Coldblood: mesclando Death Metal dos 90 com a escola sueca

Resenha - Under The Blade I Die - Coldblood

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Demorou, mas enfim está sendo liberado no Brasil o debut de uma das mais antigas bandas de Death Metal do Rio de Janeiro. O Coldblood possui uma trajetória um tanto quanto irregular, tendo iniciado suas atividades em 1992 e, desde então, foi obrigado por duas vezes a interromper o desenvolvimento de seu trabalho. Com três demos nas costas, foi em 2006 que os cariocas estrearam com "Under The Blade I Die", mas lançado somente no exterior através do selo mexicano Onslaught Records.

De qualquer forma, agora este álbum aterrisa em seu próprio país através dos esforços da Free Mind Media e a Distro Rock Records. Musicalmente "Under The Blade I Die" não procura inovar em absolutamente nada, mas o Coldblood é profundo conhecedor de sua proposta, mesclando o Death Metal do início dos anos 1990 que apareceu na Flórida (Morbid Angel, Death, Resurrection) com algumas características do que há de melhor gerado na escola sueca (Entombed, Grave, Dismember).

publicidade

E essa fusão de estilos brutais e crus literalmente pulveriza o que estiver na frente das caixas de som. Apesar de o repertório ser muito equilibrado, dá para destacar a faixa-título, muito bem selecionada para abrir o disco; "Bleeding At The Cross"; a cadenciada "Anti-Crusade (To Destroy The Holy Graal)"; "A Legend Never Dies", que constava no repertório da demo de 2005 e "Age Of Suffering", excelente composição que foi aproveitada da demo de 2000.

publicidade

O álbum foi produzido pelo músico e produtor Flávio Pascarillo (baterista do Nordheim e Tribuzy) em parceria com a própria banda, e a sufocante ilustração da capa ficou aos cuidados de Marcelo HVC (Gorgoroth, Vader, Satyricon). Estes fatores, somado ao histórico de seus músicos – os caras já passaram por nomes importantes como Unearthly, Mysteriis, Darkest Hate e Warfront – apenas contam ainda mais pontos para que "Under The Blade I Die" seja uma aquisição óbvia aos amantes do gênero. Confira!

publicidade

Formação:
Alan Silva - voz e guitarra
Vitor Esteves - baixo
Markus Coutinho - bateria
Obs: atualmente o Coldblood é um quarteto, onde Leonardo Porto assumiu o posto de vocalista.

Contato:
http://www.myspace.com/coldbloodlegion
http://www.coldbloodlegion.com

publicidade

Coldblood - Under The Blade I Die
(2009 – Free Mind Media / Distro Rock Records – nacional)

01. Under The Blade I Die
02. Configuration Of Pain
03. Bleeding At The Cross
04. Anti-Crusade (To Destroy The Holy Graal)
05. Khali Brings Death
06. A Legend Never Dies
07. I Am The Crucifier One
08. Antagonistics Forces Of Hades
09. Age Of Suffering
10. Reincarnating A New Black God

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Axl Rose: a primeira ficha policial aos 18 anosAxl Rose
A primeira ficha policial aos 18 anos

Ódio musical: os artistas mais detestados em lista da SpinnerÓdio musical
Os artistas mais detestados em lista da Spinner


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin