Matérias Mais Lidas

Iced Earth: Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de voltaIced Earth
Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de volta

Iron Maiden: debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgiaIron Maiden
Debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgia

Inesquecíveis: 50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de modaInesquecíveis
50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de moda

Paul Stanley: não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta delePaul Stanley
Não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta dele

Metallica: Uma versão de Battery que todo headbanger sempre quis ouvirMetallica
Uma versão de "Battery" que todo headbanger sempre quis ouvir

Snowy Shaw: ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no NightwishSnowy Shaw
Ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no Nightwish

Guns N' Roses: guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezesGuns N' Roses
Guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezes

Nirvana: Kurt Cobain era meio pau no c*, diz produtorNirvana
"Kurt Cobain era meio pau no c*", diz produtor

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Metallica: TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully GuitarsMetallica
TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully Guitars

Bruce Dickinson: O Iron Maiden é melhor que o MetallicaBruce Dickinson
"O Iron Maiden é melhor que o Metallica"

Nirvana: rapper famoso manda bem tocando a clássica Smells Like Teen Spirit (vídeo)Nirvana
Rapper famoso manda bem tocando a clássica "Smells Like Teen Spirit" (vídeo)

Classic Rock: As 100 maiores músicas do século... até agora!Classic Rock
As 100 maiores músicas do século... até agora!

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Suspect208: banda de filhos de Guns N' Roses e Metallica demite filho de Scott WeilandSuspect208
Banda de filhos de Guns N' Roses e Metallica demite filho de Scott Weiland


Matérias Recomendadas

Steven Tyler: vocalista admite que já queimou a roscaSteven Tyler
Vocalista admite que já queimou a rosca

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1985Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1985

Separados no nascimento: Edu Falaschi e Luciano HuckSeparados no nascimento
Edu Falaschi e Luciano Huck

Slayer: assista Ivete Sangalo cantando Dead Skin MaskSlayer
Assista Ivete Sangalo cantando "Dead Skin Mask"

Led Zeppelin: Stairway To Heaven vale mais de US$500 milhões?Led Zeppelin
"Stairway To Heaven" vale mais de US$500 milhões?

Baladas de Sangue
Stamp

Resenha - Brain Cleaner - Mortification

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maurício Gomes Angelo
Enviar Correções  

10


A própria existência de "Brain Cleaner" é motivo de exaltação. Para todos que conhecem a história do Mortification, e para os que virão a conhecer, o trabalho aqui apresentado é assustadoramente surpreendente. Algo que nunca me canso de dizer, ratificar e admirar é a persistência de Steve Rowe. Este respeitado baixista e vocalista foi diagnosticado portador de Leucemia Linfática há 9 anos atrás, esteve à beira da morte (os médicos chegaram a lhe dar apenas mais duas horas de vida), passou por um transplante de medula, e, mesmo após isso, continuou lançando álbuns e fazendo turnês ao redor do mundo, sem contar a gravadora "Rowe Productions" que também permaneceu como forte ponto de apoio para a cena underground. Mesmo com o transplante, o estado de saúde de Rowe nunca foi estável, e por diversas vezes ele passou por sérias crises que ameaçaram sua vida, como a última, no ano passado, que inclusive obrigou-o a cancelar a turnê brasileira-latino/americana que realizaria.

