Resenha - Last Supper - Grave Digger

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Quando todos pensavam que este cd seria a segunda parte da trilogia iniciada em Rheingold (2003), Chris Boltendahl e sua trupe nos presenteiam com um CD básico, simples e direto. Como havia feito em "The Grave Digger" (2000), a banda abandona momentaneamente o plano de lançar álbuns conceituais para voltar-se para o heavy metal mais básico, cru e visceral que os caracterizou nos anos 80, só que com os toques modernos que o Grave Digger soube como poucos absorver durante sua longa trajetória.

Guns N' Roses: transtorno bipolar, a doença de Axl RoseOzzy Osbourne: "o morcego era quente e crocante"

"The Last Supper", a faixa, traz fortes influências do Sabbath era Dio, com "riffs" cadenciados e mudanças de andamento bem colocadas comandadas pelo folclórico HP nos teclados. "Desert Rose" lembra muito o Grave Digger anos 80, com um trabalho fantástico de guitarras (Manni Schimidt está fantástico) e uma levada pesadíssima. O mesmo vale para a excelente "Grave in No Man's Land" e para a hard-heavy "Hell to Pay", aonde o baixo consistente de Jens Becker marca presença.

"Soul Saviour" traz influências "maidenianas", principalmente nos "riffs" inciais, e nos vocais de Chris, que neste cd aposta na variedade, com resultados excelentes (por sinal ele é um mestre em trabalhar vozes). O lado mais épico da banda aparece em faixas como "Divided Cross", enquanto que momentos mais suaves podem ser encontrados nas semi-baladas "Crucified" e "Always and Eternally" (com um show de HP nos teclados). O resto é pura porradaria, "riffs" a mil e levadas perfeitas para se tocar em shows, como "The Night Before" e "Black Widows". Seria injusto apontar uma favorita, pois o CD apresenta uma linearidade gritante.

O Grave Digger novamente acerta a mão em abandonar temporariamente uma trilogia e partir para um CD que reúne a crueza dos anos 80 com a modernidade do heavy anos 90, tudo isso escorado por uma produção nota 10. Um CD que é obrigatório, assim como obrigatória é a presença dos fãs nos shows que a banda fará aqui em maio. Compre!!! Ouça e vá no show!!!!

Line Up:
Chris Boteldahl - Vocais
Hanz Peter - Teclados
Manni Schimidt - Guitarras
Jens Becker - Baixo
Stefan Arnold - Bateria

Site Oficial: http://www.grave-digger.de

Material Cedido Por:
Nuclear Blast Brasil
http://www.nuclearblast.com.br
São Paulo (SP)


Outras resenhas de Last Supper - Grave Digger

Resenha - Last Supper - Grave DiggerResenha - Last Supper - Grave DiggerResenha - Last Supper - Grave Digger




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Grave Digger"


Brasil: Bandas que gravaram discos ao vivo em nosso paísBrasil
Bandas que gravaram discos ao vivo em nosso país

Kai Hansen: escolhendo as dez maiores bandas de metal da AlemanhaKai Hansen
Escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha

Capas: as 10 mais bonitas lançadas em 2014 eleitas por blogCapas
As 10 mais bonitas lançadas em 2014 eleitas por blog


Guns N' Roses: transtorno bipolar, a doença de Axl RoseGuns N' Roses
Transtorno bipolar, a doença de Axl Rose

Ozzy Osbourne: o morcego era quente e crocanteOzzy Osbourne
"o morcego era quente e crocante"

Nirvana: Perguntas e respostas e curiosidadesNirvana
Perguntas e respostas e curiosidades

Classic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 80Classic Rock
As 10 melhores baladas dos anos 80

Pactos?: Os envolvimentos de bandas com ocultismoPactos?
Os envolvimentos de bandas com ocultismo

Velvet Revolver: guitarrista explica por que demitiram ScottVelvet Revolver
Guitarrista explica por que demitiram Scott

Dave Grohl: o que ele pensou no dia seguinte à morte de Kurt Cobain?Dave Grohl
O que ele pensou no dia seguinte à morte de Kurt Cobain?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336