Jason Bonham: Plant me disse que "Led é com o John"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Steve Appleford, da LA Weekly, recentemente entrevistou Jason Bonham, filho do lendário baterista do LED ZEPPELIN, John Bonham. Segue abaixo um trecho da conversa.

1799 acessosVlog Rock: o significado dos símbolos do Led Zeppelin5000 acessosDavid Coverdale: Em 1974, o Deep Purple Expulsou o ACDC do palco

LA Weekly: Muitas pessoas ainda vêem o ZEPPELIN como um grupo sombrio, perigoso.

Jason: Eles são o grupo de caras mais normais que você poderia encontrar. Em dado momento estávamos ensaiando [para o show de reunião de 2007], e essa senhora surgiu com sanduíches: "Robert, aqui está, coloquei mais picles pra você... Jimmy, os seus estão aqui; John, aqui está sua salada." Quando demos uma pausa, todos pegavam uma seção do jornal e liam. E eu ficava tipo 'Cadê a zoação? Onde estão as cruzes invertidas e as garotas nuas e os altares de sacrifício com virgens neles?' Mas, cara, quando eles tocavam... A chave para eu conseguir fazer o show foi que eu só estava buscando a reafirmação dos três caras no palco. Eu não ligava se tinha mais alguém na platéia.

LA Weekly: Por que Robert Plant não quis fazer turnê depois do show de reunião em Londres?

Jason: O Robert sempre disse a mim: "Jason, você sabe que eu te amo, eu amava seu pai, e sei o quão bom você é como músico. E durante naquela noite, você foi ótimo. Mas para mim, o LED ZEPPELIN é com o John, não o Jason". Apesar que seria benéfico para mim fazer a turnê, eu também concordo com o que ele diz. Eu compreendo.

LA Weekly: Depois daquilo, você esteve trabalhando em músicas novas com o Page e o Jones. Como soou?

Jason: Sim, mas é uma entidade em separado. Eu não acho que jamais viria a ser LED ZEPPELIN. Umas coisas legais com base em riffs, umas coisas acústicas. Acho que o Jimmy ainda está trabalhando naquilo agora. Espero ouvir. Jimmy estava tocando de uma forma incrível.

LA Weekly: Vocês ainda mantém contato?

Jason: Eu falo bastante com o Robert. Eu estou conversando com eles como um adulto agora, conversando sobre coisas adultas e música. Por mais que eu estivesse desapontado por não ter continuado, eu me sinto abençoado por ter vivido naquele curto período de tempo e ser o baterista mais famoso no planeta por algumas semanas.

Leia a entrevista completa (em inglês) pelo site da LA Weekly:
http://blogs.laweekly.com/westcoastsound/2010/11/exclusive_i...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Led ZeppelinLed Zeppelin
Robert Plant acha horríveis seus vocais no começo da carreira

1799 acessosVlog Rock: o significado dos símbolos do Led Zeppelin213 acessosEm 24/02/1975: Led Zeppelin lança o álbum Physical Graffiti479 acessosRobert Plant: unboxing do novo álbum, "Carry Fire"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Total GuitarTotal Guitar
Os 20 melhores riffs de guitarra da história

Pink FloydPink Floyd
Designer fala sobre criação das capas dos álbuns

Led ZeppelinLed Zeppelin
Como não se perder no meio de "Dazed and Confused"?

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"


David CoverdaleDavid Coverdale
Em 1974, o Deep Purple Expulsou o ACDC do palco

Metal ExtremoMetal Extremo
Chocando os jurados em reality-shows ao redor do mundo

AC/DCAC/DC
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

5000 acessosBrian May: "eu não sabia que Freddie era Gay"5000 acessosWest Ham: o time do coração de Steve Harris5000 acessosDave Navarro: conheça a filha atriz pornô do músico4378 acessosUltimate Classic Rock: As músicas mais subestimadas do Megadeth5000 acessosFreedom of Expression: o tema do Globo Repórter5000 acessosIron Maiden: fazendo questão de notar o amor dos brasileiros

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online