Matérias Mais Lidas

Rodox: quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezandoRodox
Quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezando

João Gordo: ele comenta treta com Digão do Raimundos, que o chamou de pela sacoJoão Gordo
Ele comenta treta com Digão do Raimundos, que o chamou de "pela saco"

Michael Sweet: um post nas redes que pode ser sobre o também cristão David EllefsonMichael Sweet
Um post nas redes que pode ser sobre o também cristão David Ellefson

Sepultura: Max Cavalera admite que copiou Black Sabbath em Roots Bloody RootsSepultura
Max Cavalera admite que copiou Black Sabbath em "Roots Bloody Roots"

Iron Maiden: banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021Iron Maiden
Banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021

KK's Priest: banda divulga música, data, capa e tracklist do primeiro álbumKK's Priest
Banda divulga música, data, capa e tracklist do primeiro álbum

Cavalera Conspiracy: Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceriaCavalera Conspiracy
Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceria

Raimundos: Digão revela que recebeu proposta astronômica para reunião com RodolfoRaimundos
Digão revela que recebeu proposta "astronômica" para reunião com Rodolfo

Iron Maiden: a reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce DickinsonIron Maiden
A reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce Dickinson

Max Cavalera: como ele desistiu de detonar o Sepultura em Eye for an Eye, do SoulflyMax Cavalera
Como ele desistiu de detonar o Sepultura em "Eye for an Eye", do Soulfly

Nirvana: por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da bandaNirvana
Por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da banda

Metallica: qual animal James Hetfield prefere caçar?Metallica
Qual animal James Hetfield prefere caçar?

Kiss: Vinnie Vincent está vendendo suas letras manuscritas por 50 mil dólaresKiss
Vinnie Vincent está vendendo suas letras manuscritas por 50 mil dólares

Sepultura: ideia de Refuse/Resist surgiu de uma jaqueta, conta Max CavaleraSepultura
Ideia de "Refuse/Resist" surgiu de uma jaqueta, conta Max Cavalera

Mamonas Assassinas: a história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloideMamonas Assassinas
A história das fotos dos músicos mortos, feitas para tabloide


Arte Musical
Stamp
Edu Falaschi - Vera Cruz

Iron Maiden: A besta de 30 anos, uma benção ao Heavy Metal

Resenha - Number Of The Beast - Iron Maiden

Por Guilherme A. Ferrari
Em 08/07/12

Nota: 10

Com letras impactantes, com guitarras memoráveis, com o início de um dos vocalistas mais amados no Metal. Esse é o conteúdo de "The Number Of The Beast (1982)", lançado há 30 anos. Sucesso de vendas e fonte de fãs, o disco é uma verdadeira aula e prova viva de uma época em que se produzia música de qualidade.

Quando eu era criança, lembro dos bolachões que meu pai colecionava e ouvia vez por outra a noite. Nunca me interessei por nenhum deles, pelo contrário, tudo me soava a gritos e distorções sem sentido. A não ser pelas capas, todas com a mesma caveira que eu achava o máximo, me perguntava o que ele via naqueles discos. Também pudera, com seis anos não se sabe muita coisa do mundo. Dentre esses tantos discos havia o intitulado "The Number Of The Beast". Esse pra mim era o ápice da estranheza. O próprio Demo sendo controlado por aquela caveira. Passei então a ficar com medo do disco. Sim, medo. Também pudera, com seis anos não se sabe muita coisa do mundo. Foi preciso 18 anos pra distinguir o que o meu pai ouvia do que eu entendia: uma obra de arte das mais inspiradoras da música.

"Invaders" é extremamente agressiva. Bem como a letra, as guitarras estão desesperadas. Bruce esbanja criatividade e técnica. Steve cria uma intro memorável e umas das mais perfeitas linhas a saírem do seu Fender Precision. É impossível não ouvi-la e perceber os primórdios do Thrash surgindo, encobertos na velocidade. Incrível.

"Children Of The Damned" foi composta por Steve inspirado no clássico "A Profecia" de David Seltzer. Temos aqui um Maiden diferente. Essa música evidencia a evolução técnica da banda mediante os dois discos iniciais. Adrian cria um dos melhores solos de sua carreira. Bruce funda aqui um Maiden cadenciado e sombrio, diríamos andante, coisa que com o PAUL DI’ANNO revoltado e furioso nunca iria acontecer. Por isso ela é um verdadeiro divisor de águas. Há quem não goste desse novo Maiden. Mas a maioria avassaladora reconhece como uma das melhores músicas da banda.