Com tais problemas, seu vocal teve que se adequar a sua situação e abandonar os esplêndidos guturais de outrora. Teve. Lembro-me de minha cara embasbacada quando ouvi "Too Much Pain", a primeira música liberada oficialmente no início do ano passado, e pensei: "como?". Até hoje não consigo responder esta pergunta, e menos ainda após ouvir o álbum por completo. E não foi só o vocal que mudou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Musicalmente, "Brain Cleaner" é o trabalho mais "tradicional" – ou seja, fiel às raízes da música extrema e ao estilo que consagrou a banda, thrash/death/grind – desde "Primitive Rhythm Machine" de 1995. E é inacreditável ouvir coisas como "Boa Constrictor", a primeira faixa, que nos lembra até o Death de "Scream Bloody Gore". Excelente composição da acertada mistura entre thrash/death/hardcore, ou seja, tudo que os fundadores da cena praticavam.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Purest Intent" tem um solo de guitarra de verdade, sabe, so-lo de gui-tar-ra na música extrema? Não são apenas barulhinhos desconexos executados na velocidade da luz, como se tornou comum nos expoentes do chamado "death brutal". Mas um solo executado por dedos habilidosos, audível e harmonicamente agradável. E a quantidade de solos, sempre ótimos, é bem acima do esperado e diferencia o material.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A estrutura das músicas é predominantemente simples, o que, longe de ser um problema, é uma qualidade imensurável. Compor coisas cheias de mudança de andamento, entrecortada por riffs ultrasônicos, bateria incessante e vocais "possessos" é fácil, assim como escrever um texto cheio de palavras difíceis também o é, mas e o sentido? Fazer o "simples", como prova o AC/DC, por exemplo, é incrivelmente difícil. E na música pretensiosamente "veloz", "complexa" e "intrincada", muitas vezes perde-se o peso, a habilidade, a melodia, a harmonia, a empatia e a razão. Ou seja, perde-se quase tudo que caracteriza a música como a coisa especial que é. E isto não ocorre com o Mortification.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobretudo, percebe-se que as composições guiam-se por uma espécie de duelo entre o baixo de Rowe e a guitarra de Mike Jelinic, com os devidos momentos para o show de cada um e se juntando para criar sonoridades coesas e intensas – e a bateria de Mike Forsberg, se não é diferenciada, atua com propriedade dentro da proposta sonora. Uma nova formação no estilo power trio que funcionou muito bem.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Enquanto "12 men" e "E.D." são puramente grindcore, a seqüência de "Brain Cleaner", "I’m Not Your Commodity", "The Flu Vírus" e "Living Like a Zombie" destróem com qualquer tentativa de classificação. Nos lembrando do que disse o mestre Chuck Shuldiner: "tire todos os rótulos e deixe apenas Metal". É metal purinho o que estas faixas nos trazem, não se restringindo a uma cena específica, principalmente em virtude das guitarras de Jelinic, polivalentes, limpas e trabalhadas, de timbres adequados e pegadas valorosas. "Louder Than The Devil" apenas ratifica o que foi dito aqui, salientando as influências de Napalm Death.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Acima de tudo, "Brain Cleaner" é um trabalho composto por alguém que, com 20 anos de estrada, não precisa (não quer, e nem pensa em) provar nada a ninguém. Nem que é mais rápido, mais brutal ou mais gore. E, mesmo não compactuando com as convicções religiosas de Steve Rowe, não posso deixar de parabenizá-lo por se afastar desse mundinho asqueroso e infantil (e bota infantil nisso!) que grande parte da cena extrema se transformou.

Talvez seja precipitado afirmar isso, mas "Brain Cleaner" firma-se, desde já, ao lado de "Scrolls Of The Meggiloth", como meus dois preferidos álbuns do Mortification. Independente de preferências momentâneas, é um tratado de altíssima qualidade musical. Compre. E prepare-se, pois o novo já está a caminho.

Formação:
Steve Rowe (Vocal/Baixo)
Mike Jelinic (Guitarra)
Mike Forsberg (Bateria)

Site Oficial: www.mortification.de


Tunecore
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


White Metal: 10 bandas do estilo que merecem respeitoWhite Metal
10 bandas do estilo que merecem respeito


Metallica: Lars é um bom baterista? Mike Portnoy explicaMetallica
Lars é um bom baterista? Mike Portnoy explica

Led Zeppelin: as crianças da capa do álbum Houses Of The HolyLed Zeppelin
As crianças da capa do álbum Houses Of The Holy


Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.

Mais matérias de Maurício Gomes Angelo no Whiplash.Net.