Resenha - Their Rock Is Not Our Rock - Fireball Ministry

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Faria
Enviar Correções  

8


O quarteto Fireball Ministry é quase sempre citado pela mídia, principalmente a americana, como uma espécie de "salvador do rock". É difícil entender como um exagero desses possa ser levado a sério. A não ser, talvez, pelo fato de que James A. Rota e seus companheiros consigam se destacar no cenário de música pesada oriundo de Los Angeles (EUA), dominado atualmente por artistas metal core/new metal, fazendo o arroz com feijão.

Capas de álbuns: 30 das piores artes da história

Iron Maiden: o equipamento de palco da World Slavery Tour

Dessa forma o entusiasmo com a música do Fireball Ministry pode ser explicado pelo fato do conjunto chegar ao terceiro álbum cativando os ouvintes com um rock & roll direto e sem firulas. Basicamente, trata-se de uma mistura musical bem dosada de stoner rock, Black Sabbath – com ênfase nos riffs da guitarra - e Motorhead – das décadas de 70 e 80, só que com a seção rítmica menos acelerada. Uma afinação mais baixa deixa as músicas de ‘Their Rock Is Not Our Rock’ bastante pesadas, o baixo ganha mais espaço e ajuda a dar força na marcação da bateria de John Oreshnick, que merecia um tratamento mais marcante na produção do disco.

Gravado no estúdio de Dave Grohl(Nirvana/Foo Fighters) ‘Their Rock Is Not Our Rock’ aposta no vocal de James A. Rota para ganhar quem o escuta. James pode ser definido como um híbrido de Ozzy Osbourne, Lee Dorrian(Cathedral) e Lemmy Killmister, do já citado Motorhead. Entretanto, o vocalista soa um pouco repetitivo em vários momentos, dando a impressão de se utilizar praticamente da mesma linha vocal no início de todas as faixas. Como resultado disso um sentimento Déjà vu surge sempre que ele começa a cantar, sentimento esse que só se dissipa no decorrer das canções.

Quase que inexplicavelmente músicas simples como ‘It Flies Again’, ‘Sundown’, ‘The Broken’ e assim por diante formam um conjunto de faixas coeso, sem que nenhuma delas possa ser citada como destaque ou grande composição. A boa impressão se estabelece na audição de todas elas, seguidamente. Sendo assim, ‘Their Rock Is Not Our Rock’, é daqueles discos que quando tocado numa festa, rola no aparelho de som sem parar e sem atrapalhar. É uma boa característica, no entanto, muito pouco, para dar ao Fireball Ministry o status de "salvador do rock", seja qual for o significado dessa expressão.

Músicas:
01. It Flies Again
02. Sundown
03. The Broken
04. In The End
05. Hellspeak
06. Two Tears
07. Under The Thunder
08. Spill The Demons
09. Rising From The Deep
10. Save The Saved

Formação:
James A. Rota – guitarra e vocais
Emily J. Burton - guitarra
Jonhy Chow – baixo
John Oreshnick - bateria

Web site: http://www.fireballministry.com/

Material cedido por:
Century Media Records – http://www.centurymedia.com.br
Caixa Postal 1240 São Paulo SP 01059-970 BRASIL
Telefone: (0xx11) 3097-8117 / +55-11-3097-8117
Fax: (0xx11) 3816-1195 / +55-11-3816-1195
Email: [email protected]


Outras resenhas de Their Rock Is Not Our Rock - Fireball Ministry

Resenha - Their Rock Is Not Our Rock - Fireball Ministry




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Capas de álbuns: 30 das piores artes da históriaCapas de álbuns
30 das piores artes da história

Iron Maiden: o equipamento de palco da World Slavery TourIron Maiden
O equipamento de palco da World Slavery Tour


Sobre Fábio Faria

"Maidenmaníaco" convicto, nascido em 1973, passou a escutar Rock com 10 anos de idade. Primeiro disco adquirido foi "Destroyer" do Kiss. Logo depois conheceu o álbum "Killers" do Iron Maiden, e a identificação foi instantânea. Curte todos os estilos e sub-estilos do Rock e do Metal. Sem preconceito, escuta desde Black Sabbath, Yes, Janis Joplin, Slayer, In Flames, Sex Pistols até Dream Theater, U2, Blind Guardian, Slipknot, Carcass, etc. Bandas favoritas: Iron Maiden e Beatles.

Mais matérias de Fábio Faria no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin