Matérias Mais Lidas

imagemA música do Raul Seixas com erro gramatical que parece um plágio mas é uma homenagem

imagemO arrependimento que David Bowie carregava em relação a Elvis Presley

imagemTestament está confirmado na edição brasileira do Summer Breeze, segundo jornalista

imagemRick Wakeman relembra época em que o Yes abria show para o Black Sabbath

imagemA dura bronca dos Titãs em Nando Reis durante gravação de "Titanomaquia"

imagemRolling Stones: Keith Richards compara tocar com Brian Jones, Mick Taylor e Ron Wood

imagemShow do Dream Theater em São Paulo não será mais realizado no Pavilhão Pacaembu

imagem4 hits do Deep Purple cujos riffs Ritchie Blackmore já confessou ter copiado

imagemA reação de Stevie Ray Vaughan ao ouvir Jimi Hendrix pela primeira vez

imagemRob Trujillo presta tributo ao Rage Against The Machine após shows em Nova Iorque

imagemThin Lizzy e o álbum picareta de covers do Deep Purple que garantiu sua sobrevivência

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemPor que o processo de composição da Legião Urbana e Engenheiros era tão diferente?

imagemCinquenta grandes músicas lançadas por bandas de rock e heavy metal em 2022


Resenha - Last Supper - Grave Digger

Por Ben Ami Scopinho
Em 21/06/05

Nota: 8

Há um ditado que se aplica perfeitamente ao Grave Digger: "quanto mais velho, melhor o vinho"... Enquanto muitos conjuntos têm dificuldades em praticar ou reciclar uma mesma fórmula musical de maneira criativa, os alemães do Grave Digger se saem com freqüência muito bem com seu Heavy Metal prá lá de tradicional, como é o caso deste seu 15º álbum, o muito bom "The Last Supper".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Trazendo o veterano Chris Bolthendahl (vozes), Manfred Schmidt (guitarras), Jens Becker (baixo), o esqueleto Hanz Peter (teclados) e Stefan Arnold (bateria), aqui a banda interrompeu temporariamente sua tendência em fazer álbuns conceituais de sonoridade mais sinfônica e partiu para um álbum englobando assuntos mais diversos. Porém, musicalmente, tudo o que se conhece e espera do verdadeiro power metal que consagrou o Grave Digger está neste disco.

Como já é inerente à proposta da banda, o peso e aspereza da década de oitenta vêm muito bem produzidos, com uma gravação moderna, onde se percebe os vários detalhes das composições. Em vários momentos a sonoridade do Grave Digger vem mesclada com algo do Black Sabbath oitentista e riffs à la Iron Maiden. E o principal: é sempre gratificante observar Chris fornecer seu característico toque vocal, cheio de força, e que é tão importante para a banda; é a marca registrada que a torna diferenciada das outras bandas do gênero.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Num disco onde as canções são bem elaboradas e variadas, destaca-se tranqüilamente a bela e cadenciada faixa-título, as velozes "Desert Rose" e "Divided Cross", que ao vivo funcionarão muito bem; o já citado riff meio Maiden na galopante "Soul Savior" e a não tão agressiva, porém incrível "Crucified", onde se canta de maneira mais limpa e dona de um refrão pegajoso, que mostra o quão versátil pode-se tornar sem fugir de sua linha musical.

Se você for um amante deste gênero, pode conferir "The Last Supper", sendo ainda que a versão nacional traz ainda duas faixas-bônus, "Sleepless" e "Jeepers Creepers", que não ficam devendo em absolutamente nada em relação às outras canções do CD. Não há como se decepcionar com uma banda que vem mantendo seu carisma quase intacto há mais de 20 anos, e pelo jeito não há esperanças deste fato se dissipar...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

GRAVE DIGGER – The Last Supper
(2005 – Nuclear Blast / Laser Company Records)

01. Passion
02. The Last Supper
03. Desert Rose
04. Grave In The No Man's Land
05. Hell To Pay
06. Soul Savior
07. Crucified
08. Divided Cross
09. The Night Before
10. Black Widows
11. Hundred Days
12. Always And Eternally
13. Sleepless (faixa-bônus)
14. Jeepers Creepers (faixa-bônus)

Homepage: www.grave-digger.de


Outras resenhas de Last Supper - Grave Digger

Resenha - Last Supper - Grave Digger

Resenha - Last Supper - Grave Digger

Resenha - Last Supper - Grave Digger

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Grave Digger: veteranos do metal em clipe com cavaleiro templário e capirota

Anos 90: 10 shows pouco comentados

Guia: do heavy clássico ao metalcore, confira playlist com 20 horas de metal alemão

Brasil: Bandas que gravaram discos ao vivo em nosso país

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

King Diamond: O que significa ser Satanista?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.