Dr. Kong: Rock nacional para ser apreciado

Resenha - Protagonista - Dr. Kong

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Sobreira
Enviar correções  |  Ver Acessos

Mesmo que atualmente não nos surpreendamos tanto musicalmente - principalmente pelas facilidades proporcionadas pela Internet e pela quantidade exorbitante de bandas que existem por aí - vez ou outra algumas mais recentes ainda conseguem apresentar algo que chame a atenção, de alguma forma...

Imagine você, leitor, uma mistura entre Rock'n'Roll, gotas de Hard e aquele Rock com traços Pop que fez tremendo sucesso aqui no Brasil, nos anos 80 e 90. Ao menos tentou? Então se não conseguiu, basta dar uma conferida neste trabalho de estréia da banda goianiense Dr. Kong, chamado 'Protagonista' e que foi lançado no ano passado. Ok, pode não ser um som que mude sua vida, mas é realmente interessante!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pelo título do debute, logo se percebe que - ainda fazendo referência ao Rock nacional (ou para facilitar nossas vidas, "B'Rock") - tudo é no mais claro português mesmo, e esticando um pouco mais, é muito fácil perceber que os vocais de Flávio lembram muito os do (ex-)Barão Vermelho Frejat, optando mais pelos graves. O som se apresenta muito bem composto, executado e produzido, e me arrisco dizer, que se tivesse sido lançado há algumas décadas, teria conseguido alguma repercussão nos veículos de comunicação mais "populares".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda formada por Flávio (vocais), Eliel (guitarra); Gustavo (guitarra), Gustavo "Cachopps" (baixo) e Wagner "Capucho" (bateria), conseguiu aplicar camadas de cada estilo citado acima, e pra quem tem o mínimo de conhecimento (ou simpatia) por algum deles, vai saber sentir a "vibe" de cada um, mesmo que tenha ficado bem natural e nem um pouco forçado.

O peso é bem equilibrado e os instrumentos soam bem nítidos e com destaque. Por sua vez, boas melodias e vários detalhes também são bastante perceptíveis por toda a audição de quase 50 minutos, divididos em 13 composições. Destaques? Com certeza existem, mas é claro que isso vai de acordo com cada ouvinte, mas, "Protagonista" inicia bem o trabalho, e inclusive foi a escolhida para receber um vídeo oficial, "Honorários Primatas" possui algumas batidas mais diretas, enquanto que "Consciência" - por algum motivo - por alguns momentos me trouxe à lembrança o clássico "Sweet Home Alabama", do Lynyrd Skynyrd(!!). "Indignação" fala sobre a alienação de um "sistema" que tenta (e em muitos casos consegue) exercer influência em toda a sociedade... Apenas a estrofe: "Eu não vou querer pensar/ Porque pensar faz a cabeça doer/ Quero me anestesiar/ É muito fácil é só ligar a TV", diz tudo! As mais acessíveis "Passos" e "Por Sorte" são bem agradáveis, e juntamente com a encarregada do encerramento "Metanoia", completam os destaques.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para quem não está habituado com essa sonoridade mais voltada ao Rock nacional, com fortes doses de acessibilidade, pode estranhar a sonoridade do Dr. Kong no primeiro contato, mas no fim a experiência será bem bacana, pois a música é de qualidade!

Formação:
Flávio de Carvalho (vocais);
Eliel Carvalho (guitarra);
Gustavo de Carvalho (guitarra);
Gustavo "Cachopps" Silva (baixo);
Wagner "Capucho" Arruda (bateria)

Faixas:
01. Protagonista
02. Fale Tudo
03. Honoráveis Primatas
04. Olho do Furacão
05. Consciência
06. Superficial
07. Indignação
08. Não Perca o Humor
09. Rarefeito
10. Passos
11. Me Chame Essa Noite
12. Por Sorte
13. Metanoia.


Outras resenhas de Protagonista - Dr. Kong

Dr. Kong: resgatando a magia do rock nacionalDr. Kong: Competente blues-rock e exaltação ao Rock nacionalDr. Kong: Resgatando o rock nacional em sua essência



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dr. Kong"


Iron Maiden: a concepção original de EddieIron Maiden
A concepção original de Eddie

Black Metal: cinco bandas do lado depressivo do satanismoBlack Metal
Cinco bandas do lado depressivo do satanismo


Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.

Mais matérias de Vitor Sobreira no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336