Matérias Mais Lidas

Rodox: quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezandoRodox
Quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezando

João Gordo: ele comenta treta com Digão do Raimundos, que o chamou de pela sacoJoão Gordo
Ele comenta treta com Digão do Raimundos, que o chamou de "pela saco"

Michael Sweet: um post nas redes que pode ser sobre o também cristão David EllefsonMichael Sweet
Um post nas redes que pode ser sobre o também cristão David Ellefson

Sepultura: Max Cavalera admite que copiou Black Sabbath em Roots Bloody RootsSepultura
Max Cavalera admite que copiou Black Sabbath em "Roots Bloody Roots"

Iron Maiden: banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021Iron Maiden
Banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021

KK's Priest: banda divulga música, data, capa e tracklist do primeiro álbumKK's Priest
Banda divulga música, data, capa e tracklist do primeiro álbum

Cavalera Conspiracy: Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceriaCavalera Conspiracy
Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceria

Raimundos: Digão revela que recebeu proposta astronômica para reunião com RodolfoRaimundos
Digão revela que recebeu proposta "astronômica" para reunião com Rodolfo

Iron Maiden: a reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce DickinsonIron Maiden
A reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce Dickinson

Max Cavalera: como ele desistiu de detonar o Sepultura em Eye for an Eye, do SoulflyMax Cavalera
Como ele desistiu de detonar o Sepultura em "Eye for an Eye", do Soulfly

Nirvana: por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da bandaNirvana
Por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da banda

Metallica: qual animal James Hetfield prefere caçar?Metallica
Qual animal James Hetfield prefere caçar?

Kiss: Vinnie Vincent está vendendo suas letras manuscritas por 50 mil dólaresKiss
Vinnie Vincent está vendendo suas letras manuscritas por 50 mil dólares

Sepultura: ideia de Refuse/Resist surgiu de uma jaqueta, conta Max CavaleraSepultura
Ideia de "Refuse/Resist" surgiu de uma jaqueta, conta Max Cavalera

Mamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloideMamonas Assassinas
A história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloide


Stamp
Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral

Iron Maiden: A "Era de Ouro" da banda

Resenha - Number of the Beast - Iron Maiden

Por Luis Fernando Ribeiro
Em 22/07/13

Considerado por muitos um dos maiores clássicos do Heavy Metal, "The Number of the Beast" marca a entrada do vocalista Bruce Dickinson (Ex-Samson) no IRON MAIDEN. Com este disco é iniciada a época conhecida por muitos como 'Era de Ouro' da banda, que findaria com o clássico "Seventh Son of a Seventh Son", de 1988. Ainda assim, muitos dos fãs do som mais cru e com uma pegada mais punk adotada na fase de Paul Di'Anno, torceram o nariz para a nova roupagem do som da Donzela. Muitos deles diziam que Dickinson gritava como uma sirene.

Não obstante, "The Number of the Beast" elevou o IRON MAIDEN ao patamar de mega-banda e tornou-se um verdadeiro marco para a história da música pesada em geral. Daqui saíram alguns dos maiores clássicos da banda, como "Run to the Hills", "Hallowed be thy Name" e a própria "The Number of the Beast".

Já na primeira faixa, "Invaders", a banda mostra à que veio. O entrosamento das guitarras de Adrian Smitth e Dave Murray é monstruoso, Clive Burr se mostrava cada vez mais preciso e agressivo, Steve Harris já se tornava um dos maiores baixistas do Heavy Metal, com sua técnica apurada, velocidade e feeling estonteantes e Bruce Dickinson mostra que definitivamente vinha para ficar, sua interpretação e personalidade davam vida as letras de Harris e sua técnica vocal elevou a banda a outro nível musical, dando mais liberdade criativa aos demais músicos. A letra fala sobre uma batalha entre Vikings e Saxões, na qual os Vikings saíram vitoriosos.

Na semi-balada "Children of the Damned", Dickinson é o destaque, seu alcance vocal é impressionante. A forma que a música vai crescendo e se tornando poderosa é sua principal característica. Uma letra forte contrasta com uma canção cheia de melodias tanto nas guitarras quanto no baixo.

