Van Halen: Eddie relembra "guerra" com o produtor de "1984"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ronaldo Fortunato Miquelote, Fonte: Ultimate Classic Rock, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Não é segredo que o Van Halen era uma banda envolta em tensão durante as gravações de seu mítico álbum "1984"- tensões que iriam culminar na saída (a primeira) do carismático vocalista David Lee Roth no ano seguinte. Porém, o que os fãs não sabem é que a cisma do processo criativo do grupo foi muito mais grave do que apenas a ruptura com Roth, levando o guitarrista Eddie Van Halen às vias de fato com o produtor de longa data da banda, Ted Templeman.

Van Halen: Steve Lukather confirma que banda lida com problemas de saúdeCorey Talor: "Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"

Van Halen recapitulou essas batalhas durante uma extensa entrevista em recente edição da Guitar World explicando que a filosofia de Templeman - lançar um single antes do álbum, SEMPRE! - sem mencionar a indiferença diante de algumas canções de Eddie, demandaram a construção do agora lendário estúdio 5150, onde a banda finalizou as faixas de "1984" e a gravação de todos os seus álbuns até hoje.

"Pra resumir... - Eddie relata- ... é que eu queria mais controle". "Eu estava sempre batendo cabeça com o Ted sobre o que faz um disco ser bom. A minha filosofia sempre foi de que eu prefiro trabalhar com as minhas próprias canções do que com as dos outros. Ted dizia que se você refizer um sucesso do passado, que meio caminho já estava feito. (Nota: para as paradas.)

Ajudado pelo engenheiro de som Donn Landee, Eddie lembrou que ele imaginou o que seria algo menos do que um estúdio de gravação completo. Como ele colocou: "Eu apenas queria um lugar um pouco melhor pra mostrar as minhas composições para os caras (da banda)"


Após mentir para os inspetores da prefeitura e afirmar que estava construindo uma quadra poliesportiva para recreação de sua família, como forma de burlar as leis de zoneamento, Eddie e Landee começaram a discutir o que seria o "equipamento certo", incluindo uma mesa de gravação que Van Halen descreveu como " um velho pedaço de mer*a pronto para ser jogado fora", e logo após revelou os frutos de seu trabalho para Templeman e o pessoal da banda. "Eles pensaram que eu estava fazendo uma pequena sala para as demos', recorda e quando Donn disse 'Não, caras, nós vamos gravar discos aqui!, Ted e os outros não ficaram muito satisfeitos com o que ouviram. Entretanto o entusiasmo de Templeman começou a crescer quando ele viu o que Eddie e Landee fizeram com "Jump", que eventualmente fora o primeiro single de "1984". Inicialmente posta de lado durante um tempo, devido à rejeição dos caras da banda à recente veia "sintetizada" de Eddie, a canção foi mais bem aceita após Templeman refiná-la ao ponto de a banda começor a também aceitar os cada vez mais presentes teclados e coisas do tipo que Eddie estava preparando. Porém Ted não estava ligando muito para o restante do álbum, apenas para "Jump" em especial.

Naturalmente isto não significava que Templeman queria deixar Eddie e Landee sozinhos para fazer o que desejassem- o que, no fim das contas, foi o que realmente aconteceu. Eddie relembrou o que ele e Landee chegaram a fazer esconde-esconde com as masters para que a data de lançamento que a gravadora escolhera, 31/12/1983, fosse adiada o máximo possível. Isto era, segundo Eddie, para que "nós dois (Eddie e Landee) trabalhássemos na mixagem final do disco de uma forma com que ficássemos mais satisfeitos. Então, estávamos lá mixando, e subitamente o telefone tocou. Era Ted, no portão da minha casa, querendo as fitas. Eu disse para ir até o portão de trás com as fitas em seu carro. Quando Ted perguntava sobre elas, eu apenas dizia que não sabia nada do que ele falava. Isto aconteceu por umas duas semanas", recordou.

