Resenha - An Elixir For Existence - Sirenia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


O compositor norueguês Morten Velland, como muitos devem saber, tornou-se conhecido quando iniciou os trabalhos com o grande ícone do gothic-metal, Tristania. Após divergências com seus colegas, decide iniciar este Sirenia, cujo primeiro trabalho veio com certo diferencial do que fazia em seu antigo grupo. As músicas estavam mais variadas, com grande ênfase nos riffs das guitarras, além dos óbvios coros, vozes femininas apareciam com mais destaque, cordas, etc., e tudo o mais que faz parte do estilo.

publicidade

Agora com este segundo cd, "An Elixir for Existence", e acompanhado desta vez pela voz feminina de Henriette Bordvik, o Sirenia nos apresenta mais um trabalho que se destaca tranquilamente da mesmice que se instalou no gênero nos últimos tempos.

Mais agressivo e com melodias soberbas, uma quantidade correta de influências clássicas nos refrãos das músicas pesadas, as guitarras melancólicas e pesadíssimas, beirando o death e o black, intervenções de piano e teclados climáticos, a tão característica voz gutural de Morten se alternando com vozes limpas de Kristian Gundersen e da já citada Henriette, as cordas assombrando e os coros fortes são ainda as fundações de cada canção de Sirenia.

publicidade

Realmente fica difícil destacar alguma faixa das canções mais pesadas, todas estão muito bem niveladas, apresentando músicas com passagens totalmente black metal como na canção "Voices within", com a voz feminina muito bem encaixada. Temos também um clima viking e épico na cadenciada "Euphoria", que ao vivo será matadora.

"Save me from myself" surge para interromper parte da sequência agressiva do álbum, sendo uma balada depressiva com suas vozes concentradas em Henriette Bordvik acompanhada de violino, uma faixa muito atmosférica, numa súplica em que o nome da faixa já diz tudo. Para fechar o álbum vem a desnecessária instrumental "Seven Sirens and a Silver Tear".

publicidade

O Sirenia é, antes de tudo, uma banda de heavy metal. Porém consegue colocar em sua música sentimentos considerados negativos, como a frustração e a melancolia de tal maneira que isso se torna belo e emocionante, surgindo daí essa faceta gótica que tanto chama a atenção. Um disco em que se consegue transformar a depressão em arte, num grande lançamento de 2004.

publicidade

Distribuído por Hellion Records

01. Lithium and a Lover
02. Voices Within
03. A Mental Symphony
04. Euphoria
05. In My Darkest Hours
06. Save me From Myself
07. The Fall Within
08. Star-Crossed
09. Seven Sirens and a Silver Tear

Formação
Morten Veland: voz e guitarra
Kristian Gundersen: voz e guitarra
Henriette Bordvik: voz feminina
Jonathan Perez: bateria

publicidade


Outras resenhas de An Elixir For Existence - Sirenia

Resenha - An Elixir for Existence - Sirenia

Resenha - An Elixir for Existence - Sirenia




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Symphonic Metal: As dez cantoras mais influentes e impressionantesSymphonic Metal
As dez cantoras mais influentes e impressionantes

Metalhead: as mulheres mais sexys do Heavy MetalMetalhead
As mulheres mais sexys do Heavy Metal


Sepultura: Andreas Kisser explica por que nunca rolará reuniãoSepultura
Andreas Kisser explica por que nunca rolará reunião

Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosBlack Sabbath
Avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin