Resenha - Toxic Touch - God Dethroned

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Vindo da Holanda, o God Dethroned é uma das mais respeitadas e bem sucedidas bandas de metal extremo de seu país. O conjunto sempre passou por mudanças de formação, e consequentemente também vieram as novas influências, com seu Death Metal bastante brutal sendo remodelado ao longo dos anos até culminar em algo menos veloz, recheado de melodias e mais orientado para o Thrash neste seu sétimo álbum chamado "The Toxic Touch", título muito bem representado pela poética e sufocante arte gráfica do CD.

Mesmo com abundância de brutalidade saindo pelas caixas de som, é inegável que há muitas melodias que seriam impensáveis para o God Dethroned há alguns anos, inclusive com uma redução drástica dos famosos blastbeats, tão importantes no Death Metal. Não que estas mudanças sejam um fator negativo, pelo contrário, é revigorante observar que alguns conjuntos têm a capacidade de agregar novas sonoridades e evoluir sem se prostituir comercialmente, e este é o grande lance em "The Toxic Touch".

publicidade

Os guitarristas Isaac Delahaye e Henri Sattler fazem um trabalho que causa ótima impressão pelas melodias eficazes de seus riffs e solos, em vários momentos soando mais complexos do que o habitual. Merece menção também o vocalista Sattler, forte ponto de referência na banda, cantando de forma áspera, direta e de forma bastante legível para o estilo.

publicidade

O God Dethroned surpreende com as melodias de "Hating Life", cujo refrão é matador, ou o Thrash moderno de "2014". Mais momentos inesperados, como "Typhoid Mary", com uma intro meio gótica (!) e a quase progressiva (!!) "Away From Emptiness", com guitarras limpas (!!!). Tudo é muito pesado, cadenciado, e é claro que os mais puristas não acharão "The Toxic Touch" rápido ou extremo o suficiente. Compreensível, mas com certeza estes holandeses manterão muitos de seus fãs satisfeitos e, com a flexibilização de sua proposta, ainda atingirão uma nova parcela do público amante de Heavy Metal.

publicidade

Um trabalho muito bom. E o God Dethroned, com sua atitude, ousadia e bom senso deveria servir de exemplo a algumas "grandes" bandas que patinam na mesmice e só se mantém com os manjados CDs e DVDs ao vivo, além de outros "itens" para os consumidores compulsivos. E ainda tem quem caia nessa...

Formação:
Henri Sattler - voz e guitarra
Isaac Delahaye - guitarra
Henk Zinger - baixo
Arien Van Weesenbeek - bateria

publicidade

God Dethroned - The Toxic Touch
(2006 / Metal Blade – importado)

01. Faithless
02. Hating Life
03. 2014
04. Falling Down
05. On Wings Of Pestilence
06. The Day You Died
07. Away From Emptiness
08. Macabre World
09. Typhoid Mary
10. Fail To Exist

Homepage: www.goddethroned.com


Outras resenhas de Toxic Touch - God Dethroned

God Dethroned: O fim do mundo tem trilha sonora

Review: Toxic Touch, novo do God Dethroned




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Max Cavalera: Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!Max Cavalera
"Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!"

Avril Lavigne: Aprenda com Rihanna como fazer um meet & greetAvril Lavigne
Aprenda com Rihanna como fazer um meet & greet


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin