Matérias Mais Lidas

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemIron Maiden faz mais um show da "Legacy Of The Beast World Tour"; veja setlist

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemA definição de rock n roll segundo quem melhor entende do assunto: Mick Jagger

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagem"Eu realmente não tenho fé na humanidade", diz Schmier, vocalista do Destruction

imagemLuciana Gimenez tentou aprender com Mick Jagger algo que não funcionou para ela

imagemMike Shinoda não está nada feliz com a interferência das redes sociais na música

imagemTodos os discos do Nightwish, do pior para o melhor, em lista da Metal Hammer

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer

imagemMetallica vai lançar toca discos super invocado, que obviamente custará uma fortuna

imagemO que Adrian Smith descobriu ao retornar ao Iron Maiden


Stamp

Alice in Chains: Sujeira no som de Seattle

Resenha - Dirt - Alice in Chains

Por Vitor Sobreira
Em 17/09/17

Considerado por milhares como uma praga, e por outros como uma revolução, um dos filhos do Rock, o Grunge, dividiu opiniões em seu auge, no início dos anos 90. Influenciando inclusive no vestuário, a sonoridade mais pessoal e por vezes despojada, marcou pra sempre o mercado musical, sempre atualizado em suas tendências…

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vinda de Seattle, no estado de Washington/EUA, a banda Alice in Chains cada vez conquistava mais território, e no dia 29 de setembro de 1992, o mundo veria o lançamento de seu segundo álbum, ‘Dirt’ – comumente referido como clássico e citado entre os melhores do gênero – pela Columbia Records (uma das mais antigas e significativas gravadoras dos Estados Unidos, abrigando artistas de bandas do Pop ao Metal).

Se por um lado, o Nirvana trazia uma aura um pouco mais Alternativa, transitando entre peso e melancolia em suas composições, por outro lado, o Alice in Chains – até então integrado por Layne Staley (vocal e guitarras), Jerry Cantrell (guitarra e vocal), Mike Starr (baixo) e Sean Kinney (bateria) não abria mão de influências diretas do Heavy Rock/Metal, mas dentro de sua proposta alternativa, obviamente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Músicas pesadas, com andamentos predominantemente cadenciados, refrões fortes e uma densa carga emocional, serão basicamente o que o ouvinte se deparará nesse trabalho. A audição é extensa, e quase chega em 60 minutos mas, a cada conferida os bons momentos poderão ser muito bem apreciados, nas brechas musicais. Como observação, dependendo da versão do álbum, a listagem das faixas pode variar.

Se os vocais de Layne soaram límpidos, profundos e dando "aquela" tônica aos refrões, é por que ele foi além da mera interpretação, em letras de cunho bastante pessoal – já que na época enfrentava sérios problemas com as drogas. O instrumental não poderia deixar de seguir esse fio condutor, constantemente pesado, melancólico e ao mesmo tempo forte e encorpado – de riffs sujos, à sessão rítmica hipnótica e melodias reflexivas. Obviamente, os satisfatórios processos de estúdio, também contribuíram para esse resultado final que muitos apreciam. Como detalhe curioso, é de se espantar, que em determinados momentos de algumas composições, fiquemos com a impressão de que aquilo chega a esbarrar no Doom… Mas, é apenas uma lembrança mesmo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como destaques principais, fico com a famosa abertura "Them Bones", "Junkhead", a título "Dirt" (excelentes melodias e andamentos) e o encerramento "Would?", que conta com um início mais tranqüilo com aqueles marcantes dedilhados, para aderir ao peso logo em seguida. Mas, é claro que as menções não ficam apenas nessas, e vai de acordo com o ouvido de cada apreciador.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No mais, é sempre bom ouvir com calma, um som que nunca havia nos interessado antes!

Formação:
Layne Staley (R.I.P. 2002) (vocal, guitarra);
Jerry Cantrell (guitarra, vocal);
Mike Starr (R.I.P. 2011) (baixo);
Sean Kinney (bateria)

Faixas:
01. Them Bones
02. Dam That River
03. Rain When I Die
04. Down in a Hole
05. Sickman
06. Rooster
07. Junkhead
08. Dirt
09. God Smack
10. Iron Gland
11. Hate to Feel
12. Angry Chair
13. Would?.


Outras resenhas de Dirt - Alice in Chains

Resenha - Dirt - Alice In Chains

Resenha - Dirt - Alice In Chains

Resenha - Dirt - Alice in Chains

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagemMike Portnoy compara 5 de abril com 8 de dezembro e relembra rockstars falecidos

imagem5 de abril: uma das datas mais tristes da história da música pesada

imagemAlice In Chains: Jerry Cantrell diz que está 100% nem aí para os haters da Internet

imagemJerry Cantrell: confira vídeo animado de "Siren Song", lançado nesta quarta-feira

imagemAlice In Chains: como era a cena de Seattle na época do grunge, segundo Jerry Cantrell

imagemAlice In Chains: de Bee Gees até Iron Maiden, as bandas que influenciaram Jerry Cantrell

imagemJerry Cantrell elogia Elton John; "Um talento incrível e um ser humano lindo"

imagemAlice In Chains: todos os álbuns, do pior para o melhor, em lista da Metal Hammer

imagemLista: cinco bandas de rock e heavy metal que possuem mais de um vocalista

imagemTúnel do Tempo: 100 grandes músicas lançadas na inesquecível década de 90

imagemDream Theater: de U2 a Pantera, as influências de "Six Degrees Of Inner Turbulence"

imagemLoudwire: 50 álbuns de rock and roll e heavy metal que completarão 30 anos em 2022

imagemAlice In Chains: como a combinação entre Jerry Cantrell e Layne Staley deu tão certo

imagemDe Alice In Chains até Darkthrone, 15 álbuns que completarão 30 anos em 2022

imagemAlice In Chains: a curiosa origem do nome da banda, segundo Jerry Cantrell



Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.

Mais matérias de Vitor Sobreira.