Matérias Mais Lidas

Titãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de TitanomaquiaTitãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de "Titanomaquia"

Como está hoje o casal que inspirou Eduardo e Mônica, da Legião UrbanaComo está hoje o casal que inspirou "Eduardo e Mônica", da Legião Urbana

Beatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NMEBeatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NME

João Gordo e Eloy Casagrande ironizam morte de Olavo de Carvalho nas redesJoão Gordo e Eloy Casagrande ironizam morte de Olavo de Carvalho nas redes

Bruce Dickinson já fez show para um único ser humano (e ofereceu cerveja ao felizardo)Bruce Dickinson já fez show para um único ser humano (e ofereceu cerveja ao felizardo)

Angra: brincadeira fez com que Andre Matos saísse da banda após Holy LandAngra: brincadeira fez com que Andre Matos saísse da banda após "Holy Land"

Foo Fighters: a tocante opinião de Brian May (Queen) sobre a bandaFoo Fighters: a tocante opinião de Brian May (Queen) sobre a banda

Bruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atençãoBruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atenção

Nightwish: a sincera opinião da ex-vocalista Anette Olzon sobre atual som da bandaNightwish: a sincera opinião da ex-vocalista Anette Olzon sobre atual som da banda

Punk contra a Rainha: o dia em que Freddie Mercury deu um enquadro em Sid ViciousPunk contra a Rainha: o dia em que Freddie Mercury deu um enquadro em Sid Vicious

Steve Vai: Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como eleSteve Vai: "Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como ele"

Jason Bonham ficou magoado com Led Zeppelin por ficar de fora da reunião do grupoJason Bonham ficou magoado com Led Zeppelin por ficar de fora da "reunião" do grupo

Black Sabbath: 10 músicas menos conhecidas da formação clássica que todos deveriam ouvirBlack Sabbath: 10 músicas menos conhecidas da formação clássica que todos deveriam ouvir

A carinhosa opinião de Chris Cornell sobre John LennonA carinhosa opinião de Chris Cornell sobre John Lennon

Lemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do RockLemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do Rock


Beast: Mais um dos que investem no Thrash Metal dos anos 80

Resenha - Of Beer and Blood - Beast

Por Marcos Garcia
Em 30/01/12

Nota: 8

Quando se fala na idade do Heavy Metal, poucas pessoas possuem a visão que o estilo já está na casa dos 40 anos de idade, mas este ‘tiozão’ ainda tem muita lenha para queimar, e nunca se deve desprezar a carga histórico-cultural da qual o Metal está revestido. Chega a ser quase pecaminoso alguém não olhar para trás e conhecer a longa história do estilo e suas vicissitudes, já que cada período de dez anos do Metal tem sua própria forma e características bem definidas, e isso é visto no número absurdo de bandas que buscam influências em décadas já distantes no passado, o que gera polêmicas, louvores e apupos aqui e fora do Brasil. E o BEAST é mais uma boa banda que faz referência à época, e que nos chega com seu primeiro EP, ‘Of Beer and Blood’.

O BEAST é um quarteto vindo de Madri, Espanha, em que o guitarrista e o baixista são espanhóis, o baterista é francês, e o vocalista/guitarrista é brasileiro, é mais um dos que investe suas forças no Thrash Metal dos anos 80 mais de raiz, de por volta de 84-85, em um molde que mixa as escolas europeia (que é mais bruta) e norte-americana (mais melodiosa), ou seja, temos uma sonoridade Thrasher bem feita e com certa melodia, mas a agressividade sonora característica do Thrash da época é absurdamente abusiva.

A produção visual é bem simples e despojada, marca das bandas de início (ou alguém acredita que todas as capas da época eram bem caprichadas?), e no que tange a sonora, bem, a sonorização deixou um pouco a desejar, pois apesar de simples, está um pouco oca no que tange a bateria.

A seis faixas do EP são bem equilibradas entre si. Em ‘Beer and Blood’, a faixa de abertura, vemos aquela velocidade moderada dos 80’s, com um ótimo trabalho das duas guitarras e vocais bem ‘schmierianos’, e ‘Beware’ segue a mesma linha, e novamente as guitarras se destacam. Já em ‘Atomic Nightmare’, faixa mais longa e trabalhada do EP, temos um belo dedilhado de guitarras na abertura, para depois vir uma faixa de andamento mais lento que as anteriores, bem trabalhada e com ótimos backing vocals. ‘Thrill Killer’ já traz um andamento bem empolgante e a cozinha faz um trabalho muito legal, compactando bem a música. E em ‘Dawn of Pripyat part 1’ e ‘Dawn of Pripyat part 2’, temos duas instrumentais bem interessantes e curtas, o que evita aquele cansaço no ouvinte, sendo a primeira só em violões, e a segunda é mais voltada ao peso, com um autêntico show de baixo e bateria.

A banda é muito boa e promissora, mas é necessário um pouco de ensaio, porque há momentos em que a zaga e o meio de campo, ou seja, a base rítmica baixo/bateria e guitarras acabam se desencontrando, mas nada que altere o valor do produto final, e recomendo a todo banger viciado em Metal agressivo.

Tracklist:

01. Of Beer and Blood
02. Beware
03. Atomic Nightmare
04. Thrill Killer
05. Dawn of Pripyat part 1
06. Dawn of Pripyat part 2

Formação:
Matheus Gomes – Vocal e guitarras
Iván Rodas – Guitarras
Dani Pacheco – Baixo
Jean Tricoire – Bateria

Contatos:

http://www.myspace.com/beasthrash
http://www.facebook.com/Beast.thrash
http://www.reverbnation.com/beasthrash
[email protected]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia.