Banana Goat: entrevista com expoente do 'Crack Gore'

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Henrique Castro, Fonte: All Gore - Zine, Press-Release
ENVIAR CORREÇÕES  

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

BANANA GOAT - Infame, ridículo, de extremo mau gosto, que chega a ser bom ou no mínimo engraçado. Banana Goat é uma banda piada liderada por um músico (?) que atende pelo igualmente esdrúxulo nome de 'Chernobaby' (Algo como bebê de Chernobyl). Com 2 albuns(?) lançados, o debut: 'Holy Goat! That Hippie Over There is Walking On Water! Loser! Banana Ride, Straight to Hell!' e 'Gore Side of The Moon'. Nós da AllGore achamos o seu canal no Youtube repleto de pérolas do que foi descrito como 'Crack Gore' e levamos um bate-papo com essa figura do underground 'metal' brasileiro.

Rock In Rio 1991: 10 curiosidades sobre a 2ª edição do eventoLemmy: "Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"

AG: Não sei nem por onde começar...Como surgiu essa 'banda'?

CHERNOBABY - Bom, o Banana Goat é uma piada. Surgiu devido a minha falta do que fazer e meu extremo mau gosto. Sempre gostei de coisas escatológicas...E na época estava escutando muito GG Allin e Anal Cunt. Sempre foi algo para entreter meus amigos que curtem metal e encher o saco de algumas pessoas...Já tinha feito algo parecido antes, criando bandas fictícias e incluindo (obrigando) outros amigos a participarem (Risos).

AG: E pelo que vi você tem 2 álbuns lançados?

CHERNOBABY - Sim! O debut foi 'Holy Goat! That Hippie Over There is Walking On Water! Loser! Banana Ride, Straight to Hell!', que tem a capa clássica do 'Banana Goat'! E depois veio o projeto 'Gore Side of The Moon' que era pra ser algo grandioso e conceitual... Seria sincronizado com o filme 'Cinderela Baiana' da Carla Perez (risos). Mas minhas músicas tem 30 segundos cada... ia demorar muito. Eu teria que fazer um álbum com umas 300 músicas e além disso editar tudo assistindo aquele filme tava uma merda! (Risos)

AG: (Risos) Entendi, você disse ali que fez isso para entreter e provocar algumas pessoas... Eu notei a música 'Fui para a Marcha das Vadias Só Pra Ver Peitinho'. Comente isso!

CHERNOBABY - (Risos) Verdade, essa música é muito legal. Eu fiz por que estava de saco cheio sobre esse assunto. Sobre toda aquela babaquice de feminismo radical e essas gurias mal amadas querendo aparecer. Também fiz outra chamada 'Killing Little Animals Just To Piss Off Online Hippie Activists On Facebook', por que estava de saco cheio daquela babaquice toda de todos agora serem muito sensíveis com animais, todos muito protetores dos animais. Não acho certo crueldade com animais, mas essa moda, digo moda, por que ninguém tinha esse senso antes do assunto se popularizar... o que é lamentável... enfim, essa moda é horrível. Assim como qualquer outra. Mas essa talvez seja uma das piores, pois envolve um assunto mais grave... E é terrível ver pessoas se importando com algo, apenas para seguir uma tendência. Sobre entreter amigos, não é algo que todo mundo entende... Talvez só quem tenha contato com o metal, consegue entender a piada..

AG: Eu gostei muito da música 'Leila Lopes Morreu Sem Fazer Anal', vi que é uma das mais acessadas no seu canal.

CHERNOBABY - (Risos) É verdade, ela morreu sem fazer anal, o que é uma pena... Era uma excelente atriz. Mas o vídeo dessa música é o mais acessado por que existem na internet, pessoas pervertidas e burras o suficiente para pensarem que acharão pornografia hardcore no Youtube. Meus vídeos que contém as palavras 'Anal' ou 'Double-Penetration' são os mais vistos (Risos).

AG: Já teve algum problema por causa do nome das músicas ou conteúdo dos vídeos?

CHERNOBABY - Sim, eu tinha uma música chamada 'Gay Nazi Meeting (A Skinhead Love)', zuando esses nazi babacas. O vídeo foi retirado e o YouTube ameaçou fechar minha conta. Não tinha nada demais no vídeo ou música, até por que nunca se entende nada do que eu 'canto' (Risos). O vídeo era a cena de estupro do filme 'A outra história Americana'... Acredito que esses babacas skinheads denunciaram o vídeo por que ficaram ofendidos (Risos).

AG: Quais são suas influências?

CHERNOBABY - Pensei que isso fosse óbvio... Andre Mattos! Tenho duas músicas sobre ele (Risos)! Eu o conheci na Alemanha num festival. É um cara legal, simpático, parou, conversou, bebeu com a gente... Mas depois daquele 'desafio do André Mattos' de quem canta mais agudo, ficou muito zuado! E também fiz para implicar com um amigo que é super fã dele (Risos). Mas minha influência é apenas meu gosto bizarro, o que eu fico pensando o dia inteiro... Tenho uma mente pouco convencional.

AG: Você disse que fez isso para implicar com um amigo. Tem uma música chamada 'Kexo is Gay', o que tem a dizer sobre ela?

CHERNOBABY - Kexo é um grande amigo! Ele é guitarrista e vocal da excelente banda de death metal ‘Infamous Glory’... reis do underground metal, com certeza! Aquela música foi uma brincadeira com ele e uma sacanagem com a música 'You Suffer' que aliás tem a versão pagode também...(Risos). O início é o próprio Kexo falando, anunciando uma música deles, ‘Massacre Celebration’, num show em Sampa... Que aliás nessa oportunidade foi dedicada a mim! Por isso eu o homenageei dessa forma (Risos).

AG: Qual o estilo musical do Banana Goat?

CHERNOBABY - São muitas as vertentes (Risos). Mais o 'Crackgore' é algo que melhor define meu som. Não fumo crack, mas meu público sim. Existe também o 'Funkgore', 'ForróGore' entre outros subsestilos do 'Crackgore'.

AG: Seu público fuma crack? (Risos)

CHERNOBABY - Ah sim! Eu faço música para viciados em crack, caras que se masturbam dentro de coletivos, travestis que injetam silicone industrial, mulheres que mijam atrás de carros na saída das festas, aquele cara que mistura suco de caju com as mãos numa lanchonete na galeria do rock em São Paulo... prostitutas aposentadas e aqueles caras que usam fralda e gostam de ser tratados como crianças... esqueci o nome desse fetiche...(risos). Toda essa gente boa que sempre precisou de um ídolo e nunca teve.

AG: Vejo que tem mais algumas músicas de outro projeto, talvez..

CHERNOBABY - AH..o Ultra-Orthodox BlowJob... É um som mais rap... 'RapGore' ou algo assim, era algo que fiz durante um intervalo no Banana Goat... após achar algumas músicas do BeastieBoys... 'tava com saudade desse tipo de som. Mas lá não sou Chernobaby, sou 'Papa Erectus' (Risos).

AG: Alguma mensagem que gostaria de deixar aos seus possíveis fãs?

CHERNOBABY - Sim, curtam lá meu canal. Parem de me pedir coisas, não vou mandar nada... A não ser que me mandem dinheiro.

Mais em: www.youtube.com/user/BananaGoatArt



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Banana Goat"


Rock In Rio 1991: 10 curiosidades sobre a 2ª edição do eventoRock In Rio 1991
10 curiosidades sobre a 2ª edição do evento

Lemmy: Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!Lemmy
"Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"


Sobre Henrique Castro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin