Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemEvanescence coloca baixista no cargo de guitarrista e anuncia nova baixista

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemDave Mustaine, do Megadeth, inicia vida de youtuber e mostra o ônibus de turnê da banda

imagemGene Simmons compartilha tweet com meme da ex-presidente Dilma Rousseff

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemMetade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

imagemFrank Zappa disse a Steve Vai que ele soava como "um pão com mortadela elétrico"

imagemAdrian Smith conta como Iron Maiden permaneceu forte e era grunge passou

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto


Symfonia: Criatividade e inovação musical passaram longe

Resenha - In Paradisum - Symfonia

Por Carlúcio Baima
Em 03/04/11

Nota: 5

O que podemos esperar de Andre Matos (vocais), Timo Tolkki (guitarra), Jari Kainulainen (baixo), Mikko Härkin (teclados) e Uli Kusch (bateria)??? Para aqueles que gostam do Heavy Metal Melódico, o que imaginamos é que um grande álbum será lançado, visto que todos os integrantes têm qualidade suficiente para isso e já são consagrados no meio. Porém, não é isso que podemos comprovar no tão aguardado trabalho da banda: Symfonia. Pelo menos não da minha parte. Lamento, mas foi um dos álbuns mais decepcionantes que já ouvi nos últimos tempos. O que encontramos no Symfonia é tudo soando perfeito, contudo, apenas tecnicamente - como já se espera pelo nome da banda. Com pouquíssimos momentos de empolgação, faltou àquela dose de criatividade e ousadia, o que tornou o CD repetitivo e chato.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O nome do CD faz menção ao versículo cantado por um coro ou celebrante da Igreja Católica Romana (ofertório litúrgico) antes e/ou depois de um salmo. Em suma, é o momento em que os anjos acolhem o corpo que será levado para o paraíso: "In paradisum deducant te Angeli; in tuo adventu suscipiant te martyres, et perducant te in civitatem sanctam Ierusalem. Chorus angelorum te suscipiat, et cum Lazaro quondam paupere æternam habeas requiem."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Adentrando ao álbum, a primeira música "Fields Of Avalon" inicia com aquele tradicional riff ao estilo Stratovarius, mais precisamente da música "Will The Sun Rise" ("Episode"). Para ser sincero, ao longo de todo o CD parece Stratovarius ou qualquer outra banda finlandesa que não merece tanta visibilidade dada pela mídia especializada. Existem bandas brasileiras com qualidade muito superior do que tais bandas escandinavas.

Pois bem, deixando de lado essa falta de reconhecimento, apoio estrutural e propagandístico aos brasileiros, duas músicas me chamaram atenção dentre as dez compostas: "Forevermore" e "Pilgrim Road". A primeira não deixa de ser uma música batida no Heavy Metal Melódico, mas ao menos tem uma participação melhor de Andre Matos e um bom solo, já a segunda possui boas passagens de teclados que lembram folk. Vale destacar ainda a música "Santiago" que possui uma passagem idêntica a instrumental "Stratosphere" ("Episode"). É incrível como Timo Tolkki não consegue inovar e se desligar do Stratovarius, já que no Revolution Renaissance ele também não faz lá grande coisa. Quanto às letras do álbum é perceptível questões como liberdade, companhia, pertencimento a uma terra ("Avalon"), típico de algumas passagens do mito arturiano, e algumas referências ao título do álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No geral, fico bem triste com esse material inicial lançado pela banda. Não sei até que ponto, mas acredito que Timo Tolkki tenha monopolizado demais as composições, limitando assim o desempenho dos outros músicos. Raros os momentos em que percebemos as passagens de teclados e arranjos criativos do Mikko Härkin que lhe deu destaque no Sonata Arctica; Uli Kusch não consegue encaixar sua pegada que o consagrou no Helloween, Gamma Ray, Masterplan e em um álbum lançado com o Ride The Sky; Jari Kainulainen fica somente com um baixo tradicional e sem expressão; Andre Matos, por sua vez, figura que destaco na banda, apresenta uma atuação muito abaixo da média. É evidente que ele faz toda a parte técnica de forma correta e segura, porém com um vocal irritante, agudos exacerbados e sem aquela virtuosidade do Angra, Shaman e de tantos outros projetos que participou e obteve excelentes atuações.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Toda aquela apreensão e curiosidade quanto a esse trabalho não passaram de mais uma ilusão, de tantas que venho tendo. Criatividade e inovação musical passaram longe em "In Paradisum". Competência para isso os integrantes da banda tem de sobra, mas faltou ousadia para ao menos bater na porta do céu...

Tracklist:

1. Fields of Avalon 05:09
2. Come by the Hills 05:01
3. Santiago 05:54
4. Alayna 06:17
5. Forevermore 05:31
6. Pilgrim Road 03:37
7. In Paradisum 09:36
8. Rhapsody in Black 04:37
9. I Walk in Neon 05:45
10. Don't Let me Go 03:57


Outras resenhas de In Paradisum - Symfonia

Resenha - In Paradisum - Symfonia

Resenha - In Paradisum - Symfonia

imagemResenha - In Paradisum - Symfonia

Resenha - In Paradisum - Symfonia

imagemResenha - In Paradisum - Symfonia

Resenha - In Paradisum - Symfonia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp