Angra: após a tormenta, o sétimo e tão aguardado álbum

Resenha - Aqua - Angra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Desde que surgiu em 1991, o Angra provavelmente passou pela maior provação de sua carreira, amargando por quatro longos anos longe dos estúdios em função dos sempre desagradáveis entraves financeiros e judiciais que todos já devem estar cansados de saber. Mas, após a tormenta, temos "Aqua", o sétimo e tão aguardado álbum de uma das poucas bandas que conseguiu expressiva repercussão para além das fronteiras desse nosso talentoso Brasil.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Novamente temático, a inspiração recai sobre a derradeira obra de Shakespeare, "A Tempestade", escrita em 1613 e cujo drama envolve amor, conspirações oportunistas e, naturalmente, a vingança, ambientados numa ilha habitada pelo mago Próspero e sua filha, Miranda. Musicalmente, o novo disco marca o retorno de todas as características que fizeram com que o Angra se sobressaísse no cenário mundial, mesclando à distorção do Power Metal Melódico os muitos arranjos típicos da música clássica, não temendo pisar em território mais acessível e, o melhor, espalhando muito da diversidade da música étnica brasileira pelo repertório.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com muitos detalhes aparecendo de forma discreta, a forma como exploram, amarram e entrelaçam tantos elementos, por vezes tão díspares, sem exageros e de forma homogênea, oferece um caráter todo progressivo a várias canções. Mas, curiosamente, mesmo com esses atributos, optou-se por iniciar a audição com "Arising Thunder", que, mesmo repleta de guitarras neoclássicas, se revela uma canção apenas convencional em sua proposta.

De qualquer forma, "Aqua" preza pela diversidade e oferece muito, mas muito mais do que isso. É com a beleza das percussões de "Awake From Darkness" ou "The Rage Of The Waters" que a energia primitiva do Heavy Metal se transforma em objeto de exportação para causar impacto em qualquer gringo. Desde as baladas – "Spirit Of The Air" se destaca por ser quase angelical – até as mudanças de andamento de "Hollow" oscilando harmoniosamente entre o muito pesado e o ameno; e culminando na etérea "Ashes" que encerra a audição de forma um tanto quanto obscura, o Angra injeta o necessário apelo emocional, estimulando e segurando as atenções do ouvinte com uma sempre bem vinda imprevisibilidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Novamente contando com o baterista Ricardo Confessori, "Aqua" certamente não muda os rumos do Heavy Metal, mas possui uma estética tão versátil e exótica que mantém o Angra entre os mais expressivos nomes do Power Metal Melódico mundial. E, como não poderia deixar de ser, fatalmente agradará ao público que vem acompanhando o conjunto paulista em sua fase pós-André Matos. Nada soa forçado, apenas flui... como água.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Contato:
http://www.myspace.com/angraofficial
http://www.angra.net

Formação:
Eduardo Falaschi - voz
Kiko Loureiro - guitarra
Rafael Bittencourt - guitarra
Felipe Andreoli - baixo
Ricardo Confessori - bateria

Angra - Aqua
(2010 - Voice Music / Die Hard Records - nacional)

publicidade

01. Viderunt Te Aquæ
02. Arising Thunder
03. Awake From Darkness
04. Lease Of Life
05. The Rage Of The Waters
06. Spirit Of The Air
07. Hollow
08. A Monster In Her Eyes
09. Weakness Of A Man
10. Ashes


Outras resenhas de Aqua - Angra

Angra: O Aqua é um álbum injustiçado?Angra
O Aqua é um álbum injustiçado?

Angra: Não há mais nada que a banda precise provarAngra
Não há mais nada que a banda precise provar

Angra: "Aqua" não faz feio na bela discografia do grupo

Angra: o metal é um terreno fértil para projetos complexos

Angra: seguindo para o futuro, sem deixar o passado de ladoAngra
Seguindo para o futuro, sem deixar o passado de lado




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Angra e Pabllo Vittar: Internauta cria mashup Nova Era SensualAngra e Pabllo Vittar
Internauta cria mashup "Nova Era Sensual"

Eddie Van Halen: um texto emocionante de Rafael Bittencourt sobre a morte do ídoloEddie Van Halen
Um texto emocionante de Rafael Bittencourt sobre a morte do ídolo

Angra e Pabllo Vittar: banda responde, vai rolar uma feat?Angra e Pabllo Vittar
Banda responde, vai rolar uma feat?

Angra: Pabllo Vittar acorda fãs com as mais tristes da bandaAngra
Pabllo Vittar acorda fãs com "as mais tristes" da banda

John Finberg: Angra, Nightwish e outras bandas rompem com agente acusado de assédioJohn Finberg
Angra, Nightwish e outras bandas rompem com agente acusado de assédio

Megadeth: Kiko Loureiro finaliza gravações de novo álbumMegadeth
Kiko Loureiro finaliza gravações de novo álbum

Angra: DVD da turnê Ømni com Sandy e Família Lima não deve ser lançadoAngra
DVD da turnê "Ømni" com Sandy e Família Lima não deve ser lançado

Rafael Bittencourt: nova marca e reposicionamento com plano de design estratégicoRafael Bittencourt
Nova marca e reposicionamento com plano de design estratégico

Edu Falaschi: Ele quase cantou a música do Bob Esponja (vídeo)Edu Falaschi
Ele quase cantou a música do Bob Esponja (vídeo)

Edu Falaschi: bronca de Joe Lynn Turner o fez cair na real sobre shows cantando AngraEdu Falaschi
Bronca de Joe Lynn Turner o fez cair na real sobre shows cantando Angra


Angra: Ricardo Confessori fala sobre a música Nothing to SayAngra
Ricardo Confessori fala sobre a música "Nothing to Say"

Judas Priest: Painkiller e seus diversos coversJudas Priest
Painkiller e seus diversos covers


Fotos de Infância: Bruce Dickinson, do Iron MaidenFotos de Infância
Bruce Dickinson, do Iron Maiden

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield choraremMetallica
A letra que fez Hammett e Hetfield chorarem


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 CliIL Cli336 Cli336 WhiFin