Dr. Kong: Competente blues-rock e exaltação ao Rock nacional

Resenha - Protagonista - Dr. Kong

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Rocha
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7

Referências ao Blues, ao Hard Rock e ao Rock nacional oitentista são o que trazem a banda goiana DR. KONG. Fundada em 2015, o quinteto lançou recentemente seu debut, "Protagonista", que mostra um agradável e fresco Rock n' Roll, com diversas referências a bandas clássicas do Rock e a nomes brasileiros importantes do gênero. A banda formada por Flávio de Carvalho (vocais), Eliel Carvalho e Gustavo de Carvalho (guitarras), Gustavo "Cachopps" Silva (baixo) e Wagner "Capucho" Arruda (bateria) traz neste disco 13 músicas bem produzidas e com uma ótima e profissional qualidade de som.

Black Metal: o lado mais negro da cena brasileiraCapas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da história

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Colocando o álbum para rodar, damos de encontro com a faixa-título entregando o cartão de visitas da banda. A faixa 2, "Fale Tudo", é uma música rápida e muito empolgante. "Honoráveis Primatas" é mais cadenciada e pesada, com sua letra crítica à raça humana que é ao mesmo tempo civilizada e com instintos primitivos. Em tempo, este é o significado do nome da banda: DR. KONG retrata exatamente a ideia do macaco civilizado, ou seja, o ser humano de hoje em dia: civilizado, evoluído e primitivo. Lembramos de THE ROLLING STONES ao ouvir o agradável Blues-Rock de "Olho Do Furacão" e a levada charmosa de "Consciência". O peso volta em "Superficial" e na crítica "Indignação".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nesta primeira parte de "Protagonista" o pique se mantém sempre lá em cima, pois é uma bela sequência de canções com o melhor do Rock que estes goianos são capazes de bolar. É impossível dissociar a voz de Flávio de Carvalho da de Roberto Frejat (ex-BARAO VERMELHO), ou mesmo da de Herbert Vianna (OS PARALAMAS DO SUCESSO). Baixo e bateria conduzem com maestria o bom ritmo das músicas, enquanto o trabalho de guitarras se destaca com mãos-direitas precisas da dupla das seis cordas.

A partir da faixa 8, a otimista "Não Perca O Humor", o ritmo cai um pouco, pois as músicas de pegada mais sentimental vieram todas para esta metade do disco. Mas as influências de Blues ainda permeiam por este pedaço do álbum, como nas faixas "Rarefeito" e "Passos". A balada "Me Chame Essa Noite" traz inspirados e bonitos solos de guitarra. E tome mais Blues em "Metanóia", que encerra os trabalhos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um ponto muito forte de "Protagonista" são as letras. Várias delas trazem ideias otimistas, uma coisa que é muito importante neste cotidiano tão difícil. As partes críticas trazem ironias bem-sacadas, vide a faixa "Honoráveis Primatas", onde humanos são chamados de civilizados neandertais. A sonoridade que convencionou-se chamar de Rock nacional precisa mesmo de uma reformulação com bandas como o DR. KONG. A partir dos anos 90 houve uma estagnação do gênero no país, onde somente as bandas oitentistas continuaram levantando a bandeira, contra o surgimento de novos estilos de Rock com forte apelo pop e de qualidade duvidosa, além é claro da péssima música que o Brasil acostumou-se a ouvir nos últimos anos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Parabéns a esta banda goiana. Qualidade o grupo mostrou de sobra em sua estreia, e talento para compor a dupla Flávio de Carvalho e Eliel Carvalho, que assinou a maioria das faixas, derramaram como açude que sangra no período chuvoso. Faltou um esmero maior com os créditos à parte técnica da gravação do álbum. Esta ótima qualidade sonora merecia ter um maior detalhamento de seus responsáveis. Também, o encarte não explicita o responsável pelos teclados bem encaixados em várias composições. Afora isso e o detalhe da distribuição das músicas que aqui foi abordada, musicalmente "Protagonista" é um disco que DR. KONG pode se orgulhar. Recomendado para fãs de BARAO VERMELHO, PARALAMAS DO SUCESSO, CATEDRAL e do Rock Clássico de ROLLING STONES e AC/DC.

Protagonista - Dr. Kong (independente, 2017)

Tracklist
01. Protagonista
02. Fale Tudo
03. Honoráveis Primatas
04. Olho Do Furacão
05. Consciência
06. Superficial
07. Indignação
08. Não Perca O Humor
09. Rarefeito
10. Passos
11. Me Chame Essa Noite
12. Por Sorte
13. Metanoia

Line-up
Flávio de Carvalho - vocais
Eliel Carvalho - guitarras
Gustavo de Carvalho - guitarras
Gustavo "Cachopps" Silva - baixo
Wagner "Capucho" Arruda - bateria


Outras resenhas de Protagonista - Dr. Kong

Dr. Kong: Rock nacional para ser apreciadoDr. Kong: resgatando a magia do rock nacionalDr. Kong: Resgatando o rock nacional em sua essência



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dr. Kong"


Black Metal: o lado mais negro da cena brasileiraBlack Metal
O lado mais negro da cena brasileira

Capas de álbuns: as mais obscuras e marcantes da históriaCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história


Sobre Bruno Rocha

Cearense de Caucaia, professor e estudante de Matemática, torcedor do Ferroviário e cafélotra. Entrou pelas veredas do Heavy Metal na adolescência e hoje é um aficionado e pesquisador de todos os gêneros mais tradicionais desta arte e de suas épocas. Tem como forte o Doom Metal, não obstante o sol de sua terra-natal.

Mais matérias de Bruno Rocha no Whiplash.Net.

adGoo336