Kiss: não espere algo extraordinário, aproveite a nostalgia

Resenha - Sonic Boom - Kiss

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Gacciona, Fonte: Puro Pop
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


"Sonic Boom" foi lançado dia 6 outubro nos EUA e acabou com a grande ausência que o KISS fez dos estúdios desde "Psycho Circus" (1998). Muito foi dito a respeito deste novo álbum e que finalmente o KISS voltaria à velha fórmula de sucesso dos discos lançados na década de setenta: sem frescuras, sem baladas e com apenas quatro caras loucos para compor e detonar. O álbum obteve grande repercussão, conseguiu disco de ouro logo na primeira semana e chegou a figurar na 2ª posição da Billboard.
1655 acessosPaul Stanley: "guitarristas não aprendem a fazer base"5000 acessosAskmen.com: site elege as dez melhores músicas do Nirvana

Nesse novo álbum, os velhinhos mascarados resgataram uma energia que não se via há muito tempo. É exatamente guitarras, baixo e bateria sem frescuras e, realmente, sem nenhuma balada. Podemos dizer que o KISS colocou de volta um pé nos anos setenta, mas esqueceu o outro dançando entre os oitenta e noventa. Sonic Boom é uma boa mistura entre Love Gun (1977) e Revenge (1992), com boas pitadas da fase hair metal e de caras limpas que a banda, uma época, chegou a fazer.

“Modern Day Delilah” abre o disco e é o carro chefe de "Sonic Boom". Foi o single escolhido e tem uma pegada hard e um riff que recorda os tempos de "Revenge", com um refrão marcante e recheado de backing vocals bem trabalhados.

A segunda faixa é cantada por GENE SIMMONS e se chama “Russian Roulette”. É mais inspirada que a primeira e regride um pouco mais no tempo. As guitarras intercalam muito bem com o baixo vibrante que ronca por entre os acordes.

Quando chegamos à 3ª faixa finalmente podemos dizer que o espírito dos anos 70 está de volta. “Never Enough” recorda os velhos tempos e PAUL STANLEY mostra que, apesar da idade, ainda tem talento nos vocais. Poderia se encaixar no lado B ou ser um bônus de "Destroyer" (1976).

“Yes I Know (Nobody’s Perfect)” tem um riff inicial com a pegada de “Nothing to Loose” (canção do 1º álbum), mas depois leva um tom mais festivo com a cara de algumas canções perdidas entre "Rock and Roll Over" (1976) e "Love Gun" (1977). “Stand” tem a cara de gravações que a banda fez no final dos anos noventa com uma leve pitada de sua fase hair metal.

ERIC SINGER assume os vocais em “All For The Glory”. Segura muito bem a onda e mostra claras influências do dono das baquetas originais, PETER CRISS. O solo de TOMMY THAYER é inspirado e deixaria ACE FREHLEY (guitarrista solo original) orgulhoso.

TOMMY THAYER segura o microfone em “When Lightning Strikes” e manda muito bem. Essa canção tem a cara de "Love Gun" e certamente THAYER surpreenderá os fans quando tocá-la ao vivo como Ace costumava fazer com “Shock Me”.

O álbum possui grandes momentos e mostra a boa vontade do grupo em tentar voltar às raízes. É óbvio que não conseguem, mas ainda mostra bastante potencial e energia. "Sonic Boom" certamente deixará os shows ainda mais interessantes com as pirotecnias que PAUL e GENE inventarão para os concertos que se seguirão a partir de agora. Não espere algo extraordinário desse novo disco e simplesmente aproveite a nostalgia.

1-MODERN DAY DELILAH
2-RUSSIAN ROULETTE
3-NEVER ENOUGH
4-YES I KNOW (NOBODY’S PERFECT)
5-STAND
6-HOT AND COLD
7-ALL FOR THE GLORY
8-DANGER US
9-I’M AN ANIMAL
10-WHEN LIGHTNING STRIKES
11-SAY YEAH

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Sonic Boom - Kiss

5000 acessosKiss: fazendo o que o Kiss sabe fazer melhor2909 acessosKiss: após 11 anos, um álbum com tudo que os fãs conhecem

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

410 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita738 acessosKiss: bicicleta de triathlon em edição limitada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

A.L.I.V.E.!A.L.I.V.E.!
Membros do Pantera e GNR em banda tributo ao Kiss

AC/DC, Wings, Eagles e maisAC/DC, Wings, Eagles e mais
Os grandes álbuns lançados em 1976

Collectors RoomCollectors Room
Um dos maiores colecionadores de Kiss que o Brasil possui

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

NirvanaNirvana
Site elege as dez melhores músicas do grupo

AnittaAnitta
"Eu era roqueira. Comecei no funk por destino."

The OsbournesThe Osbournes
Sharon conta como Ozzy tentou assassiná-la

5000 acessosEm vídeo: Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano5000 acessosTraduções: Letras de rock relacionadas a ocultismo e satanismo5000 acessosBullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnê4062 acessosGene Simmons: "Tenho inveja de Deus. Eu quero tudo!"4368 acessosBruce Dickinson: "Poucas vezes na vida podemos fazer parte de algo realmente grande"5000 acessosMarilyn Manson: eleito o artista mais assustador do mundo

Sobre Thiago Gacciona

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online