Matérias Mais Lidas

Kiko Loureiro comenta sobre sua perda de audição e aconselha fãs e músicosKiko Loureiro comenta sobre sua perda de audição e aconselha fãs e músicos

A gritante diferença entre o The Voice Brasil e o gringo, segundo Rodrigo SuricatoA gritante diferença entre o The Voice Brasil e o gringo, segundo Rodrigo Suricato

Por que Freddie Mercury não gostava de se comparar com John LennonPor que Freddie Mercury não gostava de se comparar com John Lennon

Professor de canto se impressiona com Belutti cantando Bon Jovi no CaldeirãoProfessor de canto se impressiona com Belutti cantando Bon Jovi no Caldeirão

O sacrifício que Bill Ward teve que fazer para ajudar a gravar Heaven And HellO sacrifício que Bill Ward teve que fazer para ajudar a gravar "Heaven And Hell"

A opinião de Rafael Bittencourt sobre as cantoras Gloria Groove e LudmilaA opinião de Rafael Bittencourt sobre as cantoras Gloria Groove e Ludmila

Cazuza tinha medo do PT: tenho medo quando PT pegar o poder, que merda que vai darCazuza tinha medo do PT: "tenho medo quando PT pegar o poder, que merda que vai dar"

Classic Rock History: Os 10 discos de rock mais pesados já lançados (mas, cuidado...)Classic Rock History: Os 10 discos de rock mais pesados já lançados (mas, cuidado...)

Power metal: 30 músicas para começar a se interessar pelo estiloPower metal: 30 músicas para começar a se interessar pelo estilo

Choque de Cultura: programa dedicado ao metal faz piadas com Sepultura, Maiden e maisChoque de Cultura: programa dedicado ao metal faz piadas com Sepultura, Maiden e mais

Megadeth: o que Dave Mustaine faria da vida se não fosse o líder da banda?Megadeth: o que Dave Mustaine faria da vida se não fosse o líder da banda?

Por que Elize Ryd não passou no teste para o Nightwish, segundo Olof Mörck (Amaranthe)Por que Elize Ryd não passou no teste para o Nightwish, segundo Olof Mörck (Amaranthe)

Nightwish: o curioso animal de estimação que Floor Jansen gostaria de terNightwish: o curioso animal de estimação que Floor Jansen gostaria de ter

Led Zeppelin: ouça só a bateria de John Bonham em Kashmir.Led Zeppelin: ouça só a bateria de John Bonham em "Kashmir".

Helloween: a inesperada música que Weikath mais gostou de tocar no United AliveHelloween: a inesperada música que Weikath mais gostou de tocar no "United Alive"


Amorphia: Para quem gosta de Thrash Metal oitentista

Resenha - Mercyless Strike - Amorphia

Por José Sinésio Rodrigues
Em 18/04/20

Nota: 9

Na época em que eu apresentava um quadro de Rock e Heavy Metal numa emissora de rádio, aqui no Paraná, adquiri o hábito de escarafunchar a internet à procura de bandas provenientes dos locais mais insólitos do mundo. Desta forma, conheci bandas do Iraque, Somália, Ilhas Fiji e até da Groenlândia. Mantenho este vício até hoje. Desta forma, não é de surpreender que eu tenha, recentemente, conhecido a banda AMORPHIA, da Índia, outro país cuja tradição no Metal é, ainda, relativamente tímida.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De forma sumária, devo dizer que a barulheira feita pelo AMORPHIA é apropriada para fãs de grupos como EXODUS, METALLICA antigo, SLAYER, TESTAMENT e KREATOR. Ou seja: se você gosta desta faceta do Thrash Metal, deve conhecer imediatamente esta banda. No álbum Marcyless Strike, lançado em 15 de janeiro de 2020, uma faixa soa mais instigante que a outra, fazendo você bater a cabeça até sofrer uma concussão! É bem verdade que o trabalho de guitarra aqui observado não é o de um EXODUS ou de um SLAYER da vida, mas quando consideramos que Vasu Chandran é o único guitarrista do AMORPHIA e ainda tem a árdua tarefa de fazer a parte do vocal (que tem um ótimo desempenho, se casando muito bem com todo o instrumental), nos damos conta de que o sujeito é simplesmente genial, genial. O baixista Faizan Mecci desempenha bem seu trabalho nas quatro cordas (apesar de o baixo aqui, como na maioria dos álbuns de Thrash Metal, ser quase inaudível) e ainda faz um magnífico backing vocal. O trabalho de bateria é sólido e magnífico, explorando magistralmente um timbre que complementa o trabalho dos demais integrantes.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Todas as músicas deste álbum são sólidas, beligerantes e pesadas como uma rocha e o vocal, muito semelhante ao do SLAYER, é um complemento magnífico em cada faixa. O álbum todo é pura velocidade, raiva e agressão o tempo todo, cada música sendo uma ode ao Thrash Metal oitentista, em cada uma delas o vocal fazendo o rosnar da morte parecer suave. Tudo aqui é embalado com intensidade, não havendo músicas mais lentas. Pessoalmente, achei que faltou justamente alguma faixa com um andamento menos rápido, para soar diferenciada; mas tenho certeza que se todos os fãs de Thrash Metal oitentista ouvissem este trabalho, 90% deles considerá-lo-iam como sendo uma joia muito bem lapidada, um trabalho completo, coeso, cativante e magnífico.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Integrantes atuais da banda AMORPHIA:
• Faizan Mecci - Baixo e backing vocal;
• Vivek Prasad - Bateria;
• Vasu Chandran – Vocal e guitarra

Discografia da banda AMORPHIA:
• Arms To Death (álbum) – 2018;
• Merciless Strike (álbum) – 2020

Track List do álbum Mercyless Strike:
1. Death Zone;
2. Judgement Day;
3. Mercyless Strike;
4. Mutants’ Rise;
5. Upcoming Terror;
6. Radiation Overdose;
7. Martian Law;
8. Blazing Glares

Bandas Similares:
OVERKILL, dos Estados Unidos;
EXODUS, dos Estados Unidos;
SLAYER, dos Estados Unidos;
TESTAMENT, dos Estados Unidos;
METALLICA, dos Estados Unidos;
DEATH ANGEL, dos Estados Unidos;
KREATOR, da Alemanha;
ANNIHILATOR, do Canadá;
• HATRIOT, dos Estados Unidos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre José Sinésio Rodrigues

José Sinésio Rodrigues mora em Londrina, no Paraná. É professor de Ciências, agente penitenciário, aluno de Geografia e coordenador de Astronáutica de um grupo de Astronomia londrinense. É também palestrante, escritor, quadrinista, contista, ex-radialista e ex-colunista de jornal. Seu contato com o Rock aconteceu com o Faith No More e Pearl Jam, no início da década de 1990. Suas bandas favoritas são: My Dying Bride, Monster Magnet, Dominus Praelii, Acrassicauda, Slayer, Fejd, Arkona e Anabioz.

Mais matérias de José Sinésio Rodrigues.