RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Titãs: Novo álbum traz protesto de mentirinha

Resenha - Nheengatu - Titãs

Por Diogo Azzevedo
Postado em 12 de julho de 2014

Acompanhar a trajetória dos Titãs nos últimos vinte anos tem sido um exercício interessante, em que não dá para saber se você sente pena ou se acha graça de tudo o que os caras vêm fazendo desde o álbum "Titanomaquia" – o disco "pesado" de 1993.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

"Titanomaquia" até rendeu uma história hilária envolvendo a banda No Violence (leia aqui). Se com a saída de Arnaldo Antunes os Titãs perderam 50% do lirismo e, no auge da febre grunge, partiram de vez para o rock pauleira (cof, cof), foi com o lançamento do CD "Acústico MTV" (1997), cujo formato era febre na época, que o então sexteto descobriu a fórmula do sucesso fácil, já que não era preciso criar nada, apenas tocar os antigos hits de forma levinha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Foi o bastante para a banda chegar aos quase dois milhões de cópias vendidas. E o que veio em seguida, meu amigo, foi alguns dos trabalhos mais constrangedores da música brasileira em todos os tempos! Ao se ligar do mico que estava pagando, Nando Reis (os outros 50% do lirismo que restavam) pulou fora, daí a coisa degringolou de vez, culminando no ponto mais baixo da carreira do grupo, o terrível "Sacos Plásticos" (2009), parceria com o "Grande Satã" do rock tupiniquim, Rick Bonadio, álbum que, de tão ruim, rendeu dois temas em novelas da Globo.

Mas os Titãs são caras "antenados", e aproveitando o atual momento político do país, resolveram fazer um novo registro, desta vez "malvado" e cheio de críticas às instituições. Lançado pela Som Livre (mais antissistema, impossível), "Nheengatu" é o tal álbum que, dizem alguns fãs alienados (me desculpem o pleonasmo), traz de volta as "raízes" da banda. Quem conhece minimamente os dois primeiros plays do conjunto ("Titãs" e "Televisão") sabe que esse papo é uma tremenda papagaiada. Nem era minha intenção ouvi-lo, mas como todos estavam falando como se tratasse de uma obra-prima, resolvi conferir, afinal, sempre fiquei com os dois pés atrás em relação a tudo que é recebido com unanimidade. Apenas para confirmar minhas suspeitas...

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

O que o agora quarteto (já que o baterista Charles Gavin também pediu para sair) tenta fazer aqui é emular a sonoridade do "Titanomaquia" e o "protesto" do "Cabeça Dinossauro" (1986), porém com aquela mesma revolta adolescente de quase trinta anos atrás, que até fazia sentido na época, mas que hoje, praticada por cinquentões abonados, soa mais como um manifesto burguês, tão contundente quanto uma matéria do CQC, vide as forçadas "Fardado" (escolhida como primeiro single), "Pedofilia" e a versão para "Canalha", de Walter Franco (sim, aquele que hoje é amiguinho do pessoal do ECAD). Mesmo os temas mais interessantes, como a debochada "Chegada ao Brasil (Terra à Vista)", que tem uma letra bem sacada, são ofuscados por canções bobinhas, caso de "Fala, Renata". A produção de Rafael Ramos também não é nada espetacular, mas talvez seja a melhor já feita em um álbum de "rock" dos Titãs.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

Longe, muito longe, de ser um trabalho honesto, "Nheengatu" pode até soar como uma obra-prima – se comparado ao seu antecessor, claro. No final das contas, ainda não sei contra o que estes senhores bem-resolvidos tanto protestam neste álbum. Talvez seja a mesma indignação daquela gente super educada que vaiou a presidente na abertura da Copa contra o uso do dinheiro público na realização do evento, a corrupção e blá-blá-blá, mas que fez questão de comprar ingresso (nada barato) para estar ali, sendo cúmplice do "esquema". Vai entender...

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5

Outras resenhas de Nheengatu - Titãs

Titãs: Novo disco sofre influência do "Cabeça Dinossauro"

Titãs: Trabalho digno e excepcional de uma banda das antigas

Titãs: Disco sério demais mesmo quando quer parecer debochado

Titãs: Um disco de rock inquieto e surpreendente

Titãs: De volta às raízes com "Nheengatu"

Titãs: Por que Nheengatu pode ser considerado a volta às raízes?

Titãs: Primeiro passo para a recuperação de sua relevância

Titãs: Nheengatu e a volta dos cinquentões da pesada

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Perc3ption: A arte em situações extremas

"Here Comes The Rain", último registro do Magnum com Tony Clarkin, é mais um bom registro

Resenha - Nebro - Vesperaseth

Sepultura: Em plena forma e com mais um disco brilhante

Deep Purple: Who Do We Think We Are é um álbum injustiçado?

Deep Purple: Stormbringer é um álbum injustiçado?

Megadeth: recuperando a fúria que faltava


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS