Lothlöryen: Banda competente e arranjos técnicos e pesados

Resenha - Raving Souls Society - Lothlöryen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar Correções  

publicidade

8


É difícil de definir (não que seja obrigação, mas facilita a identificação do ouvinte, né?), mas basicamente o som da Lothlöryen é um Heavy Metal com muitas influências Prog, Folk e outros elementos meio épicos/medievais. E com toda essa riqueza, não tinha como o trabalho ser ruim. Muito pelo contrário, esses caras são altamente competentes e criam arranjos bastante técnicos e pesados.

A coisa já começa com a simpática "First Raving Steps", mas ganha força mesmo na segunda faixa – "Face Your Insanity" – marcada por bumbos quebrados e riffs acompanhando suas batidas. Isso gera um efeito demolidor para o ouvinte! Só que a mais empolgante e completa é "Temples of Sand", um petardo ao mesmo tempo agressivo e belo, com um grande solo. Mas é bom citar a seguinte – "A Tale of Lunacy" - numa pegada mais tradicional.

publicidade

O vocal de Daniel Felipe é bastante equilibrado e versátil. Seu canto impressiona ao fazer praticamente os principais estilos de voz – melódica, "normal", gutural e rasgado. E ele explora muito bem esse "recurso". Um encaixe praticamente perfeito.

Em termos de guitarras, não tem pra ninguém com a dupla Tim Alan e Leko Soares, músicos habilidosos e extremamente criativos. Dão um show! O baixo de Marcelo Godde também está lá e, embora de forma discreta, o cara forma uma bela cozinha com o baterista Marcelo Benelli.

publicidade

Já o teclado/sintetizador de Leo Godde é incrível e trabalha de uma forma que realmente acrescenta profundidade à música. Não se trata de exageros que atrapalham, como acontece com muita banda por aí. Não. Nas canções da Lothlöryen, o instrumento é utilizado de maneira fantástica e certamente é um dos destaques do conjunto.

As músicas são bastante diversificadas, mostrando que o grupo é eclético (dentro do estilo, obviamente) e entende de como fazer algo sem soar repetitivo ou cansativo. Ajuda também a excelente gravação do ‘full length’, cristalina.

publicidade

O sexteto dá uma aula de Heavy/Folk e se mostra um dos melhores grupos brasileiros (o melhor?) nesses gêneros. Originais, intensos e poderosos, esse pessoal, que abandonou o "espírito J. R. Tolkien" dos discos anteriores, abre novos e promissores horizontes por meio de sua música. Grande lançamento da Shinigami Records (www.shinigamirecords.com.br).

publicidade

Lothlöryen – Raving Souls Society
Shinigami Records – 2012 – Brasil

http://www.lothloryen.com/
http://www.myspace.com/lothloryenband

Tracklist:
1. First Raving Steps 02:40
2. Face Your Insanity 04:41
3. When Madness Calls 04:24
4. Hypnerotomachia 06:09
5. Temples Of Sand 05:48
6. A Tale of Lunacy 05:26
7. To Live Forever 04:17
8. 1314 01:35 (Instrumental)
9. Burning Jacques 07:04
10. Sun Of Delirious 05:43
11. My Old Tavern 04:41

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal Nacional: as 10 melhores músicas de 2015Metal Nacional
As 10 melhores músicas de 2015

Orgulho Nacional: as capas mais bonitas por artistas brasileirosOrgulho Nacional
As capas mais bonitas por artistas brasileiros


Top 10: dez roqueiros que se foram aos 27 anos de idadeTop 10
Dez roqueiros que se foram aos 27 anos de idade

A História Impopular dos Rolling StonesA História Impopular dos Rolling Stones


Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin