Belphegor: Se superando a cada novo lançamento

Resenha - Blood Magick Necromance - Belphegor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Lord Destructo
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Desde o lançamento do excelente "Lucifer Incestus" (2003) esta horda vem ganhando cada vez mais atenção e espaço mundo afora. E o melhor de tudo isto é que os austríacos do BELPHEGOR têm se superado a cada lançamento, e o recém-lançado "Blood Magick Necromance" segue esta tendência. É justo classificar esta banda como uma das mais importantes da cena de Black Metal europeu da atualidade.

Belphegor: banda toca música inédita no Party.San Open Air; assistaHistória do Rock: dos primórdios aos anos 70

Este, que é o nono álbum de estúdio de sua respeitável discografia, traz composições muito bem estruturadas, velocidade e momentos mais cadenciados nas horas certas; a blasfêmia típica desta horda e uma produção impecável.

Aliás, este é um dos maiores destaques deste trabalho que é produzido pelo renomado Peter Tägtgren e gravado no seu estúdio "The Abyss", que pode ser considerado uma espécie de templo do metal extremo considerando-se a quantidade de bandas importantíssimas para a cena que gravaram e produziram álbuns lá. Todas as camadas e efeitos de guitarra, o baixo, a bateria e os vocais são nítidos e mostram que é possível existir ordem no caos. Sim, para quem não conhece o trabalho desses caras vale a pena conferir o caos sonoro devastador de sua arte.

Neste álbum temos uma banda madura que sabe dosar velocidade, cadência, peso e até alguma melodia, num trabalho de Black Metal que soa dinâmico e atual. A faixa de abertura "In Blood - Devour This Sanctity" tem frases de guitarra que grudam na mente e uma introdução avassaladora, talvez uma das melhores faixas de abertura desta horda. "Rise To Fall And Fall To Rise" e "Discipline Through Punishment", de refrão diferente e soturno, trazem uma atmosfera densa e andamento menos veloz, sobressaindo como destaques dos momentos mais lentos do disco.

As velozes "Angeli Mortis De Profundis" e "Sado Messiah" são pedradas perfeitas para incendiar o público em shows. Os grandes destaques deste excelente lançamento ficam por conta de "Possessed Burning Eyes" que é rica em mudanças de andamento combinadas a riffs matadores e "Impaled Upon The Tongue Of Sathan" que é a "música de trabalho" do disco e tem um vídeo clipe sinistro no estilo "pornô-satânico-gore" característico da banda.

Em suma, para os que já são fãs, este lançamento é uma grata novidade e um deleite; para os que ainda não conhecem o trabalho desses austríacos insanos, é uma boa chance de conferir um trabalho exemplar de Black Metal feito com profissionalismo, talento e maturidade.

Fica a expectativa de curtir algumas músicas deste disco, ao vivo, na extensa turnê que a banda vai fazer por estas terras quentes em setembro deste ano!

Sites:
http://www.belphegor.at
http://www.myspace.com/belphegor

Origem: Áustria
Lançamento: janeiro de 2011 (Europa) / fevereiro de 2011 (Brasil e EUA)
Selo: Nuclear Blast

Line-up:

Helmuth (guitarra/vocal)
Serpenth (baixo)

01 - In Blood - Devour This Sanctity 05:31
02 - Rise To Fall And Fall To Rise 06:01
03 - Blood Magick Necromance 07:00
04 - Discipline Through Punishment 04:05
05 - Angeli Mortis De Profundis 03:00
06 - Impaled Upon The Tongue Of Sathan 05:42
07 - Possessed Burning Eyes 05:34
08 - Sado Messiah 03:51


Outras resenhas de Blood Magick Necromance - Belphegor

Belphegor: Ainda no topo do cenário extremo musicalBelphegor: Mais uma obra de arte do Heavy Metal extremoBelphegor: Fazendo juz ao termo "Black/ Death Metal Art"



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Belphegor"


Belphegor: banda toca música inédita no Party.San Open Air; assista

Belphegor: Dane-se a Igreja, precisamos de mais Metal!Belphegor
"Dane-se a Igreja, precisamos de mais Metal!"

Belphegor: frontman quase morreu por doença do BrasilBelphegor
Frontman quase morreu por doença do Brasil


História do Rock: dos primórdios aos anos 70História do Rock
Dos primórdios aos anos 70

Veraneio Vascaína: Uma ácida crítica à polícia brasileiraVeraneio Vascaína
Uma ácida crítica à polícia brasileira

Metal Extremo: algumas bandas que você precisa ouvirMetal Extremo
Algumas bandas que você precisa ouvir

Lemmy: "Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"Oito razões pra dormir com um bateristaMarty Friedman: "Sim, você pode dizer que sou um hipócrita."Guns N' Roses: por que Axl não mudou nome após Slash e Duff saírem

Sobre Lord Destructo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.