Resenha - World Where Shadows Come To Life - Archontes

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 4


O Archontes é mais um daqueles grupos 'originalíssimos', que repete da primeira à última faixa, tudo o que outras centenas de bandas de power metal melódico/épico, fazem. Não muda quase nada. Se há alguma diferença, fica por conta da competência, que aqui está em falta.

Separados no nascimento: Eddie e Seu MadrugaFotos de Infância: Ozzy Osbourne

"The World Where Shadows Come To Life" traz todas as idéias de Blind Guardian, Angra, Helloween e Stratovarius, mas com qualidades de composição e som bem inferiores em relação ao que vemos tradicionalmente nestes conjuntos.

Começa com a produção, bem fraca; segue nas guitarras, com riffs repetitivos e solos pouco atraentes, e nos vocais 'wanna be' André Matos / Fabio Lione; e termina com uma participação apagada de bateria e baixo.

Andrey Archont é o reflexo dos dois extremos da banda. Tocando teclado, aparece como a melhor parte do grupo. Porém, quando começa a cantar, mostra tudo de ruim que estes russos têm oferecer. Seu vocal é irritante, desafinado e, além de tudo, pretensioso.

A saída para este projeto é o fim. Daria até pra melhorar se mudasse o vocalista e o estilo, mas isso parece meio impossível, já que Andrey Archont é o líder, idealizador e principal compositor do Archontes.

Site Oficial - http://archontes.com.ru

Andrey Archont (Vocais & Teclados)
Zakhar Karpikov (Guitarras)
Basil Marchenko (Baixo)
Sergey Belyavsky (Bateria)

Material cedido por:
MetalAgen Records / Valiant Music Productions - http://valiantmusic.musica.mustdie.ru
P.O. Box 143, 127486
Moscow, Russia
Tel: +7 (095) 159-6189
Fax: +7 (095) 186-1700
Email: valiant@cea.ru




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Archontes"


Separados no nascimento: Eddie e Seu MadrugaSeparados no nascimento
Eddie e Seu Madruga

Fotos de Infância: Ozzy OsbourneFotos de Infância
Ozzy Osbourne

Queen: uma interpretação da letra de Bohemian RhapsodyQueen
Uma interpretação da letra de "Bohemian Rhapsody"

Music Radar: Os maiores frontmen de todos os temposMusic Radar
Os maiores frontmen de todos os tempos

Top 10: Melhores Baixistas de todos os temposTop 10
Melhores Baixistas de todos os tempos

Spotify: Metal é primeiro no mundo, Punk Rock lidera no BrasilSpotify
Metal é primeiro no mundo, Punk Rock lidera no Brasil

Death: a avó do fã que foi sepultada com a camiseta da bandaDeath
A avó do fã que foi sepultada com a camiseta da banda


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.