Year 200X: para quem curte metal e video game music

Resenha - We Are Error - Year 200X

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Breder Rodrigues
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Sou um fã de rock, daqueles bem chatos, que dificilmente curtem outros gêneros. E é justamente o lado mais pesado do rock que mais me agrada. Sempre gostei de video game, e muitos jogos traziam trilhas sonoras tão bacanas, que eu na hora ficava “viajando” em como estas canções seriam se fossem tocadas por uma banda de rock. Muito tempo depois, temos atualmente um forte movimento de bandas de game music, e para minha felicidade, a grande maioria tem o gênero rock como base. O grupo YEAR 200X, nome que é uma clara referência a franquia Mega Man da Capcom, é mais um dentro da game music que conseguiu me agradar em cheio, tendo uma sonoridade ultra pesada, heavy metal mesmo!
5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim Carrey5000 acessosLuís Mariutti para Nando Moura: "Estádio não se lota com views ou likes"

O YEAR 200X é mais um grupo oriundo dos Estados Unidos, que talvez seja o país que mais trouxe bandas de game music de extrema qualidade, e foi formado em 2006 pelos músicos Tim Lydon e Tony Oliver, sendo que ambos tem a guitarra como instrumento. Não demorou muito tempo para que a dupla recrutasse outros músicos para completar a formação da banda: Rance Tatroe (Guitarra), Ian Whiters (Baixo) e Jake Bryan (Bateria), todos músicos que haviam integrado juntos a banda PREVALENT DREAMS, que praticava o mais brutal heavy metal. Era o que Tim e Tony precisavam para tornar o YEAR 200X em uma das melhores bandas de game music surgidas nos últimos anos.

Se no mundo do heavy metal “mainstream” temos a banda IRON MAIDEN que se "gaba" de ter três excelentes guitarristas, o YEAR 200X pode fazer o mesmo dentro do cenário da game music, e o mais bacana é que da mesma forma que pode ser observado na “Donzela de Ferro”, o YEAR 200X traz também três guitarristas onde cada um possui um estilo diferente, o que permite que o ouvinte possa perceber com uma maior clareza as três guitarras soando de maneira brutal em suas músicas. Mas claro que o som do grupo não é só “pauleira”, já que eles são músicos do mais alto nível e que conseguem passar a melodia dos temas coverizados com perfeição. Para aqueles que curtem videogame e acham que heavy metal é só “barulho”, o YEAR 200X é um ótimo exemplo de que todo esse preconceito bobo na realidade não reflete a realidade.

O YEAR 200X em sua caminhada vem conquistando muitos fãs, já tendo feito diversas apresentações em solo americano, e é uma das bandas confirmadas para a edição de 2011 do famoso festival de game music MAGFEST. O reconhecimento também veio pela imprensa especializada em games, como uma merecida citação em uma das edições da renomada Nintendo Power Magazine.

O ponto mais alto da banda foi com certeza o lançamento de seu primeiro, e até agora único álbum, no ano de 2008: intitulado "We Are Error". Este trabalho trouxe ao todo 13 covers dos mais variados clássicos do NES, e em 2010 foi lançada uma nova versão do álbum, trazendo uma décima quarta faixa como uma espécie de bônus. Nas próximas linhas estarei, com todo o prazer, dissecando cada uma das músicas coverizadas pelo YEAR 200X:

1. Mega Man 3 (Title Theme): A introdução deste tema traz uma “medley’ de vários efeitos sonoros do game Mega Man 3, e depois violões dedilhados surgem de uma maneira bem lenta e melódica. Para aqueles que não sabem que o YEAR 200X se trata de uma banda de heavy metal até se surpreendem com o que vem a seguir: uma bateria brutal acompanhada por três guitarras e um baixo pulsante tocam a melodia do tema de maneira primorosa! A franquia Mega Man não é uma das preferidas pelas bandas de game music por acaso: a maioria de suas músicas são empolgantes e agitadas, e ficam perfeitas quando são tocadas por uma banda de rock.

2. Ducktales (The Moon): A próxima faixa do álbum mostra que apesar de todo o peso da banda YEAR 200X, ela consegue passar com seus solos de guitarra muita melodia. Só a introdução melódica desta faixa já é capaz de fazer os fãs do jogo Ducktales do NES se emocionarem. Apesar de toda a banda mandar super bem nesta música, não dá para deixar de destacar o excelente trabalho dos três guitarristas, que podem ser escutados de maneira bem nítida pelo ouvinte.

3. Life Force (Lv 1 – Lv 6 – Boss – Lv 3): A terceira faixa traz um medley bem bacana do jogo Life Force com mais de seis minutos de duração. O ritmo é bastante quebrado, com o baterista sendo o grande destaque na condução da música. Os riffs e solos de guitarra também são empolgantes e tornam este um dos melhores covers do álbum.

4. Bad Dudes (Lv 2): Heavy metal! A quarta faixa de "We Are Error" pode ser resumida simplesmente desta forma! Cheias de riffs “raivosos”, viradas de bateria alucinantes, muito pedal duplo e solos de guitarra excelentes, esta curta música é daquelas que levantam até defunto!

5. Ghosts N’ Goblins (Intro – Lv 1): Mais um tema curto e pesadíssimo! O pequeno medley deste clássico da Capcom é mais um metal direto, sem frescuras, para se ouvir no volume máximo e fazer com que seus vizinhos se sintam no inferno!

6. Journey to Silius (Title – Lv 1 – Lv 2): Journey to Silius é um daqueles games injustiçados do NES, pois se trata de um título excelente que poucos deram o merecido valor. E sua trilha sonora é do mais alto nível, e ficou simplesmente perfeita na interpretação do YEAR 200X! Mais um heavy metal vigoroso, cheio de peso e melodia, para fazer qualquer headbanger, inclusive aqueles que detestam video game, baterem cabeça de maneira frenética!

7. Metal Gear (Jungle Theme): A versão de Metal Gear que saiu para o NES pode não chegar aos pés daquela que foi lançada para o MSX, mas pelo menos suas músicas são muito boas. A Konami dificilmente erra quando o assunto é trilha sonora, e o “Jungle Theme” ficou muito bacana em sua versão heavy metal.

8. Castlevania III (The Beginning): O meu tema musical preferido de um dos meus games preferidos de todos os tempos, tocada por uma banda bacana como o YEAR 200X não poderia resultar em outra coisa: mais um cover excelente do álbum "We Are Error"! A banda explora de maneira perfeita a melodia do tema original, mas também mostra a sua cara, dando personalidade para o cover.

9. Ninja Gaiden II (Intro): A franquia Ninja Gaiden é outra que traz uma trilha sonora muito boa, e o YEAR 200X manda ver no tema introdutório do segundo game da série que foi lançado para o NES, transformando-o em um rápido heavy metal. O único porém é que, por ser um cover de uma introdução, esta faixa é bem curta.

10. Contra (Jungle – Base – Waterfall – Snowfield – Alien’s Lair): O primeiro game da série Contra é um dos preferidos pelas bandas de game music que tocam rock. E o YEAR 200X não poderia deixar de lançar sua versão desta eletrizante trilha sonora! Não há nem muito o que falar: é “sonzeira” do início ao fim, com um medley que pega todas os temas mais clássicos do Contra original. Um som para se ouvir no volume máximo!

11. River City Ransom (Boss): Mais um tema empolgante que logo no início podemos perceber o belo trabalho das três guitarras presentes na banda! As bases são pesadas e “sujas”, com a bateria e o baixo conduzindo tudo com maestria. Os temas que surgem nos games quando vamos enfrentar um chefão são sempre agitados, e em River City Ransom a coisa não é diferente, só que tudo fica ainda mais bacana quando tocado por uma banda de rock de verdade!

12. Mega Man 2 (Title Theme): Este tema de Mega Man 2 começa de uma maneira mais lenta, mas depois tudo vai “crescendo”, até “explodir” em uma música agitada onde os guitarristas da banda desferem seus poderosos riffs! Apesar de curto, é um dos melhores covers do álbum. Também estamos falando de um tema de Mega Man 2, um game que não tem uma música ruim sequer!

13. Zelda 2 (Title – Battle – Fairy – Palace): Este medley mostra como os temas do fantasioso Zelda 2 do NES podem ficar ainda melhores quando tocados por uma banda da pesada! É uma faixa dividida em vários momentos: temos partes agitadas e aceleradas, mas também outras mais lentas e melódicas. Mais um tema onde os membros do grupo desfilam técnica em seus instrumentos. Como são uma banda de heavy metal, as guitarras logicamente roubam a cena, mas todos os instrumentos são muito bem tocados, mostrando que o YEAR 200X é realmente uma das melhores da game music mundial.

14. Twin Cobra (Bonus Track): Esta faixa gravada em 2010 traz a banda ainda mais afiada e entrosada, mostrando que a experiência obtida com os shows ao vivo foram muito importantes para tornar o YEAR 200X um grupo ainda melhor! O tema é cheios de riffs e solos de guitarra, possui um baixo pulsante e uma bateria reta e pesada, encerrando brilhantemente o trabalho "We Are Error"!

O som pesado do YEAR 200X pode ser conferido tanto em seu site quanto no seu MySpace oficial. E o trabalho dos caras é vendido para todo o planeta, por míseros 6 dólares. E pode ter certeza que, se você curte metal e também video game music, este será um ótimo investimento para seu suado dinheiro.

Formação:

Tim Lydon – Guitarra
Tony Oliver – Guitarra
Rance Tatroe – Guitarra
Ian Whiters – Baixo
Jake Bryan – Bateria

Tracklist:

1.Mega Man 3 (Title Theme)(intro by Alex Atchley) 02:33
2.Ducktales (The Moon) 02:11
3.Life Force (Lv. 1 - Lv. 6 - Boss - Lv. 3) 06:24
4.Bad Dudes (Lv. 2) 01:45
5.Ghosts N Goblins 01:46
6.Journey to Silius (Title - Lv. 1 - Lv. 2)(feat. housethegrate) 06:19
7.Metal Gear (Jungle) 01:36
8.Castlevania III (The Beginning) 01:54
9.Ninja Gaiden II (Intro) 02:05
10.Contra (Jungle - Base - Waterfall -Snowfield - Alien's Lair) 07:03
11.River City Ransom (Boss) 02:29
12.Mega Man 2 (Title) 01:37
13.Zelda II (Title - Battle - Fairy - Palace) 06:26
14.Twin Cobra (Bonus Track) 03:19

Contatos:
http://year200xband.com
http://www.myspace.com/year200x

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Year 200X"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Ozzy Osbourne e Jim Carrey

Luís Mariutti para Nando MouraLuís Mariutti para Nando Moura
"Estádio não se lota com views ou likes"

Total GuitarTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história

5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas5000 acessosOzzy Osbourne: "O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"5000 acessosRock: as dez lendas mais macabras do gênero5000 acessosIron Maiden: Steve Harris pensou em acabar com a banda em 19935000 acessosPink Floyd: os álbuns da banda, do pior para o melhor, pela UCR5000 acessosMegadeth: as 10 melhores músicas com Nick Menza

Sobre André Breder Rodrigues

André Breder começou a ouvir rock na adolescência e desde aquela época se mostrou bem eclético: ouvia Nirvana, Aerosmith, Metallica e Iron Maiden, tudo numa boa. Não gosta de rótulos, e sim de boa música, mesmo que tenha que assumir que possui no Heavy Metal tradicional seu gênero preferido.

Mais matérias de André Breder Rodrigues no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online