Mutantes: muita psicodelia, mesmo não sendo inovadora como antes

Resenha - Fool Metal Jack - Mutantes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Felipe Alecrim de Morais Baião
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Após quatro anos desde o lançamento de seu último trabalho, Haih or Amortecedor, OS MUTANTES voltam aos holofotes com o seu mais novo disco "Fool Metal Jack", lançado no último dia 30 de abril pela "Krian Music".
63 acessosVitrola Verde: 2ª parte da entrevista com Rolando Castello Junior5000 acessosKurt Cobain e Layne Staley: a coincidência de suas mortes

No passado, a banda conseguiu sucesso internacional, atingindo principalmente os Estados Unidos e o Reino Unido com seu rock psicodélico misturado ao tropicalismo. Frente ao fracasso comercial de 2009, o grupo, que atualmente só carrega Sérgio Dias da formação original, parece ter jogado todas as suas cartas no marcado gringo, já que "Fool Metal Jack" foi lançado primeiramente nos EUA e o inicio de sua turnê também será para americano ver.

O disco contém 12 músicas das quais somente uma está em língua brasileira. Todas as outras estão em inglês, o que demonstra mais uma vez o direcionamento para longe das terras tupiniquins. E se você ficou curioso com relação ao título do disco, "Fool Metal Jack" é sim uma clara homenagem ao diretor de cinema Stanley Kubrick e seu filme homônimo lançado em 1987.

O mais importante ao escutar esta nova fase da banda é se despir de preconceitos ou saudosismos, afinal, um Sérgio Dias só não faz verão. É um ótimo disco, cheio de experimentações e por vezes bem setentista. As letras embarcam em temas amplamente abordados nos tempos de ouro dos hippies, como em "Ganja Man" e "Valse LSD".

A primeira audição do disco pode dar impressão de anarquia em uma mistura de "rock 'n roll", "folk", "rock progressivo" e até "reggae", sem muita lógica aparente, mas um elemento une todas: a psicodelia - não tão inovadora como no passado mas ainda trazendo boas lembranças a quem viveu a época e mostrando aos mais novos que nem tudo está perdido.

Para ler a resenha completa acesse:
http://www.fugaunderground.com/2013/05/os-mutantes-fool-meta...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

63 acessosVitrola Verde: 2ª parte da entrevista com Rolando Castello Junior0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Mutantes"

Os 11 mais (ou menos)Os 11 mais (ou menos)
O Suprassumo do Superestimado

IntrigasIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

Copa do MundoCopa do Mundo
Mojo elege as 15 canções mais incríveis do Brasil

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Mutantes"

Kurt Cobain e Layne StaleyKurt Cobain e Layne Staley
A coincidência de suas mortes

MetalMetal
Nomes do gênero que assumiram ser cristãos

InfluênciasInfluências
Folk Metal e Música Celta

5000 acessosLinkin Park: Qual a relação da morte de Chester Bennington com Chris Cornell?5000 acessosAs I Lay Dying: Banda cristã explica a proximidade com o Behemoth5000 acessosRock in Rio: algumas das maiores vaias em edições nacionais5000 acessosLobão: show mais curto da história do Rock não pertence a ele5000 acessosBullet For My Valentine: Baterista conta o inferno que é abrir para o Iron Maiden3114 acessosUltraje a Rigor: Pastor Adelio entrevista Roger

Sobre Felipe Alecrim de Morais Baião

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online