Matérias Mais Lidas

imagemA dura bronca dos Titãs em Nando Reis durante gravação de "Titanomaquia"

imagem4 hits do Deep Purple cujos riffs Ritchie Blackmore já confessou ter copiado

imagemThin Lizzy e o álbum picareta de covers do Deep Purple que garantiu sua sobrevivência

imagemConheça o guitarrista brasileiro de 16 anos que estará no próximo clipe do Megadeth

imagemRolling Stones: Keith Richards compara tocar com Brian Jones, Mick Taylor e Ron Wood

imagemA certeira visão de Penélope Nova sobre como pop "absorveu e enfraqueceu" outros estilos

imagemA inteligente estratégia de Prika para não perder gravadora na ruptura da Nervosa

imagemRob Trujillo presta tributo ao Rage Against The Machine após shows em Nova Iorque

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemPor que o processo de composição da Legião Urbana e Engenheiros era tão diferente?

imagemComo Faustão ajudou Titãs a superar trauma da prisão de Arnaldo Antunes

imagemShow do Iron Maiden pra "pouca gente" é o favorito de Blaze Bayley

imagemSteve Grimmett: vocalista do Grim Reaper morre aos 62 anos


Dream Theater 2022

Resenha - Demigod - Behemoth

Por Ben Ami Scopinho
Em 15/02/05

Behemoth rodou o Brasil com apresentações cuja reação do público headbanger impressionou seus músicos, que consideraram alguns shows por aqui como sendo os melhores de sua carreira. E o disco que estava sendo divulgado era este "Demigod".

Vindos da distante Polônia, Behemoth apresentava em sua demo de 1992 o puro black metal norueguês, mas que com o passar dos anos e lançamentos, foi incorporando de maneira bastante distinta elementos do death metal, numa fusão tão completa que atualmente é muito difícil (e até mesmo irrelevante) definir o que praticam em sua música. Basta dizer que se tornaram um dos grandes nomes do underground da música extrema em seu país natal e no mundo.

Em seu sétimo álbum, Nergal (voz e guitarra), Orion (baixo) e Inferno (Bateria) foram além, investindo pesado na antiga cultura das grandes nações do oriente, em especial a egípcia. O resultado final é brutal e intenso, com detalhes espetaculares em músicas que muitas vezes estão cheias de variações ousadas para o gênero. São cornetas, seções acústicas, tudo misturado com uma distorção absurda. Os riffs que honram o estilo Death Metal estão em grande profusão aqui, aliados a ótimos solos de guitarras, mesmo quando estes são apresentados de maneira simples.

A atuação de Nergal é impressionante. Sua voz gutural parece vir literalmente do fundo das regiões abissais. Mas creio que, em termos individuais, o grande destaque é o baterista Inferno, que desempenha sua função com uma técnica louvável, cheia de viradas e de maneira muito criativa. E talvez pelo fato de "Demigod" conter tanto da cultura egípcia em sua música e letras, a presença de Karl Sanders, membro do Nile e o maior representante do Death Metal com esta temática oriental na faixa "Xul" foi uma escolha óbvia.

Behemoth conseguiu com "Demigod" elaborar um álbum de pura violência sonora, mas eu diria que é um caos musical muito organizado, ainda mais acompanhando as letras abordadas de maneira tão inteligente. Item obrigatório na prateleira dos apreciadores desta arte extrema e também de headbangers que procuram coisas bastante interessantes.

BEHEMOTH – Demigod
(2004 – Century Media)

01. Sculpting The Throne Ov Seth
02. Demigod
03. Conquer All
04. The Nephilim Rising
05. Towards Babylon
06. Before Aeons Came
07. Mysterium Coniunctionis (Hermanubis)
08. XUL
09. Slaves Shall Serve
10. The Reign OV Shemsu-Hor

Conquer All (video-bônus)

website: www.behemoth.pl


Outras resenhas de Demigod - Behemoth

Resenha - Demigod - Behemoth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Nergal diz que vocalista do Arch Enemy é mais corajosa do que muito metaleiro homem

Nergal surpreende ao citar música do Metallica que ele considera uma das melhores

Vocalista do Behemoth diz que seu amigo Lars Ulrich é um ser humano incrível

Cinco álbuns de heavy metal que serão lançados em setembro e merecem sua atenção

Behemoth lança vídeo chocante de música do próximo álbum; confira aqui

Líder do Behemoth mostra seu lado menos satânico e já chorou com música sobre Jesus

Nergal diz que Behemoth é mais que anti-religião e emociona-se com LGBTQ e aborto

Behemoth lança "Off To War!", mais uma música do próximo álbum; ouça aqui

Grandioso show do Behemoth em igreja polonesa disponível por tempo limitado

Após shows no Brasil com o Metallica, Lars vai assistir Behemoth e Arch Enemy nos EUA

Natal: as impressões de Nergal, Dani Filth e Shagrath

Nergal: "rock pode ser perigoso", diz ao citar chute de Josh Homme em fotógrafa

Justin Bieber: convidado para participar de show do Dark Funeral

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.