Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemEvanescence anuncia a saída da guitarrista Jen Majura

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemVinte excelentes músicas do Iron Maiden escritas pelo "chefe" Steve Harris

imagemSe vira nos 30: Andre Matos tomou cano de produtor e fez milagre pra agradar fãs

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen


Resenha - Shadows Of The Past - Mike Terrana

Por Thiago Sarkis
Em 02/05/02

Nota: 9

Maturidade talvez seja a palavra mais adequada a ser usada em descrições e referências a este disco. Na comemoração de seus trinta anos de carreira como baterista, Mike Terrana tinha tudo para lançar um trabalho auto-indulgente, chato e inacessível, na famosa onda de hiper egóicos, que não se cansam de destacar suas técnicas e habilidades. Contudo, ele fez exatamente o inverso, mostrando um outro lado de seus toques, apresentando composições fantásticas, repletas de arranjos riquíssimos e ao mesmo tempo acessíveis, digamos assim "simpáticos".

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

"Shadows Of The Past" contém nove faixas, sendo todas elas instrumentais. Imagino que isso crie uma dúvida, que poderia ser explicitada na seguinte pergunta: "É um álbum só para músicos?". A resposta é não. Obviamente há atrativos especiais aos integrantes desta categoria. Todavia, se você não toca nem campainha, mas está apto e disposto a curtir um bom jazz / fusion, se prepare para ouvir um dos lançamentos mais agradáveis já feitos nessa vertente musical.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Ajudando Terrana a soprar as velhinhas estão nomes já bem famosos, entre eles Kevin Chown e Steve Lukather. Falar que ambos foram sensacionais em suas atuações é até desnecessário, porém, não dar atenção diferenciada à impecabilidade do sempre espetacular, mas ainda assim surpreendente Chown, seria um crime.

Os outros participantes são também abismantes, sendo notórias, em especial, as passagens de Dave Reinstien no sax, George Burnhart na guitarra, e dos tecladistas, Derek Hilland, Dale Grisa e Dave Berriman, que revezam aparições, cada um tocando em duas ou três músicas.

Produção intocável e no final das contas, uma bela resposta àqueles que achavam que Mike Terrana se limitava a técnicas e estripulias. Ele de fato supera as barreiras de um baterista qualquer de metal / rock. A prova disso está neste disco, onde ele se solta, e mostra versatilidade, swing, sentimento e um talento absurdo como compositor.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Site Oficial – http://www.terrana.com

Mike Terrana (Bateria)
Kevin Chown (Baixo)
Steve Lukather (Guitarra)
George Burnhart (Guitarra)
Paul Kramer (Guitarra)
Brian Lord (Guitarra)
Dale Grisa (Teclados)
Dave Berriman (Teclados)
Derek Hilland (Teclados)
Dave Reinstien (Sax soprano)

Material cedido por:
Lion Music - http://www.lionmusic.com
Box 19 Godby 22 411
Aland FINLAND
Email: [email protected]
Fax - 35818 41551

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Veja o batera Mike Terrana tocando o clássico tema do filme RockyVeja o batera Mike Terrana tocando o clássico tema do filme "Rocky"




Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.