A terceira faixa, "The Prisioner", é um verdadeiro petardo. Direta e com um refrão grudento cantando com o apoio dos backing vocals, ela pega o ouvinte de surpresa com sua levada mais Hard, sem muitas frescuras. O baixo de Harris novamente impressiona com sua versatilidade. Sua letra é baseada na série de mesmo nome, inclusive tendo sua introdução tirada de um diálogo da mesma.

"22 Acacia Avenue" é a mais pesada do álbum e a melhor na minha opinião, figurando facilmente entre as melhores da banda. O riff inicial é empolgante e o solo melancólico de Adrian Smith está entre os melhores da história da banda. A letra também é marcante e fala novamente sobre a prostituta Charlotte, já citada na música "Charlotte the Harlot", do primeiro disco. Uma música empolgante do inicio ao fim, onde todos os músicos se destacam individual e coletivamente.

"The Number of the Beast" é uma das músicas mais importantes da história da banda, apesar de uma letra não tão interessante, ela causou polêmica na época. Por causa do álbum e desta música, a banda foi acusada de incitar o culto ao demônio, quando tudo não passava de diversão para os músicos que aproveitavam o marketing gerado pelas críticas de forma a venderem ainda mais cópias do álbum. A introdução narrada por Barry Clayton é um dos pontos altos nos shows da banda, e o riff inicial também é um dos mais conhecidos do Heavy Metal.

Na sequência temos "Run to the Hills", o maior 'hit' do álbum e presença confirmada em todos os shows da banda, especialmente no 'bis'. A famosa levada de bateria e riffs que introduzem a música chamam a atenção já de cara, o refrão é daqueles que não saem da cabeça, mas o ritmo galopante imposto por Harris e Burr ao restante da música é que a tornam incrivelmente empolgante. A letra fala sobre a invasão da América do Norte pelos europeus e a morte dos índios que lá habitavam.

"Gangland" é a que menos se destaca, pois soa um pouco forçada, mas possui um refrão interessante e melhora com o decorrer da música. Essa faixa poderia ter sido facilmente substituída por Total Eclipse, que ficou deixada como lado B de um Single, como sobra de estúdio. "Total Eclipse" é uma música bastante cadenciada, mas não menos empolgante o restante do álbum. A música dá uma acelerada em certo momento, mas Dickinson a torna realmente interessante com sua interpretação por volta de 3 minutos e 5 segundos de execução.

O desfecho se dá com a épica "Hallowed be thy Name", outro grande clássico onde Harris pela primeira vez apresenta um estilo que adotaria muitas outras vezes em álbuns mais recentes da banda: Introdução lenta seguida de uma música bombástica. Porém, nesta primeira experiência neste estilo, tudo se encaixa na medida certa, tornando-a uma das músicas preferidas dos fãs. A letra é magnífica, demonstrando mais este talento incrível da dupla Harris e Dickinson e conta a história de um homem prestes a ser mandado para a forca.

Enfim, um dos álbuns mais completos e importantes da história do MAIDEN e da música pesada em geral. Obrigatório na discografia de qualquer fã de Heavy Metal.

Curiosidades:
- Os integrantes do IRON MAIDEN contam que várias situações esquisitas ocorreram durantes as gravações do álbum, tais como fitas que se apagavam ou onde surgiam vozes esquisitas, amplificadores que se recusavam a funcionar sem razão aparente e a famosa situação em que o produtor do álbum, Martin Birch, sofrera um pequeno acidente de carro, cujo conserto teria custado exatas 666 libras esterlinas. Marketing ou não, são situações que dizem ter ocorrido de fato;
- Em 2002, os americanos do DREAM THEATER realizaram um show que saiu inclusive em bootleg, onde tocavam este álbum do MAIDEN na Íntegra;
- Como já dito anteriormente, muitas músicas deste álbum se tornaram clássicos absolutos, talvez por este motivo tantas faixas dele tenham sido gravas por pequenas e mega-bandas, conforme relatado à seguir: "Hallowed be thy Name" (CRADLE OF FILTH, ICED EARTH, MACHINE HEAD, SOLITUDE AETURNUS), "The Number of The Beast" (ICED EARTH, SINERGY, TCHORT), "Run to the Hills" (SIGN, AVALANCH), "Children of the Damned" (THERION, SEBASTIAN BACH, DRACON, DIESEL MACHINE), "Invaders" (ENGRAVE, ROTORS TO RUST), "Gangland" (STEEL PROPHET), "Total Eclipse" (TERROR, WARHORSE), "The Prisioner" (FOZZY, LAS CRUCES) e "22 Acacia Avenue" (DARK TRANQUILITY);

