Matérias Mais Lidas

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemSons of Apollo une carisma e técnica em show no Rio com direito a piada de Mike Portnoy

imagemAs 10 músicas mais estranhas do Guns N' Roses, em lista do Ultimate Classic Rock

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto

imagemBlaze achava que Bruce jamais voltaria para o Iron Maiden

imagemJames Hetfield está se divorciando após 25 anos de casamento

imagemAs obscuras músicas favoritas do Red Hot Chili Peppers de John Frusciante

imagemDream Theater: confira possível setlist dos shows da banda no Brasil

imagemTony Iommi diz que Geezer Butler sofreu acidente de barco e quebrou costela

imagemBatera do Polyphia perde click e técnico salva marcando o tempo em sua perna

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagemGene Simmons sobre o Ramones: "Punk nos EUA não significava nada"

imagemAudioslave: Tom Morello recorda seu sinistro primeiro encontro com Chris Cornell


Dream Theater 2022

Resenha - A Nod And A Wink - Camel

Por Marcos A. M. Cruz
Em 26/01/03

Nota: 9

A maneira mais simples de descrever o som do "A Nod And A Wink" aos que não ouviram o novo trabalho desta lenda do Rock Progressivo inglês (ou mesmo para quem deixou de acompanhar o grupo há alguns anos) é compará-lo ao "Division Bell", dos seus conterrâneos do PINK FLOYD, pois, como se não bastasse alguns arranjos e solos de guitarra que nos remetem diretamente ao "Division...", ainda por cima o timbre vocal de Mr.Latimer está soando bastante similar ao de Mr.Gilmour.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Tal comparação, entretanto, é de fato uma grande injustiça, pois embora realmente lembre em vários momentos o citado disco de Gilmour & Cia., uma audição mais atenta vai revelar que a conhecida sonoridade "camelística" continua presente na maioria dos temas.

Por outro lado, é certo que para a maioria das pessoas o nome PINK FLOYD se trate de uma referência no Progressivo, mas para alguns apreciadores do estilo, o CAMEL possui tantas ou até mais credenciais no quesito - há até quem diga que o PF não é praticante do gênero!

Evidentemente o fato de ser "histórico" não confere imunidade artística a ninguém - muito pelo contrário, na maior parte dos casos isto se torna um fardo difícil ou até mesmo impossível de se carregar, pois a cobrança pela superação dos limites não é algo imputado somente a esportistas...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E é natural que comparado a clássicos como "The Snowgoose" e "Moonmadness", este álbum realmente deixe um bocado a desejar, afinal visto sob o prisma da inovação, que é, de acordo com alguns, o objetivo máximo do Progressivo (=progredir), este novo CD não traz absolutamente nada de novo.

Mas vale lembrar que o CAMEL nunca foi exatamente uma banda inovadora, em todos (pelo menos na maioria) de seus álbuns, os ingredientes sempre foram os mesmos: teclado "sinfônico", bateria com levadas quase jazzísticas e composições que aliam uma boa dose de melodia e bom gosto.

A única faixa que foge um pouco ao padrão é "Fox Hill", que, de acordo com a opinião de algumas pessoas, lembra bastante a estrutura rítmica de "Harold The Barrel", do GENESIS, opinião que pessoalmente não compartilho, mas enfim...

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

"Dedicated to Peter Bardens (1945-2002)"

Faixas:
A Nod And A Wink
Simple Pleasures
A Boy’s Life
Fox Hill
The Miller’s Tale
Squigely Fair
For Today
Total time: 55:44

Músicos:
Andy Latimer (guitars, flute, keyboards, vocals)
Guy LeBlanc (keyboards, backing vocals)
Colin Bass (bass, backing vocals)
Denis Clement e Terry Carleton (drums, percussion)

Website oficial: www.camelproductions.com.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Rock: os 10 guitarristas mais subestimados da história

Rock Progressivo: Os 15 maiores guitarristas do gênero

O Hobbit: UCR divulga lista de canções relacionadas a Tolkien

O Suprassumo do Superestimado: os 11 mais (ou menos) nacionais

Iron Maiden: o vocal que quase substituiu Bruce Dickinson em 93


Sobre Marcos A. M. Cruz

Fanático por rock setentista.

Mais matérias de Marcos A. M. Cruz.