Resenha - Demigod - Behemoth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Certamente “Demigod” é um disco para colocar o Behemoth no maior patamar a tratar-se de black metal. A banda que iniciou suas atividades em 1993, em 2004 teve este mais novo disco lançado em todo o mundo via Century Media Records (inclusive aqui no Brasil). A banda, inclusive, excursionou em nossas terras, surpreendendo fãs extremos e aumentando o seu legado de adoradores. E óbvio que não era para menos, afinal, quem conhecer “Demigod” sentirá a força deste trio polonês.
869 acessosBehemoth: a Europa está em guerra contra os extremistas islâmicos5000 acessosVocalista: dez razões pelas quais os demais integrantes o odeiam

Nergal (vocal e guitarra), Orion (baixo) e Inferno (bateria), juntamente com o guitarrista convidado Kal Sanders (de outra banda extrema de sucesso, o Vile) e também o guitarrista contratado Seth são os responsáveis pelo sétimo álbum do Behemoth. A banda realmente investiu pesado, a começar pela produção gráfica do disco. Uma capa bem caprichada, um encarte bem caprichado – ao meu ver a banda certamente se inspirou nas artes dos recentes discos do Dimmu Borgir – que também prezam pela excelência. Instrumentalmente falando, Nergal, o “cabeça” do Behemoth, merece várias congratulações pelo trabalho que ele desenvolve. Além de cantar à lá Alex Camargo (Krisiun) com muita qualidade, é também responsável por riffs interessantíssimos. Seth e o grande Karl Sanders acabam por encher de qualidades o instrumental do grupo (leia-se solos). Se pouco se nota o que Orion faz com o seu baixo, Inferno é um baterista realmente de mão e pé cheios, um músico sensacional tratando-se de black metal extremo. Pois é, eu afirmo que aqui estamos diante de uma das mais competentes formações de black metal, e por sinal, uma das mais promissoras bandas dentro do estilo.

Sensacional. Não há outra palavra para resumir as dez faixas deste disco, pouco mais de quarenta minutos de black metal cru, direto, agressivo e muito brutal. Nada de orquestrações, nada de teclado, mas sim muito brutal death metal blasfemo. Eu diria que atualmente apenas o Krisiun é capaz de fazer algo tão avassalador como o Behemoth faz. E isto se exprime em hinos como “Demigod”, “Conquer All” (que está no álbum também como bônus – em videoclipe), “Towards Babylon” e a minha favorita, “Slaves Shall Serve”. Obviamente as restantes faixas não ficam para trás, mas acredito que as citadas são aquelas que ficarão (e por muito tempo) nas mentes dos apreciadores da música negra.

Olha meu amigo, o maior disco de black metal de 2004, disparado. É muito bom, em meio a tantas bandas comerciais notarmos que ainda existe, da longínqua Polônia três pessoas que ainda prezam por heavy metal (diga-se de passagem, black metal) de muita qualidade. Se você ainda não ouviu, não sabe o que está perdendo...

Line-up:
Nergal (vocal e guitarra);
Kal Sanders (guitarra)
Seth (guitarra)
Orion (baixo);
Inferno (bateria).

Track-list:
01. Sculpting the Throne ov Seth
02. Demigod
03. Conquer All
04. The Nephilim Rise
05. Towards Babylon
06. Before the Aeons Came
07. Mysterium Coniunctionis (Hermanubis)
08. Xul
09. Slaves Shall Serve
10. The Reign ov Shemsu-Hor
11. Conquer All (videoclipe)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Demigod - Behemoth

3595 acessosResenha - Demigod - Behemoth

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

869 acessosBehemoth: a Europa está em guerra contra os extremistas islâmicos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Behemoth"

BehemothBehemoth
As bandas de metal extremo não tem "espírito de rock"

NatalNatal
As impressões de Nergal, Dani Filth e Shagrath

Metal HammerMetal Hammer
As melhores músicas da história do Death Metal

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Behemoth"

VocalistaVocalista
Dez razões pelas quais os demais integrantes o odeiam

MetallicaMetallica
Prejudicando as finanças da Igreja Universal

Yngwie MalmsteenYngwie Malmsteen
Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

5000 acessosDream Theater: semelhanças na capa de álbum?5000 acessosMr Catra: Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)5000 acessosMetallica: Jason Newsted, 14 anos de humilhação5000 acessosRoadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadora5000 acessosHard e Metal: as dez fotos mais bizarras de bandas do gênero5000 acessosFênix do Rock: 5 momentos que fizeram Axl Rose renascer na música

Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online