Iron Maiden – The Number of the Beast (1982 – EMI)

Track List:
1 - Invaders
2 - Children of the Damned
3 - The Prisoner
4 - 22 Acacia Avenue
5 - The Number of the Beast
6 - Run to the Hills
7 - Gangland
8 - Total Eclipse
9 - Hallowed Be Thy Name


Outras resenhas de Number of the Beast - Iron Maiden

Iron Maiden: em 1982, o começo de uma era dourada para a banda

Álbuns marcantes: The Number of the Beast, do Iron MaidenÁlbuns marcantes
The Number of the Beast, do Iron Maiden

Iron Maiden: os 34 anos de The Number of the Beast

Iron Maiden: 33 anos de "The Number Of The Beast"

Iron Maiden: 30 anos do melhor disco britânicoIron Maiden
30 anos do melhor disco britânico

Iron Maiden: A besta de 30 anos, uma benção ao Heavy MetalIron Maiden
A besta de 30 anos, uma benção ao Heavy Metal

Iron Maiden: O Ritual Britânico da "Besta"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

MOPD
Arte Musical
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Iron Maiden: banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021Iron Maiden
Banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021

Iron Maiden: Blaze Bayley quer que os fãs que o odeiam continuem o odiandoIron Maiden
Blaze Bayley quer que os fãs que o odeiam continuem o odiando

Iron Maiden: a reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce DickinsonIron Maiden
A reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce Dickinson

Dream Theater: e se Bruce Dickinson fosse o vocalista? (vídeo)Dream Theater
E se Bruce Dickinson fosse o vocalista? (vídeo)

Lista: 20 músicas de bandas de rock e metal que são mais antigas do que parecemLista
20 músicas de bandas de rock e metal que são mais antigas do que parecem

Iron Maiden: cerveja Hellcat, produzida pela Brewdog, será lançada em breveIron Maiden
Cerveja "Hellcat", produzida pela Brewdog, será lançada em breve

Rock Hall: no aperto, Iron Maiden e Foo Fighters entram no top 5 do voto popularRock Hall
No aperto, Iron Maiden e Foo Fighters entram no top 5 do voto popular

Adrian Smith: preocupado com o futuro, ele acha que a Internet pode matar a músicaAdrian Smith
Preocupado com o futuro, ele acha que a Internet pode matar a música

Iron Maiden: Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivoIron Maiden
Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivo

Champions League do Rock: bandas de Manchester e Londres, cidades dos clubes finalistasChampions League do Rock
Bandas de Manchester e Londres, cidades dos clubes finalistas

Iron Maiden: por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metalIron Maiden
Por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metal

Iron Maiden: Jornalista comenta as entrevistas que fez com os ex-vocalistas (vídeo)

Lista: frases do rock e metal que poderiam estar em para-choques de caminhão - Parte 2Lista
Frases do rock e metal que poderiam estar em para-choques de caminhão - Parte 2

Iron Maiden: Blaze diz que letra de Virus é crítica ao comportamento de jornalistasIron Maiden
Blaze diz que letra de "Virus" é crítica ao comportamento de jornalistas

Iron Maiden: ex- vocalistas e Derek Riggs serão incluídos no Metal Hall Of FameIron Maiden
Ex- vocalistas e Derek Riggs serão incluídos no Metal Hall Of Fame


Metallica: quando Steve Harris esteve nos bastidores de um show da bandaMetallica
Quando Steve Harris esteve nos bastidores de um show da banda

Blaze Bayley: Ser demitido do Iron Maiden me matouBlaze Bayley
"Ser demitido do Iron Maiden me matou"

Iron Maiden: Derek Riggs revela a primeira versão da capa de Piece Of MindIron Maiden
Derek Riggs revela a primeira versão da capa de Piece Of Mind


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Luis Fernando Ribeiro

Apaixonado por música, cinema, escrita, literatura e pela zoeira infinita. Inserido no mundo da música pesada em 2004 com Destruction, Metallica e Blind Guardian, quando ainda se compartilhava música através de fitas K7.

Mais matérias de Luis Fernando Ribeiro no Whiplash.Net.