cada canção demoraria cerca de 30 minutos para ser baixado, o que está bom se você deixar o aparelho ligado a noite toda, ele disse.

"Durma bem. Acorde pela manhã. Toque música de verdade e ouça a 100% da alegria do som da música", ele disse.

Apesar de Young não ter um plano prático para desenvolver o formato – dizendo que isso caberia ‘às pessoas ricas’ – ele disse que Jobs estava encarregado da ideia antes de morrer de câncer aos 56 anos em Outubro.

"Eu falei com Steve sobre isso. Estávamos trabalhando em cima disso", afirmou Young. "Você tem que acreditar que se ele tivesse vivido mais, ele tentaria, eventualmente, fazer o que eu estou tentando fazer".

A opinião de Young sobre Jobs foi confirmada pelo entrevistador Walt Mossberg, um jornalista do All Things D, que apresentou Jobs nas edições anteriores da conferência.

Mossberg disse que Jobs tinha expressado surpresa com o fato ‘das pessoas trocarem qualidade, no grau que o fizeram, por conveniência ou preço.’

Um porta-voz da Apple recusou-se a comentar.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Carta aberta: Artistas em apoio a casas de show independentes dos EUACarta aberta
Artistas em apoio a casas de show independentes dos EUA


Donald Trump: a história do presidente dos EUA com o rockDonald Trump
A história do presidente dos EUA com o rock

Sweet Home Alabama: o mito Lynyrd Skynyrd x Neil YoungSweet Home Alabama
O mito Lynyrd Skynyrd x Neil Young


Ozzy Osbourne: 25 coisas que você não sabe sobre eleOzzy Osbourne
25 coisas que você não sabe sobre ele

Vitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do BackstageVitão Bonesso
A imensa coleção do apresentador do Backstage


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin