Bon Jovi: Em estúdio mostra-se apenas mais uma banda

Resenha - What About Now - Bon Jovi

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Carlos H. Silva
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Que JON BON JOVI e companhia não querem mais seu nome ligado a termos como “hard rock” ou “heavy metal”, isso é claro desde os anos 90. Ao mesmo tempo, a banda nunca renegou seu passado ao vivo. Seus shows duram quase 3 horas e até mesmo raras canções do primeiro disco são tocadas, porém no que concerne a álbuns de estúdio, o Bon Jovi está em dívida há algum tempo.
5000 acessosAllianz: Aerosmith e Bon Jovi estarão em festival com GNR e Who?5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson continua andando de metrô

Se em Bounce (2002), Have a Nice Day (2005), Lost Highway (2007) e The Circle (2009) ouvimos alguns bons momentos - especialmente no primeiro e último citados - de hard rock, neste novo lançamento chamado What About Now (2013, via Island, produzido por JOHN SHANKS, JON BON JOVI e RICHIE SAMBORA) ouvimos uma banda que joga toda uma história no lixo para tentar soar como qualquer outra banda da cena mainstream de pop-rock atual.

Ouvir um músico competente (e bota competente nisso!) como RICHIE SAMBORA tentar soar como THE EDGE beira o ridículo por dois motivos: 1) tanto Richie quanto Edge são guitarristas únicos, e quando um cara que é singular tenta fazer o que todo mundo está fazendo, beira o ridículo; 2) quando bandas como THE KILLERS ou SNOW PATROL tentam soar como U2, nós sabemos que é uma influência "de berço" e mesmo que não façam com tanto talento e seja um sinal de falta de originalidade, encaramos como homenagem, mas o BON JOVI faz pior: ele soa como se fosse uma dessas bandas novas tentando soar como outra banda já consagrada, como se eles fossem a versão piorada do THE KILLERS, ou seja, não tem a mesma pegada e sem o mínimo de originalidade. Soa como cópia mal feita.

É isso que o Bon Jovi nos apresenta neste novo álbum, uma banda que perdeu qualquer rastro de originalidade. "Pictures of You", "What About Now", "Army of One", "Room at the End of the World" (esta deve fazer o The Edge rir se ouvir - ou chorar) e "Beautiful World" são algumas dessas que transformaram o BON JOVI em "mais uma banda por aí".

Das baladas, nenhuma que tenha poder para se tornar marcante em uma banda que pode ser considerada especialista nisso. "I'm With You" tem seus bons momentos, mas "Amen" é arrastada e chata.

Se é que é possível dar algum destaque neste álbum, posso afirmar que "That's What the Water Made Me", apesar de possuir as características das citadas acima, tem algo diferenciado e até empolga se você ouvir com bastante boa vontade.

O primeiro single do disco chama-se "Because We Can" e tem a emblemática letra que diz: "não quero ser mais uma onda no oceano", mas com este disco o BON JOVI se transformou exatamente nisso: apenas mais uma banda. Mas pesa a seu favor o show longo, agitado e cheio de hits do passado, bem como a extrema competência musical de seus integrantes. É o que resta para eles.

Por Carlos H. Silva, do www.thatrockmusicblog.blogspot.com.br

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de What About Now - Bon Jovi

3163 acessosBon Jovi: um disco feito exclusivamente para o público americano3353 acessosBon Jovi: 30 anos de sucesso e lançamento de ótimo disco2642 acessosBon Jovi: Uma banda de Pop-Rock com passado pesado5000 acessosBon Jovi: fãs antigos certamente ficarão desapontados3926 acessosBon Jovi: Novo disco não coroa 30 anos de carreira3805 acessosBon Jovi: investindo no óbvio, no padrão, no genérico4350 acessosBon Jovi: inofensivo e, acima de tudo, com qualidade rasteira

Allianz ParqueAllianz Parque
Aerosmith e Bon Jovi em festival com GNR e The Who?

291 acessosSina: "Livin' on Prayer" do Bon Jovi na bateria1007 acessosRock in Rio: dia do Bon Jovi também está esgotado0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Bon Jovi"

Bon JoviBon Jovi
A história por trás da música "Wanted Dead or Alive"

Top 10Top 10
As músicas mais acessadas do YouTube

Roger WatersRoger Waters
Bon Jovi nem deu ouvidos para ele, que ficou puto

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 22 de abril de 2013

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Bon Jovi"

Iron MaidenIron Maiden
Bruce Dickinson continua andando de metrô

Guitarristas e vocalistasGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"

SlayerSlayer
Tom Araya e os sorrisos nos shows ao vivo

5000 acessosDarkthrone: Fenriz fala sobre Sepultura, Sarcófago, Gal Costa e Caetano Veloso5000 acessosMetallica: Hetfield fala sobre a sensação Ghost5000 acessosChorão: Tico Santa Cruz solta o verbo à sociedade hipócrita4313 acessosBlack Sabbath: A lenda do vampiro do cemitério de Highate5000 acessosCorey Taylor: "não teria havido um Slipknot sem Paul Gray"5000 acessosAngra: Rafael Bittencourt solta desabafo sobre apresentação no Carnaval

Sobre Carlos H. Silva

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online