Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemEvanescence coloca baixista no cargo de guitarrista e anuncia nova baixista

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemMetade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

imagemOzzy Osbourne diz que "tinha muito o que provar" com "No More Tears"

imagemFrank Zappa disse a Steve Vai que ele soava como "um pão com mortadela elétrico"

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemDave Mustaine, do Megadeth, inicia vida de youtuber e mostra o ônibus de turnê da banda


Stamp

Devon: sem inovar, mas profissional

Resenha - Unreal - Devon

Por Ben Ami Scopinho
Em 28/09/12

Nota: 7

Criado no ano de 2008 em Campo Belo (MG), o Devon passou um bom tempo pela fase de execução de covers até decidir que era chegado o momento de encarar as composições próprias. Mesmo tendo como entrave eventuais mudanças em sua formação, os mineiros seguiram adiante e, sem nenhuma demo para testar a recepção de sua proposta, estão agora marcando sua estreia em disco com "Unreal", distribuído pela Voice Music.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com "Unreal", o Devon proporciona um verdadeiro caldeirão de Heavy Metal repleto de melodias lapidadas que, mesmo tão conectado à escola oitentista, foram muitos os esforços no sentido de alcançar uma sonoridade calculadamente atualizada – e certamente o produtor Thiago Bianchi (Shaman) merece créditos neste sentido em função do áudio cristalino resultante de seu trabalho.

E os músicos trabalham com entusiasmo em cima de seus arranjos, fazendo com que o disco funcione em vários níveis. Muitas músicas são cativantes, com bastante espaço para os teclados e bons solos de guitarra – o de "The Sunset Rider" é ótimo! – espalhados ao longo da audição. E, mesmo que algumas (poucas) faixas sejam meio burocráticas, não dá para negar que o saldo final do repertório seja positivo, graças a canções como "Crash Of Reality", "Streets Ain't The Same" e, principalmente, a mais longa e variada "The Sentence".

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

E assim, sem inovar em absolutamente nada, mas seguindo com esmero e profissionalismo, o Devon debutou com um disco que possui grandes chances de ser bem recebido não somente pelo público que não abre mão do chamado Heavy Metal Melódico, mas também pelos devotos do saudoso NWOBHM e Power Metal. Se o leitor se encaixa neste perfil, fica a sugestão em conferir! E vale mencionar que atualmente a banda tem São Paulo como base, fazendo apresentações em terras paulistas e mineiras.

Contato:
http://www.devonunreal.com
http://www.myspace.com/devonmetal

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Formação:
Alex Gardini - voz
Rafael Greco - guitarra
Breno Viana - guitarra
Rafael DM - baixo
Gabriel Trianni - bateria

Devon – Unreal
(2012 / Voice Music – nacional)

01. Crash Of Reality
02. Streets Ain't The Same
03. Turning
04. Call The Brothers
05. The Sunset Rider
06. Forgetting You
07. The Sentence
08. Running Out Of Luck
09. Face Myself
10. On The Road
11. Innocence Degrees


Outras resenhas de Unreal - Devon

Resenha - Unreal - Devon

Resenha - Unreal - Devon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.