Finalmente, quando o álbum foi lançado, seu incrível sucesso recompensou os esforços de Eddie. "Todos pensaram que eu e Donn estávamos tomando o controle - sim, foi exatamente o que fizemos, e os resultados provaram que não fomos idiotas. Quando você faz um álbum, nunca sabe se os fãs irão aceitar, mas nós tivemos muita sorte e fomos bem sucedidos em meu objetivo"

É digno de nota lembrar o outro lado da moeda. Numa entrevista para a mesma Guitar World, em 1991, Ted Templeman discorreu sobre suas próprias contribuições a "1984", dizendo à revista, "Na época que estávamos compondo o disco, Eddie tinha seu próprio estúdio, portanto tudo o que ele fazia era colocar seus solos no meio da noite, e no outro dia, quando eu chegasse, eu apenas dizia, 'Ei cara, ficou ótimo'. Não estou brincando! Queria poder dizer que eu os ajudei, mas ele acabou fazendo tudo sozinho! Não cheguei a dizer nenhuma vez 'Eddie, vamos refazer o take'. Eu acredito que Eddie se desenvolveu a tal ponto que ele consegue agora fazer as coisas (de produção, mixagem...) sozinho! Ele não precisava tanto assim de um produtor."

Templeman também teceu muitos elogios a Landee, dizendo que ele "é um grande engenheiro, ele realmente teve uma grande participação, capturando aquele som cru da guitarra. Veja, alguns guitarristas, não importa o quanto eles toquem bem, não têm um senso de como fazer seus instrumentos soarem. Quero dizer, Donn tiraria um som de eco muito legal em 'Running With The Devil', por exemplo, que combinaria muito com o retorno do eco da guitarra... No que tange ao meu conhecimento - e eu acho que Donn lhe diria a mesma coisa - gravar as guitarras de Eddie era tão fácil como somente ligar os microfones diante dos amplifdicadores dele.

Por Jeff Giles; Tradução por Ronaldo Miquelote.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Van Halen"


Van Halen: Steve Lukather confirma que banda lida com problemas de saúdeVan Halen
Steve Lukather confirma que banda lida com problemas de saúde

Van Halen: a banda acabou, de acordo com David Lee RothVan Halen
A banda acabou, de acordo com David Lee Roth

Van Halen: David Lee Roth diz que criou tudo na banda, até solos de EddieVan Halen
David Lee Roth diz que criou tudo na banda, até solos de Eddie

Sammy Hagar & The Circle: os sucessos do Van Halen pela primeira vez no Brasil em marçoSammy Hagar & The Circle
Os sucessos do Van Halen pela primeira vez no Brasil em março

Van Halen: David Lee Roth reclama de hiato e diz não saber o que acontecerá com a bandaVan Halen
David Lee Roth reclama de hiato e diz não saber o que acontecerá com a banda

Randy Rhoads: devastado quando viu Van Halen na guitarraRandy Rhoads
"devastado" quando viu Van Halen na guitarra

NoiseCreep: Os 10 frontmen mais teatrais do rockNoiseCreep
Os 10 frontmen mais teatrais do rock

Van Halen: David Lee Roth fez seguro de seu pênisVan Halen
David Lee Roth fez seguro de seu pênis


Corey Talor: Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otárioCorey Talor
"Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"

Church of Satan: Maioria dos músicos de Black Metal são cristãosChurch of Satan
Maioria dos músicos de Black Metal são cristãos

Enjaulados: Os crimes mais chocantes da história do rockEnjaulados
Os crimes mais chocantes da história do rock

Separados no nascimento: Phil Lynott e TiriricaSeparados no nascimento
Phil Lynott e Tiririca

Em vídeo: A diferença entre ser músico e ser rockstarEm vídeo
A diferença entre ser músico e ser rockstar

De AC/DC a ZZ Top: Origens dos nomes de bandas e artistas de rockDe AC/DC a ZZ Top
Origens dos nomes de bandas e artistas de rock

U2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da bandaU2
As 10 melhores músicas de todos os tempos da banda


Sobre Ronaldo Fortunato Miquelote

Sou de São Paulo, a capital financeira e headbanger do Brasil. Desde cedo, me vi influenciado por bandas como Kiss, Van Halen, Queen, Deep Purple, Dream Theater, etc. Conforme fui crescendo, meu gosto foi se expandindo, indo para o Blues, um pouco de Country, Jazz, Fusion, etc. Acredito que um músico deva ser o mais eclético possível, pois de todos os lugares pode vir uma influência, uma batida nova...

Mais matérias de Ronaldo Fortunato Miquelote no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336