"The Prisoner" é mais uma que tende a irritar profundamente as viúvas alienadas de Di’anno. Aqui a banda abre mão de vez da velocidade pra investir na harmonia das guitarras. O baixo de Steve está ensurdecedor. Bruce entoa um dos refrões mais marcantes da Donzela. Adrian além de ajudar na composição, sola insanamente, provando que esse talvez seja o melhor trabalho do guitarrista em toda sua carreira. Fantástica.

"22 Acacia Avenue" é a continuação da Saga Charlotte, a prostituta aclamada por Dave. Aqui nós descobrimos onde ele encontrou a dita cuja. Essa canção talvez seja uma das mais ricas em riffs, coisa que o Maiden definitivamente não prioriza. O destaque fica pra Bruce e para as guitarras infiltrando uma melodia viciante na cabeça do ouvinte. Dessa vez o solo é de Murray, nada menos que perfeito. Destaque também para a bateria de Burr precisa e seca. Sem dúvidas, uma das minhas preferidas e uma das melhores do disco.

"The Number Of The Beast". Eis que chegamos à faixa-título. Sobre essa trilha não há muito que falar, já que é das mais conhecidas e também preferidas dos fãs. Steve a compôs inspirado em um sonho. Apesar de aparentemente fazer referência ao Satanismo, a banda sempre deixou bem claro que a música não passava de inspiração. Isso causou muita discussão na época, inclusive aqui no Brasil e na épica transmissão da Rede Globo no evento do Rock in Rio em 1985. De qualquer forma, The Number é indiscutivelmente uma aula de música. O baixo galopante de Steve ao fundo, as guitarras alinhadas e os agudos perfeitos de Bruce parecem se encaixar por "magia". Sem mais, essa canção ocupa um posto irretocável dentre todas já lançadas no heavy metal.

"Run To The Hills" é mais um clássico memorável que dispensa explicações: um dos maiores singles já lançados pelo Maiden, rendeu muita grana e milhões de seguidores para a banda. A intro a torna inconfundível. A composição de Steve Harris discorre a expulsão dos nativos americanos forçada pela colonização. As guitarras formam uma harmonia simples e Bruce Dickinson é quem fica a cargo de dar ênfase ao refrão. É uma das músicas mais simples em termos técnicos, entretanto é uma das mais fáceis de memorizar. E é justamente a simplicidade que a torna tão boa.

"Gangland" é uma das poucas músicas que Steve Harris não compôs. A autoria é de CLIVE BURR. É mais uma canção com técnicas simples. Possui bons riffs e um bom refrão. Assim como a "Invaders" é rápida e agressiva. Porém, apesar de ser uma ótima música, é mais uma das totalmente esquecidas pela banda, que jamais a tocou ao vivo após a turnê de divulgação do álbum.

"Total Eclipse" é a faixa adicionada ao álbum após a remasterização. Foi lançada no B-side de "Run To The Hills", motivo de lamentação para Harris que queria ter lançado a no álbum original. A letra forte impressiona. As guitarras produzem uma excelente harmonia. Por incrível que pareça o baixo de Steve passa despercebido. Bruce está consistente. Mas o destaque vai para a bateria de Burr, acanhada como ele próprio, mas cheia de brilho e precisão. Mais uma bela canção esquecida pela banda e pelos fãs.

"Hallowed Be Thy Name" é a máxima do disco. Pra mim e para muitos fãs é a melhor música produzida pela banda. A letra de Harris faz inveja a qualquer poeta. As guitarras complementam alinham-se em uma só harmonia. O baixo cavalgante de Steve está mais vivo do que nunca. A bateria pulsante, tal qual o coração do prisioneiro condenado a morte. A perfeição de Bruce variando em tons e velocidade e o final consolador fazem dessa música épica. É de fazer qualquer headbanger chorar.

