RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemSlash se sente feliz por não existir internet nos primórdios do Guns N' Roses

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemVocalista do Skid Row divulga cover matador de "Painkiller", do Judas Priest

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok


Belphegor: Mais uma obra de arte do Heavy Metal extremo

Resenha - Blood Magick Necromance - Belphegor

Por Ben Ami Scopinho
Postado em 31 de agosto de 2011

Nota: 9

Na ativa desde o distante 1993, é indiscutível que o Belphegor esteja em sua melhor fase, tanto musical quanto comercial. Mantendo como núcleo criador Helmuth (voz e guitarra) e Serpenth (baixo), o duo austríaco está lançando seu nono álbum, "Blood Magick Necromance", que está aportando no Brasil através da Laser Company e contribui para a divulgação da turnê que a banda fará por aqui e que está em vias de acontecer.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Blood Magick Necromance" é uma progressão dos contínuos esforços do Belphegor em se superar a cada álbum. Sua música, que sempre fundiu com maestria o Black e Death Metal, agora vai para mais além em termos de intensidade, atmosfera e dinâmica, dando espaço para a atuação enriquecedora de violinos e orquestrações comprovarem a amplitude que é o universo Heavy Metal. O resultado, inclusive, consegue ofuscar seus discos anteriores.

E o melhor é que, entre os arranjos contemporâneos, por vezes mais melódicos e épicos, o headbanger que aprecia o Belphegor clássico observará que as raízes negras e blasfemas continuam lá, intactas. Não há como não tecer os devidos elogios à forma como Helmuth explora suas linhas vocais, que faz uso do inglês e alemão; e ainda ao turbilhão e diversidade oferecidos pelo trabalho das guitarras – atentem para "Rise To Fall And Fall To Rise", "Impaled Upon The Tongue Of Sathan", "Possessed Burning Eyes" ou "Discipline Through Punishment".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

E as canções se completam com as imagens exageradamente sado-delirante-realistas espalhadas pelo encarte de "Blood Magick Necromance". Com a refinada produção de Peter Tägtgren gerando um áudio definidíssimo, esta é mais uma pequena obra de arte do Heavy Metal extremo e que certamente aumentará ainda mais a já significativa base de fãs do Belphegor pelo underground!

Contato:
http://www.belphegor.at
http://www.myspace.com/belphegor

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |

Formação:
Helmuth - voz e guitarra
Serpenth - baixo
Marthyn - bateria

Belphegor - Blood Magick Necromance
(2011 - Nuclear Blast Records / Laser Company Records – nacional)

01. In Blood - Devour This Sanctity
02. Rise To Fall And Fall To Rise
03. Blood Magick Necromance
04. Discipline Through Punishment
05. Angeli Mortis De Profundis
06. Impaled Upon The Tongue Of Sathan
07. Possessed Burning Eyes
08. Sado Messiah

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Blood Magick Necromance - Belphegor

Resenha - Blood Magick Necromance - Belphegor

Resenha - Blood Magick Necromance - Belphegor

Resenha - Blood Magick Necromance - Belphegor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Veja trecho de show do Belphegor no Wacken 2022

Belphegor: "Dane-se a Igreja, precisamos de mais Metal!"

Belphegor: frontman quase morreu por doença do Brasil

Septicflesh: conheça as artes criadas por Seth Siro

Loudwire: as dez bandas mais demoníacas de todos os tempos


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".
Mais matérias de Ben Ami Scopinho.