Paul McCartney: o sentido da vida inspirado pela maconha

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruno R. Oliveira, Fonte: Nisto Você Pode Confiar
Enviar correções  |  Comentários  | 

No ano de 1964, em Nova York, o jornalista Al Aronowitz foi encarregado de escrever sobre os Beatles para o Saturday Evening Post. John Lennon pediu a ele que entrasse em contato dom Bob Dylan e arranjasse um encontro no hotel onde encontravam-se hospedados. Bob, que estava em Bearsville, veio com sua comitiva e foram levados à suíte dos Beatles no Hotel Delmonico. Os Beatles tinham acabado de jantar com seu empresário quando Dylan entrou e foram devidamente apresentados por Aronowitz.

2777 acessosPaul McCartney: veja cantor em papel no Piratas do Caribe5000 acessosGuns N' Roses: Em vídeo de 1993, Axl Rose detona o Metallica

Os visitantes sugeriram que todos fumassem maconha. Os Beatles estavam mais para as bebidas, como coca-cola com uísque. De acordo com entrevistas publicadas no ano de 2000, não era a primeira vez que eles fumavam um baseado, mas era a sua primeira maconha de boa qualidade. Dylan enrolou um baseado e passou para Lennon, que, sem fumar, passou para Ringo. Ringo passou a fumar o baseado como se fosse um cigarro, sem passá-lo adiante. Aronowitz sugeriu que outro baseado fosse fechado. Logo, estavam todos muito chapados. McCartney concluiu que tinha descoberto o sentido da vida e pediu a Mal Evans, roadie dos Beatles, um lápis e papel para escrevê-lo. No outro dia, McCartney conferiu suas anotações que resumiam-se a uma só frase: "Há sete níveis".

Comente: Qual o sentido da vida?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Paul McCartneyPaul McCartney
Veja cantor em papel no Piratas do Caribe

74 acessosFabio Lima: "Yesterday" dos Beatles em fingerstyle3256 acessosStar Wars Day: May the Force be with Beatles?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Super BowlSuper Bowl
Quando as guitarras fizeram touchdown

BeatlesBeatles
"Fui o bode expiatório para a separação", diz Yoko

Mais capasMais capas
A história do rock no Google Street View

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 28 de agosto de 2016

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Paul McCartney"0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

Gusn N RosesGusn N' Roses
Em vídeo de 1993, Axl Rose detona o Metallica

Rob HalfordRob Halford
A opinião do cantor sobre o vocal gutural

KissKiss
Enganaram Paul Stanley na hora de servir a feijoada

5000 acessosBlack Metal Cristão: site elege 7 bandas que todos tem que ouvir5000 acessosMassacration: "Não somos efeminados! Somos sensuais!"5000 acessosCovers: alguns dos mais legais feitos por bandas de Metal5000 acessosGene Simmons: Por que Eddie Van Halen não entrou no Kiss?5000 acessosOzzy Osbourne: liderando lista de músicas sobre mães5000 acessosExodus: "Dokken e Ratt OK, mas Enuff Z'Nuff é uma merda"

Sobre Bruno R. Oliveira

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Bruno R. Oliveira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online