Enfim, com letras impactantes e linhas incontroláveis de Steve Harris, com as guitarras de Adrian Smith e Dave Murray em sua fase mais inspiradora, com o adeus do excelente Clive Burr na condução e a chegada do genial Bruce Dickinson, "The Number Of The Beast" é um marco na vida da Donzela. Mais que presente na discografia da banda, é uma aula de técnica e emoção para qualquer bom apreciador de música não colocar defeito. Não à toa esse disco alcançou números de lucro e sucesso invejáveis 30 anos atrás e continua mais "vivo" do que nunca na mente dos fãs. Além do bolso é preciso ir aos corações das pessoas. E isso O IRON MAIDEN sempre soube fazer.

Track-List

1. Invaders
2. Children Of Damned
3. The Prisoner
4. 22 Acacia Avenue
5. The Number Of The Beast
6. Run To The Hills
7. Gangland
8. Total Eclipse
9. Hallowed Be Thy Name


Outras resenhas de Number Of The Beast - Iron Maiden

Iron Maiden: em 1982, o começo de uma era dourada para a banda

Álbuns marcantes: The Number of the Beast, do Iron MaidenÁlbuns marcantes
The Number of the Beast, do Iron Maiden

Iron Maiden: os 34 anos de The Number of the Beast

Iron Maiden: 33 anos de "The Number Of The Beast"

Iron Maiden: 30 anos do melhor disco britânicoIron Maiden
30 anos do melhor disco britânico

Iron Maiden: O Ritual Britânico da "Besta"

Iron Maiden: A Era de Ouro da bandaIron Maiden
A "Era de Ouro" da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Pentral
MOPD
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Iron Maiden: banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021Iron Maiden
Banda não será incluída no Rock And Roll Hall Of Fame em 2021

Iron Maiden: Blaze Bayley quer que os fãs que o odeiam continuem o odiandoIron Maiden
Blaze Bayley quer que os fãs que o odeiam continuem o odiando

Iron Maiden: a reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce DickinsonIron Maiden
A reação de Steve Harris ao ouvir clássico de Bruce Dickinson

Dream Theater: e se Bruce Dickinson fosse o vocalista? (vídeo)Dream Theater
E se Bruce Dickinson fosse o vocalista? (vídeo)

Lista: 20 músicas de bandas de rock e metal que são mais antigas do que parecemLista
20 músicas de bandas de rock e metal que são mais antigas do que parecem

Iron Maiden: cerveja Hellcat, produzida pela Brewdog, será lançada em breveIron Maiden
Cerveja "Hellcat", produzida pela Brewdog, será lançada em breve

Rock Hall: no aperto, Iron Maiden e Foo Fighters entram no top 5 do voto popularRock Hall
No aperto, Iron Maiden e Foo Fighters entram no top 5 do voto popular

Adrian Smith: preocupado com o futuro, ele acha que a Internet pode matar a músicaAdrian Smith
Preocupado com o futuro, ele acha que a Internet pode matar a música

Iron Maiden: Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivoIron Maiden
Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivo

Champions League do Rock: bandas de Manchester e Londres, cidades dos clubes finalistasChampions League do Rock
Bandas de Manchester e Londres, cidades dos clubes finalistas

Iron Maiden: por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metalIron Maiden
Por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metal

Iron Maiden: Jornalista comenta as entrevistas que fez com os ex-vocalistas (vídeo)

Lista: frases do rock e metal que poderiam estar em para-choques de caminhão - Parte 2Lista
Frases do rock e metal que poderiam estar em para-choques de caminhão - Parte 2

Iron Maiden: Blaze diz que letra de Virus é crítica ao comportamento de jornalistasIron Maiden
Blaze diz que letra de "Virus" é crítica ao comportamento de jornalistas

Iron Maiden: ex- vocalistas e Derek Riggs serão incluídos no Metal Hall Of FameIron Maiden
Ex- vocalistas e Derek Riggs serão incluídos no Metal Hall Of Fame


Metallica: quando Steve Harris esteve nos bastidores de um show da bandaMetallica
Quando Steve Harris esteve nos bastidores de um show da banda

Blaze Bayley: Ser demitido do Iron Maiden me matouBlaze Bayley
"Ser demitido do Iron Maiden me matou"

Iron Maiden: Derek Riggs revela a primeira versão da capa de Piece Of MindIron Maiden
Derek Riggs revela a primeira versão da capa de Piece Of Mind


Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1